Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Arteris Fernão Dias completa 12 anos de concessão

fevereiro 12th, 2020 · 9 Comentários

Concessionária reduziu em 45,3% as fatalidades na rodovia. O número de feridos
teve queda de 39,2%, enquanto os acidentes caíram 18,9% (Foto: Arteris/Divulgação)

No dia 14 de fevereiro, a Arteris Fernão Dias completa 12 anos da assinatura do contrato de concessão da BR-381, trecho que vai de Contagem/MG a Guarulhos/SP. Em pouco mais de uma década, a soma dos investimentos em engenharia, com foco na segurança viária, às ações socioeducativas gerou a redução de 45,3% vítimas fatais. Dentro do período, o número de feridos teve queda de 39,2%, enquanto os acidentes caíram 18,9%.

Clique no título para mais informações.

“Os dados positivos são reflexo do compromisso assumido pela Companhia em melhorar as condições da rodovia e, principalmente, resguardar vidas. Nosso trabalho é contínuo, assim como nossa busca por resultados cada vez mais relevantes”, afirma o Diretor de Operações, Marcelo de Afonseca.

Foco em pessoas

Desde o início da concessão, a Arteris Fernão Dias desenvolve atividades com foco nos usuários e comunidades às margens da rodovia.  Sistematicamente, a concessionária realiza uma série de campanhas direcionadas a pedestres e aos diversos tipos de condutores, como Passarela Viva, Viva Ciclista e Tô de Cinto, Tô Seguro. Outros bons exemplos são as ações voltadas aos motoristas de veículos pesados, como Serra Segura, e Saúde na Boleia. A eficácia desse trabalho se comprova em números. As ocorrências envolvendo caminhões e carretas também reduziram, 21%.

Dentre as diversas iniciativas da empresa, ainda está o Projeto Escola. Somente no ano passado, o programa atendeu 54 instituições de ensino de 31 cidades ao longo da Fernão Dias, capacitou cerca de 1.700 professores e envolveu mais 26 mil alunos do de escolas públicas.

Investimentos e melhorias

A Arteris Fernão Dias investiu mais de R$ 2,3 bilhões na rodovia. Dentre as melhorias, estão a construção de 88km de faixas adicionais e 40km de vias marginais, além da implantação de mais de 600 mil metros de dispositivos de proteção e segurança, tais como defensas metálicas e barreiras de concreto. Também foram construídas 53 novas passarelas e instaladas cerca de nove mil lâmpadas a LED. Entre as obras ainda estão os trevos em desnível com alças em pista dupla, a conclusão do Contorno de Betim, a conclusão de nove trevos inacabados na época da duplicação da rodovia e a implantação da passagem inferior no km 477, em Contagem.

Em trechos sinuosos, a concessionária instalou linhas de estímulo à redução de velocidade, pórticos com luminosos piscantes e placas de advertência que alertam sobre curvas, declive, entre outros, além de radares em pontos estratégicos. Há ainda o apoio do Grupo Estratégico para Redução de Acidentes, o Gerar, que reúne diferentes profissionais que estudam e sugerem ações para ampliar a segurança na rodovia.

Sobre a Arteris Fernão Dias – Concessionária responsável pelos 562 quilômetros da rodovia Fernão Dias (BR-381), que liga as cidades de Belo Horizonte (MG) e São Paulo (SP), passando por 33 municípios paulistas e mineiros. A Arteris Fernão Dias tem sede na cidade de Pouso Alegre (MG) e possui contrato de concessão com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) até 2033. A empresa disponibiliza ampla estrutura de serviços aos usuários, o que inclui 223 câmeras de monitoramento, 12 bases operacionais, 23 guinchos, 13 viaturas de inspeção, 18 veículos de resgate, sendo seis com estrutura de UTI móvel, entre outros.  O atendimento é realizado por meio do 0800-283-0381. Saiba mais: www.arteris.com.br/concessionaria/fernaodias

