Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Militares do 24º BPM de Varginha realizam homenagem ao policial morto em Santa Margarida

julho 11th, 2017 · 9 Comentários

Policiais militares do 24º Batalhão, localizado em Varginha, promoveram na manhã desta terça-feira (11/7) uma homenagem ao policial Marcos Marques da Silva, de 36 anos. O cabo foi assassinado com um tiro de fuzil na cabeça na segunda-feira quando trabalhava na ocorrência de assalto a duas agências bancárias na cidade de Santa Margarida, na região da Zona da Mata.

De acordo com os militares, a homenagem de continência e “sirenaço” serviu também como forma de protesto contra a impunidade, onde criminosos matam pessoas de bem e ficam impunes no Brasil. Veja a homenagem no vídeo abaixo:

blog do madeira - 2 po 1_Body Health_Abr2017

Tags: Destaque · Segurança Pública · Sul de Minas

9 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Cidadã pra lá de indignada // jul 13, 2017 at 8:18 AM

    Eu penso o seguinte: o Brasil copia tanta coisa dos americanos…poderiam então copiar as leis de lá que são mais rígidas e dão aos policiais mais respaldo quanto à bandidagem. Lá nos EUA, a tolerância é zero! Neguinho fez graça, toma tiro e morre…alguns preferem até tirar a própria vida qdo cometem crimes lá pq sabem que se cair na cadeia é pena de morte ou prisão perpétua…e outra: nos presídios eles comem uma gororoba (vi em documentários), diferente daqui em que eles comem melhor que um trabalhador braçal assalariado. Enquanto esses políticos ficam lá em Brasília medindo forças de quem sai e de quem fica no poder e o que fazer pra ferrar o povo brasileiro, deveriam lutar pra mudar o código penal que já tá mais que ultrapassado! Enquanto essa lei podre de merda continuar vigorando no país, mais policiais e pais de família morrerão, mais pessoas inocentes serão vitimas dessa violência que parece nunca ter fim!

  • 2 Lima // jul 12, 2017 at 11:59 AM

    Bom dia a todos.

    Infelizmente a lei é somente para proteger bandidos, vocês veem aí nas redes sociais o quanto é complicado a lei conforme disse a representante dos direitos humanos quando teve uma conferencia para discutir a questão de um policial atirar em um meliante, ” caso vocês queiram ter ‘autorização’ para atirar nos ‘bandidos’não, não daremos autorização. Pois a arma é para defesa do policial, porem para utilizar primeiro seja ‘alvejado’ e depois atire.” aí corta a matéria que tinha visto, não vi a continuidade.

    Espere aí, a policia perdeu o seu papel aqui no Brasil, e aí tem uma família refém com uma arma na cabeça tem um policial que tem o bandido no alvo e não revida pois se ele matar, vem os direitos humanos e ele vai preso por ter atirado no bandido. E se o bandido matar alguém? E a família? Cade direitos humanos?

    Isto eu tenho certeza que vai mudar um dia. Infelizmente quando a representante dos DIREITOS HUMANOS, perder um pai, mãe, filho, parente,…, aí vem os “DIREITOS HUMANOS” dizer que a lei tem que ser alterada.

    Igual diminuir a idade penal, onde nunca vão conseguir alterar ela, a menos que altere o estatuto da criança e do adolescente primeiro e depois para alteração no congresso. Vem estes deputados para mostrar que está fazendo algo, vem com projeto para diminuição da idade penal, é logico que ele sabe que vai ser vetado. É só para encher linguiça.

    Bem desculpa o meu texto quem não gostou.

  • 3 PABI PAPI GRAFI // jul 12, 2017 at 11:49 AM

    BOBINHO MESMO! Se a policia tivesse a ¨bola de cristal ¨, não seria nem preciso dela. Crimes, são cometidos no mundo todo… BObalhão, parece que vce; quer um policial , pra cada cidadão. Impostos, não sei se vce. está pagando mesmo, pela sua conversa de boçal, creio que não.

  • 4 Tiago // jul 12, 2017 at 9:43 AM

    Os opinadores não entendem o sentido da homenagem/protesto, população ignorante que ao invés de exigir mais investimento em segurança e leis severas, preferem criticar as policias. Entendam que a impunidade tá pra todos e se policiais que podem reagir e andam armados estão sendo mortos, imaginem a população comum, daqui a pouco estaremos vivendo igual países do oriente que estão sob o regime do Estado Islâmico e não estamos tão longe disto, afinal bandidos andando armados com fuzis em camionetes e dando tiros a vontade e no Brasil existem mais policiais mortos em trabalho do que militares americanos mortos na guerra contra os terroristas. Então julgadores, se preparem para viver em uma caos se mudanças não ocorrerem.

  • 5 SOU BO BI NHO // jul 11, 2017 at 9:43 PM

    Polícia despreparada, viaturas sucateadas..
    A onde está a ronda ostensiva em pleno domingo a noite quando jovens são esfaquedos em plena RIO BRANCO????
    Se dois soldados dessa ridícula homenagem estivessem nesse mesmo lugar a algum tempo a traz não teríamos tido aquela morte de briga de trânsito em frente ao VTC em pleno meio dia.
    A polícia deveria pelo menos fazer por merecer o salário que nós contribuintes pagamos a eles…

  • 6 X // jul 11, 2017 at 6:11 PM

    a violencia só aumenta, ta na hora de dimunuir ela, tinha que meter chumbos nesses bandidos fpds, e foda-se o direitos humanos !!!

  • 7 PABI PAPI GRAFI // jul 11, 2017 at 6:07 PM

    Indignado ? Vce. nem tem noção do monte de merd…. , que está dizendo. Vce. não sabe nada de policiamento. A Policia, é bem armada com um arsenal moderno! São rondas ostensivas 24 horas. O salário de um Pm, hje. é bem maior em comparação as Forças Armadas.

  • 8 Varginhense de Coração. // jul 11, 2017 at 2:52 PM

    O Estado deveria equipar melhor nossa policia, com armamentos modernos, viaturas blindadas, e dar apoio em operações militares. Os bandidos tudo podem, os policiais são reféns da bandidagem, que se encontra muito bem armada e municiada. Melhores salários e respeito à nossa policia. Infelizmente, falta apoio à PM.

  • 9 Indignado // jul 11, 2017 at 2:39 PM

    E quando morre algum civil por falta de segurança e falta de policiamento nas ruas eles também vão fazer “sineraço” e homenagens?????
    Lugar de polícia é na rua e não dentro do quartel….
    Deviam ter vergonha desse ato sensacionalista.

Deixe um Comentário