Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

  • PMVARGINHA_CampanhaGeraçãoDeEmpregos_VVA006221C – BANNERNET Blog do Madeira (desk_mobile – banner topo – 970x140px)
  • Sebrae Empretec Anuncio 970×140
  • Alpha-Blog-Madeira-970×140
  • banner-topo-fadiva-set-140-2021
  • covalub-topo-maio-2021
  • unis-vestibular-maio-2021-970×140
  • parlamento mulher
  • banner vai dar certo

OPINIÃO | Todo dia era dia de índio

abril 19th, 2021 · 2 Comentários

Vanilda Marques de Souza
Jornalista e ambientalista

Assim cantava Baby Consuelo a música de Jorge Bem, da década de 80. Hoje Baby agora é Baby do Brasil e Jorge, Ben Jor. E quase não temos mais índios-dos mais de 5 milhões, quando os europeus aqui chegaram, hoje restam 358 mil vivendo em aldeias. E o dia deles restringe-se a 19 de abril. Triste Brasil, que além de todas as mazelas sócio-políticas, econômicas, educacionais, vai perdendo sua memória e seu patrimônio histórico-cultural.
Os 215 grupos indígenas falam mais de 180 línguas. Precisamos, enquanto é tempo, aprender com eles o respeito à nossa mãe maior, a Terra; ao próximo, aos bichos, ao que é diferente de nós. Sem contar o elevado senso de justiça e reverência ao sagrado no cotidiano. Vale lembrar que Immanuel Kant dizia que o homem é aquilo que a educação faz dele. Onde falhamos em nossa educação ao persistirmos no desrespeito às diferenças, quer sejam étnicas, culturais ou de classe social?
Somos muitos brasis: preto, branco, mulato, amarelo; miscigenados com prevalência de nossos ancestrais indígenas. A ambição, a ganância, o desejo de ter em detrimento do ser-como falava João Paulo II- levaram à dizimação dos verdadeiros donos deste terra, que são os índios. Desde tentar fazê-los escravos – o que não deu certo- até o roubo de suas terras e cultura. Corre em nossas veias sangue indígena, preto, mas queremos a prevalência da branquitude, arrogantes que somos.
Desde o descobrimento do Brasil, deu-se a dizimação paulatina, tanto física(genocídio) quanto pela violência cultural(etnocídio) deste povo, que continua lutando bravamente para manter em pé nossas florestas, salvar nossos rios, enfim garantir o ecossistema equilibrado. Antes vistos como não civilizados, os índios nos dão exemplo de respeito à vida.
Pena não termos aprendido com eles! Talvez não tivéssemos tanta violência, tantas doenças, epidemias, pandemias de toda espécie, pois saberíamos que somos uno, parte do mesmo Cosmo, respeitaríamos mais nosso entorno ambiental, pois nos garante a vida. E dia a dia, perdemos a qualidade de vida, por valorizarmos o material em detrimento do essencial: respeito à Màe natureza, que nos dá colo, nos acolhe e garante nossa sobrevivência neste planeta abençoado.

Este texto não reflete necessariamente a opinião do BlogdoMadeira.

Quer enviar seu artigo? Envie com foto e RG para WhatsApp (35) 9.8859-6919. Ou [email protected]

Tags: Colaboradores · Opinião

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 38 meio putº // abr 19, 2021 at 17:53

    Certeza que o roberto. nunca foi ao MS e nunca teve que pagar pedágio e implorar pela vida nas barreiras que estes heróis indígenas fazem.

    A autora do texto também. Se conhecesse bem um índio de perto, nunca nem mencionaria esse pessoal num texto.

  • 2 roberto. // abr 19, 2021 at 11:51

    Nem precisa ler para elogiar de olhos fechado, ela só escreve textos que acrescenta, vou pular o texto abaixo para não ter que xingar.

Deixe um Comentário