Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

OPINIÃO | Beethoven: o triunfo da humanidade

abril 20th, 2021 · Sem comentários

Boa leitura para o feriado!

Por Alexandre Braga
Músico varginhense
Flautista da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais

Era uma época em que ecoavam os ideais humanistas, frutos do iluminismo, fazendo tremular a bandeira da igualdade, fraternidade e liberdade. Havia esperança na revolução, na qual a humanidade almejava governos racionais e humanistas, onde o homem seria livre para conquistar sua própria felicidade. E de fato houve uma revolução, a revolução francesa, que causou profundas transformações na Europa, encerrando o poderio da nobreza e da aristocracia e fazendo emergir uma nova classe social, a burguesia.

Nesse clima vivia Ludwig van Beethoven (1770-1827), um dos artistas mais geniais de todos os tempos.  E esse gênio não é gigante somente pela inquestionável beleza estética de sua música, mas também  pelo que ela representa, bem como sua própria personalidade.

Em uma época que o músico era um servo da corte, Beethoven foi uma das principais figuras responsáveis por tirar a música dos palácios e da Igreja e levá-la a uma esfera pública. Levar a essa nova burguesia, a nova classe social sedenta por cultura. Visceral, humana, heroica, romântica, revolucionária.

Sua música contém ao mesmo tempo uma sonoridade vigorosa e um melodioso lirismo. A partir dele começa a noção do músico como artista: aquele que expõe sua individualidade; busca imortalizar sua obra para a posteridade; compõe para o coração (Beethoven mesmo disse: uma música que saia do coração, e chegue ao coração ); aquele que acreditando na força do caráter humano lutará contra quaisquer dificuldades para que sua arte triunfe.

E dentre as dificuldades da sua vida, a mais dramática foi a luta contra a surdez. Essa mesma surdez que impede qualquer ser humano a trabalhar com música, foi incapaz de derrotá-lo. Pelo contrário, dessa dor surgiram grandes obras, carregadas de um espírito libertador e heroico. Vale a pena lermos seu testamento de Heiligenstadt, que nos comove pelo sofrimento humano ali apresentado.

Beethoven foi o compositor que melhor soube traduzir em sons a emoção humana, desde a mais eufórica alegria até a mais profunda angustia; com ele a música alcançou novos níveis de sonoridade e emoção. Sua arte é um grito em tom fraternal à humanidade. Superando através de seu esforço todas as dificuldades e dramas, nele encontramos o verdadeiro protótipo do herói romântico revolucionário. A impactante força de sua música nos comove até hoje, haja visto que ela jamais deixou de ser executada desde quando foi composta. Ouvir Beethoven é ouvir a própria voz da humanidade, um apoteótico clamor humano com todas suas emoções.

Conheça um pouco mais do Alexandre Braga no canal dele no Youtube:

Quer publicar seu texto no BlodoMadeira?
Envie pra gente o artigo com foto, nome completo e RG.
WhatsApp: (35) 9.8859-6919
E-mail: [email protected]

Tags: Colaboradores · Opinião

0 Respostas Até Agora ↓

  • Não existe comentário ainda. Deixe o seu comentário preenchendo o formulário abaixo

Deixe um Comentário