Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Hospital de campanha para pacientes de Covid-19 é inaugurado em Varginha

junho 19th, 2020 · 7 Comentários

O hospital de campanha para pacientes com coronavírus foi inaugurado nesta sexta-feira em Varginha. A unidade começa a receber pacientes apenas na segunda-feira (22). O hospital funciona no campus da Universidade Federal de Alfenas (Unifal). O investimento foi de R$ 3 milhões. São 56 leitos, sendo cinco infantis, nove de emergência, além de equipados com respiradores.

A previsão inicial era de que o hospital fosse inaugurado em abril, depois foi adiado para maio. Serão 140 profissionais de saúde trabalhando no local.

O atendimento será exclusivamente para pacientes com Covid-19. Em princípio, o hospital seria de apoio para outras doenças, visando desafogar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que funciona em frente. Mas o projeto foi alterado.

“Em princípio, no nosso plano de contingência, objetivando separar síndrome gripal dos outros atendimentos, nós planejamos o hospital pra que fosse feita essa separação. Posteriormente, teve uma portaria do Ministério da Saúde colocando como exclusivo os hospitais de campanha para atendimento de Covid, então nós tivemos que adequar a essa questão”, explicou Rosana Morais, coordenadora de urgência e emergência da UPA.

“Nós tivemos muitas dificuldades, primeiro na questão dos equipamentos que foram importados e não chegaram ainda, tivemos que buscar outra alternativa, de instalar esses respiradores aqui, são oito no primeiro momento. E estamos aguardando uma nova remessa que compramos. Então o atraso foi em decorrência do atraso deste equipamentos e também do treinamento do pessoal. Tivemos dificuldade nessa contratação porque muitos acabarma sentindo o peso de ter que enfrentar um hospital nessa natureza e acabaram desistindo”, explicou o prefeito Vérdi Lúcio Melo (Avante).

A estrutura física conta com recepção, faturamento, enfermarias (2 setor que de imediato já vão receber pacientes e mais 3 que poderão entrar em funcionamento), UTI (com 8 leitos), farmácia, setor de raio X, setor Administrativo, setor de higiene e limpeza, refeitório, dormitório e sala de estar.

A estrutura do HCMUV foi montada na Unifal – Universidade Federal de Alfenas que gentilmente cedeu o espaço sensibilizada com o momento dessa pandemia.

Essa estrutura se somará a já existente na rede de saúde de Varginha que conta com quatro hospitais. “Apesar dessa estrutura é importante a população não relaxar nas medidas de prevenção que são o uso correto da máscara cobrindo nariz e boca, a higienização das mãos, o distanciamento e o isolamento social”, reforça o secretário municipal de Saúde, médico infectologista Luiz Carlos Coelho. Ele ressalta que principalmente que os quintais das casas não devem, nesse momento, serem usados para confraternizações e que as pessoas só devem sair quando extremamente necessário. “Estamos caminhando para um cenário preocupante com o aumento do número de casos de infectados com o coronavírus e se a população não puxar para si a responsabilidade, não teremos leitos para atender todos os pacientes”, alerta o secretário.

Na solenidade, compareceram parceiros que se dedicaram para a concretização desse HCMUV sendo todos aplaudidos pelo empenho nessa causa. Compuseram a mesa, o prefeito de Varginha Vérdi Melo, a presidente da Câmara Municipal vereadora Zilda Silva, os secretários municipais de Saúde Luiz Carlos Coelho e de Governo e Habitação e Desenvolvimento Social Honorinho Ottoni, representando a Unifal o professor Silvio Antônio Bueno Salgado e o procurador-geral do Município, Evandro Santos.

O prefeito de Varginha, Vérdi Melo ao fazer o seu pronunciamento agradeceu o empenho de todos que colaboraram com o HCMUV, como a equipe da UPA, e foi enfático ao afirmar que “Varginha venceu o primeiro desafio de conseguir montar um Hospital de Campanha e que prefere pecar pela precaução do que pela omissão”. Vérdi disse ainda estar atento e que poderá realizar a partir da próxima semana um mutirão que percorrerá principalmente os bairros onde muitos estabelecimentos comerciais não tem cumprido as regras do Decreto Municipal.

Ao final da solenidade, houve um momento de espiritualidade com a participação do pastor evangélico Paulo Marangão e Denise Costa, do Centro Espírita Francisco de Assis que com citações bíblicas ressaltaram a importância da fé juntamente com obras. A ausência de um representante da igreja católica deveu-se à comemoração do Dia do Sagrado Coração de Jesus, quando os padres tinham um momento on-line com o bispo da Diocese.

Logo após, houve o descerramento da fita na entrada do HCMUV e posteriormente, preservando o distanciamento, grupos de no máximo seis pessoas foram acompanhados para conhecer a estrutura que atenderá os pacientes.

Tags: Saúde · Utilidade pública

7 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Cidadã Indignada // jun 24, 2020 at 2:32 PM

    38 , USURPARAM meu apelido…que bosta…
    Eu concordo com vc!
    Vou ter que inventar outro pseudônimo.

    #Bolsonaro2022

  • 2 Cidadã Indignada // jun 24, 2020 at 1:43 PM

    38…
    Vá sentar no colo do Lula rapaz!

  • 3 38 // jun 23, 2020 at 5:43 PM

    120 mil habitantes e 5 mortes, hospitais vazios e pacientes se recuperando em casa.

    Acho que não eu quem precisa estudar.

    Cidadã, deixe de se indignar nas redes sociais e sites e vá para as ruas fazer alguma coisa pra população carente ou animais.

  • 4 Cidadã Indignada // jun 22, 2020 at 8:19 AM

    38 é o novo Vieira do blog.
    Grosso, metido a sabichão e palpiteiro barato.

  • 5 Tomaz Urbano // jun 21, 2020 at 7:55 AM

    Aposto que o Hospital chama: HOSPITAL DE CAMPANHA PREFEITO VERDI LUCIO MELO.

  • 6 Cidadão de mal // jun 20, 2020 at 9:05 PM

    Oi?? Vc come bosta, não é possível!
    Quem em sã consciência torce por um vírus?
    Onde é q está tudo sob controle? Pq em Varginha os casos estão só aumentando.
    Vai estudar seu retardado mental!

  • 7 38 // jun 20, 2020 at 8:13 AM

    Por mais que a esquerdalha tenha torcido pro vírus, pro caos e pras mortes, Varginha e o sul de Minas está tudo sob controle.

    O hospital vai ficar vazio, felizmente.

Deixe um Comentário