Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Último dia de funcionamento da Banca Hamada, da Dona Mieko

março 12th, 2017 · 11 Comentários

banca hamada

A manhã deste domingo (12/3) foi de emoção na banca de revistas mais tradicional de Varginha. A partir da segunda-feira 13, a Banca Hamada não abre mais as portas. Dona Mieko resolveu se mudar para outra cidade, onde os netos moram. Descanso merecido. Mas vai deixar uma lacuna na cidade.

A banca não é apenas um local onde as pessoas vão comprar jornais e revistas. É também um ponto de encontro, onde as pessoas discutem política, esporte e assuntos gerais de Varginha.

dona miekoQuando seu Hamada morreu, há 7 anos, muita gente achou que a banca iria fechar. Nada. Graças à Dona Mieko, uma figura à parte. Todo mundo que chega conversa com ela, que atende a todos com a mesma cara boa, sempre educada. Boa de conversa, é a alma da banca.

Na manhã deste domingo, os clientes se despediram de dona Mieko. Que se emocionou ao falar dos 41 anos da banca na cidade. Ganhou abraços e presentes, deixou escorregar algumas lágrimas, mas segue o caminho para curtir a família. Boa sorte, dona Mieko.

Tags: Geral

11 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Novo Aqui // mar 13, 2017 at 6:23 PM

    Uma banca com 41 anos!! Eu tenho 46. Fez parte da minha vida. Boa sorte Dona Mieko.

  • 2 Thiago // mar 13, 2017 at 5:28 PM

    Saudades do tempo em que ia na banca pra comprar figurinhas pros meus albuns do campoenato brasileiro!!!

    Obrigado!

  • 3 Hannibal lecter // mar 13, 2017 at 3:52 PM

    me lembro dos aureos tempos da banca Hamada, ia lá comprar revistas em quadrinhos, e via seu Hamada ainda em plena atividade atendendo a todos junto á dona Myeko, mas é isso ai, descanso a quem se dedicou tanto tempo em levar um pouco de cultura aos Varginhenses, vá com Deus dona Myeko.

  • 4 Affonso H.Madeira // mar 13, 2017 at 3:49 PM

    Muito obrigado, dona Mieko, sua falta vai deixar saudades aos fanáticos por jornais, revistas e DVDs, como eu… Mas, uma outra banca de jornal, do meu prezado amigo jornaleiro João, em frente ao Supermercado Maiolini, na rua Rio de Janeiro, deverá suprir essa necessidade varginhense. Hoje mesmo, 2ª. feira, fiz minha compra dos jornais que os comprava diariamente na dona Mieko. Bola prá frente, prezado João, torcemos para que supra a falta da tradicional banca da dona Mieko.

  • 5 Rubens Ferroni // mar 13, 2017 at 1:25 PM

    E a banca do japonês (Katisuiti) da rua de baixo ainda continua funcionando, por incrível que pareça.

  • 6 PABI PAPI GRAFI // mar 13, 2017 at 11:28 AM

    Ela etá indo embora, porque hje. ninguém lê jornais. O movimento caiu muito, é dificil manter uma banca sem vendas. Boa sorte Dna. Mieko!

  • 7 marco aurelio // mar 13, 2017 at 10:35 AM

    Uma pena o comercio principalmente de livros e revistas estar se acabando, pouco tempo atras fechou a papelaria Progresso.
    Só nós resta lamentar.

  • 8 Saudade // mar 13, 2017 at 8:16 AM

    E o tempo se vai. Dona Mieko, me lembro como se fosse hoje, sua banca cheia de pessoas a procura de notícias e informações ou mesmo de entretenimento, pois era uma época que não se vivia a tecnologia e informação rápida como os dias de hoje. Assim como Dona Mieko, me lembro também, era adolescente, de uma banca em frente ao Theatro Capitólio, da família Palmiere. Tinha uma senhora fina e elegante, alta, (mãe do famoso, já também falecido, Nenê Palmiere), sempre muito maquiada, e usada um cabelo armado, muito diferente, atendia a gente com um ar cizudo, mas era divertido. Bons tempos que não voltam mais.

  • 9 Amsterdã Ferreira Soares // mar 13, 2017 at 8:06 AM

    Bom dia!

    De fato, sentiremos muita falta da dona Mieko com sua educação e simpatia ao nos atender no dia a dia. Mais um ponto tradicional da cidade que se vai. Porém, dona Mieko merece o descanso, afinal, são mais de 40 anos de atividades e, nada melhor que a companhia da família neste momento. Um forte abraço, que a Sra. aproveite bastante este novo momento de sua vida. Todo meu respeito e admiração por ter convivido durante anos com a Sra. Mieko!

  • 10 Ludmila Geraldeli // mar 12, 2017 at 8:31 PM

    Estamos muito tristes com o fechamento da Banca de Jornal! Eu também era cliente assídua! Estava ali todos sábados e domingos comprando livros e DVDs! Vou sentir muitas saudades da Mieko, Akira e João.

  • 11 Lydia Maria Braga Foresti // mar 12, 2017 at 11:50 AM

    Dona Mieko realmente é a alma da Banca que, como muito bem Madeira registrou, há 41 anos é um importante ponto de encontro em Varginha.Hugo e eu sempre contamos com a sua boa vontade, delicadeza e interesse. Por incontáveis vezes encomendou e conseguiu exemplares de revistas, gibis, álbuns e jornais que precisávamos, de edições anteriores. Pedimos a Deus que abençoe Dona Mieko para que se sinta gratificada junto aos seus netos.

Deixe um Comentário