Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Corpos de avô e netas são encontrados no Lago de Furnas, em Carmo do Rio Claro

dezembro 30th, 2019 · Sem comentários

Foram encontrados, na manhã desse domingo (29), os corpos do homem e das duas crianças, avô e netas, que ainda estavam desaparecidos após o barco em que eles estavam virar no Lago de Furnas. O acidente aconteceu na sexta-feira (27) entre Carmo do Rio Claro e Guapé e matou cinco pessoas da mesma família, sendo que os corpos de duas mulheres já haviam sido localizados.

Clique no título para mais informações.

Desde sexta, as equipes de busca da Marinha e do Corpo de Bombeiros trabalhavam na região. No entanto, devido à água ser muito turva e não ter sido possível determinar precisamente onde os corpos haviam afundado, as vítimas ainda não haviam sido localizadas.

Então as buscas foram retomadas na madrugada deste domingo e os corpos foram encontrados após flutuarem e serem avistados pelos militares. Eles estavam em uma região conhecida como Água Santa, entre os dois municípios.

O acidente
O barco de madeira movido a motor onde a família estava virou durante a tarde de sexta-feira. A família mora em Franca, no interior de São Paulo, e estava no Sul de Minas para festas de fim de ano. Eles passeavam de barco no ponto onde a profundidade chega a 15 metros.

Outro parente, marido de uma das vítimas, pilotava o barco e conseguiu se salvar. Ele ainda tentou ajudar no socorro.

“Ele nadou até a margem e voltou, pegou a esposa, trouxe para a beirada. E a outra, que também se afogou, ela veio a boiar e ele trouxa ela também. Fez respiração boca a boca, massagem cardíaca, mas não adiantou nada”, contou Walisson Arana Basílio, cunhado das vítimas.

Vítimas
Com isso, morreram no acidente:

  • Celice Barbosa Ferreira – retirada da água na sexta-feira
  • Silvanete Aparecida dos Reis, que é irmã de Celice – retirada da água na sexta-feira
  • Sebastião Gomes, de 60 anos – retirado da água no domingo
  • Micaelle Eduarda Silva Ferreira, de 8 anos, neta de Silvanete – retirada da água no domingo
  • Lívia Gabriele Silva Ferreira, de 5 anos, neta de Silvanete – retirada da água no domingo
Sebastião Gomes, Celice Barbosa Ferreira e Silvanete Aparecida dos Reis

A família se reunia na região todo Natal, segundo Vinicius Leandro Gomes, filho de Sebastião. Luiza Gomes, irmã de Vinicíus, contou que o aposentado, de 60 anos, sabia nadar, mas teria se afogado ao tentar ajudar as duas crianças que estavam na embarcação.

Os corpos das duas mulheres foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Varginha (MG), de onde foram liberados no final da manhã de sábado. Os sepultamentos aconteceram em Aparecida do Sul, distrito de Guapé.

Os outros três corpos retirados neste domingo também foram encaminhados ao IML de Varginha, de onde seguiram para sepultamento no distrito e em Passos.

Causas e investigação
As causas do acidente ainda são desconhecidas. Segundo o capitão Fabio Luis Moreira Jacobucci Bambace, a Marinha irá apurar as responsabilidades.

Será instaurado um inquérito para averiguar se os tripulantes usavam ou não colete salva-vidas, se a embarcação era registrada e se o condutor tinha habilitação de acordo com o barco. O prazo para conclusão do inquérito é de 90 dias, podendo ser prorrogado.

“A princípio, não temos como dizer no momento se portavam colete ou não, se a embarcação estava registrada na Capitania dos Portos ou não. Todas essas informações serão investigadas por meio de um inquérito que será aberto pela Marinha do Brasil e essas informações serão apuradas e possíveis responsabilidades também”, detalhou o capitão.

Ainda conforme Bambace, a fiscalização das embarcações no Lago de Furnas cabe à Marinha do Brasil, por meio da capitania fluvial de Minas Gerais, com sede em Belo Horizonte.

Marinha do Brasil vai investigar acidente — Foto: Fábio BambaceMarinha do Brasil vai investigar acidente — Foto: Fábio Bambace
Marinha do Brasil vai investigar acidente — Foto: Fábio Bambace

Notas de pesar
Em nota, a Marinha do Brasil lamentou o ocorrido e disse que “se solidariza com as famílias pelas perdas irreparáveis”.

A Prefeitura Municipal de Guapé divulgou nota na manhã deste sábado lamentando o acidente e decretou luto oficial de três dias.

“A Prefeitura Municipal de Guapé lamenta profundamente o acidente ocorrido ontem, dia 27 de dezembro, onde 5 pessoas da mesma família faleceram vítimas de um acidente com uma embarcação no Lago de Furnas, entre Carmo do Rio Claro e Guapé. As vítimas são familiares de Guapé, da comunidade de Aparecida do Sul, que atualmente morava na cidade de Franca, e frequentemente vinham visitar seus familiares na cidade de Guapé. A prefeitura informa que está prestando todo apoio aos familiares; foi solicitado imediatamente o auxílio da Marinha para colaborar juntamente com o Corpo de Bombeiros no resgate das vítimas”.

Nesta sexta-feira, a Prefeitura de Carmo do Rio Claro também tinha divulgado uma nota.

“A Prefeitura de Carmo do Rio Claro lamenta o acidente ocorrido na tarde desta sexta-feira, 27, no Lago de Furnas que vitimou fatalmente 5 pessoas, sendo, 2 crianças e 3 adultos. Nossos sinceros sentimentos aos familiares e amigos das vítimas”. (Com informações do G1 Sul de Minas)

Tags: Segurança Pública · Sul de Minas

0 Respostas Até Agora ↓

  • Não existe comentário ainda. Deixe o seu comentário preenchendo o formulário abaixo

Deixe um Comentário