Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Páscoa: refletir a morte para celebrar a vida

abril 12th, 2020 · 3 Comentários

Hoje celebra-se a principal festa do Cristianismo.

Quando era criança, o significado era ditado pela professora de Religião: na-cer-de-no-vo (nascer de novo). Todo mundo pensando nos chocolates.

Mas a festa dos ovos de chocolate é precedida do sofrimento, do silêncio, da nossa única certeza, a morte.

Assim, a Páscoa nos convida a refletir de olhos bem abertos.

Jesus não está mais no túmulo. Ele precisa estar em cada um de nós.

E, para isso, é preciso abrir mão do egoísmo, do jeitinho brasileiro, do querer passar o outro para trás para “sobreviver”.

É preciso parar de buzinar -em plena quarentena-, fechar o carro do outro, xingar quem também está ansioso com a situação que todos vivemos.

É preciso respeitar a vida do terceiro, que pode estar fragilizado e pode ser infectado por você.

Vamos refletir nos motivos e no significado da morte da principal figura da religião.

Vamos tentar, pelo menos hoje, deixar de ser egoísta e pensar no próximo.

Melhor: vamos ensinar nossos filhos. Não com a palavra, mas com o exemplo.

Feliz Páscoa. Aqui vamos celebrar cada um em sua casa. Sem ovos de chocolate. Sentindo saudades dos familiares. Mãe, pai, Deus lhes dê muita saúde pra gente almoçar juntos na próxima Páscoa.

Feliz Páscoa aos queridos leitores do Blog (aos chatos, também, heheeh!!! É bom brigar de vez em quando).

P.S.: falei em mãe e pai, quando a gente se lembra de almoço de Páscoa, logo lembra das sobremesas deliciosas que a Dona Clara faz todo ano. E da autêntica bacalhoada portuguesa, que o seu Affonso não abre mão. Cozinhar é um ato de amor, de demonstrar que se importa com os outros. Dona “Crara”: apesar da sua mão cheia na cozinha, estamos sentindo mais saudade de vocês dois do que da comida. NÃO SAIAM DA CASA, VIU!!!! Abraços de toda a família!!!!

Tags: Opinião

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Edgard Ximenes Machado // abr 13, 2020 at 11:14 AM

    A essência, está também na gratidão.

    Na gratidão por termos um tesouro, um porto seguro que se chama Família;

    na gratidão por mais um dia de vida;

    por entendermos que a vida só vale a pena quando a alma não é pequena;

    que a ociosidade da quarentena nos dá oportunidade de refletirmos o quanto somos vulneráveis e que o presente é o reflexo de nosso passado;

    é lembrar sempre, que ELE ressuscitou ao terceiro dia.

    Parabéns, Marcus Madeira. Você tem origem, você alicerces. Conheci seus avós paternos e maternos. O materno tinha uma lavanderia e o paterno uma joalheria enfrente ao Theatro Capitólio.

  • 2 Julio // abr 13, 2020 at 7:56 AM

    Se nós cremos que Jesus ressuscitou nós não devemos ter medo da morte. Portanto devemos abrir e lotar nossas igrejas para celebrar a ressurreição de nosso senhor Jesus Cristo, e não ficar dentro de casa ou carro fazendo média. Os santos católicos foram decapitados, queimados vivos por amor a cristo, e nós estamos acovardados dentro de casa por causa de um vírus.

  • 3 Jose Daniel Moura de Sousa // abr 12, 2020 at 11:45 AM

    Que linda sua mensagem, meu amigo!

    NOTA DO BLOG: Obrigado, Daniel. A gente fica emotivo com a ausência de quem a gente gosta. Abraço pra vocês!!!

Deixe um Comentário