Tags: Sul de Minas

9 Respostas Até Agora ↓

  • 1 A bom entendedor meia palavra basta // fev 17, 2020 at 8:10 AM

    Em tempo. A bom entendedor meia palavra basta. Vamos esmiuçar a questão das privatizações e das concessões, no Brasil e no mundo. Particularmente, sou adepto de ambas as práticas, cada uma para uma ou outra atividade econômica: no fundo entendo perfeitamente que a concessão por prazo longo…, e por analise é um processo que na realidade será sempre renovado, queiram ou não os que pregam demagogicamente que privatização é dar a outrem o filé mignon prá sempre! O Estado em qualquer pais do mundo é sempre um péssimo administrador, sem excessão, mesmo nas maiores economias.
    O Consenso de Washington foi uma recomendação internacional em 1989, e que recomendou principalmente: Item C) POLITICA DE PRIVATIZAÇÕES: reduzir ao máximo a participação do Estado na economia , no sentido de transferir a todo custo as empresas estatais para a iniciativa privada.
    Item d) Redução fiscal do Estado: reduzir os gastos do Estado através do corte em massa de funcionários, terceirizando o maior número possível de serviços, e diminuição das leis trabalhistas e do valor real dos salários, a fim de cortar gastos por parte do governo e garantir arrecadação suficiente para o pagamento da dívida pública.
    Particularmente eu entendo o seguinte: para exploração de petroleo, gás, exploração de minerais preciosos como ouro, titânio, cobre, prata, etc., o preferivel é o sistema de concessão por prazo determinado. Já para serviços como aeroportos, estradas de rodagem e estradas de ferro, o preferivel e o mais usado no mundo é o de privatização. Nós sabemos que o Estado é péssimo administrador, então é preferivel conceder ou privatizar esta ou aquela empresa, sem correr o risco de insucesso na administração da mesma. A forma usada como me referi acima, vai depender da atividade a ser privatizada ou concedida à iniciativa privada. Os paises mais desenvolvidos do mundo adotam as duas táticas, especificando que prá cada caso aplica-se uma tática determinada, conforme relatei acima.

  • 2 Novo Aqui // fev 15, 2020 at 6:25 PM

    Obrigado.

  • 3 Novo Aqui // fev 14, 2020 at 4:47 PM

    Caro moderador, por que meu comentário foi censurado? Percebo que os outros comentários que criticam os governos petistas você liberou.

  • 4 Cidadão brasileiro prá frente // fev 14, 2020 at 1:27 PM

    Nos governos petistas de Lula, a pressão para privatizar as rodovias era muito grande, mas o partido não queria abrir mão dos dogmas politicos do PT. Explicando melhor, não aceitava privatizar e após delongas e discussões acaloradas, acabou aceitando a solução de adotar o sistema de Concessão por prazo determinado. Mesmo correndo o risco de contrariar os dogmas partidarios…, aceitou o sistema menos traumatico para o PT, já que após um periodo de X anos, o contrato de concessão terminaria e voltaria para o controle do governo. Mas tudo bem, já que não havia verbas suficientes para promover as melhorias que as rodovias precisavam urgentemente… Para o partido, valeu o lema “Dos males… o menos traumático…” Naquele momento os petistas contavam com a permanência no governo por mais tempo do que o esperado… Felizmente isso não aconteceu, “deu zebra…”
    Dilma foi deposta e acabou nossa fonte maior dos males ocorridos no Brasil, tais como fim da quebradeira da Petrobrás, vitória da oposição com boa margem de votos…
    No momento torcemos para que esse passado petista fique somente na história, torcemos para que nosso eleitor continue votando nos candidatos certos, sem vinculo com o comunismo e com os oportunistas que ganharam rios de dinheiro às custas do povo brasileiro pacato, trabalhador e muito inocente…
    A M E M !

  • 5 Novo Aqui // fev 13, 2020 at 6:06 PM

    O Zé, é só isso que peço.

  • 6 Cidadão brasileiro prá frente // fev 13, 2020 at 1:11 PM

    O problema herdado dos governos petistas com o excesso de benesses e bolsas à vontade…, e essa ilusão de pais acostumado com mamatas e doce far niente… tem um momento que vem a conta, e é ai que a chiadeira é generalizada… É muito facil criar direitos e benesses à vontade. Refeitas as realidades com o tempo, meus amigos… a conta sobra pra todo mundo. Nosso pais é um dos maiores paises do mundo em extensão territorial, e além disso, tem riquezas à vontade em seu solo, ainda siquer descobertas: para explorar essas riquezas e tirar proveito delas, basta cada um dar o exemplo e oferecer o seu quinhão de esforço, trabalho e dedicação para trasformar nosso pais em uma das maiores potencias do mundo. Vamos citar um exemplo: o Japão é um arquipélago estreiro e comprido, composto de dezenas de ilhas, mas seu povo é um exemplo de tenacidade, de trabalho, de superação frente aos inúmeros problemas que surgiram, após a derrota após a 2ª. Guerra Mundial, mas a vontade de lutar arduamente para superá-los transformou a nação em uma potência mundial. Já pensaram se o povo japonês, com sua tenacidade habitasse um pais imenso e rico como o Brasil ? Seriamos a 1ª. Potência mundial, superior até aos Estados Unidos e paises europeus. Trabalho…, menos chiadeira… mas principalmente muita tenacidade em superar problemas (como os japoneses), dedicação, mas repetindo: menos chiadeira… basta querer para chegarmos lá, ESSA É A RECEITA QUE É INFALIVEL, BASTA NÓS QUERERMOS … Vamos deixar de lamúrias e frescuras que não chegam a lugar nenhum e vamos imitar os japoneses? BASTA QUERERMOS E COM O TEMPO TUDO É POSSIVEL, SÓ DEPENDE DE CADA UM DE NÓS. TRABALHO, BASTANTE ESFORÇO E MUITA DEDICAÇÃO! COM O TEMPO NÓS CJHEGAREMOS LÁ!!!

  • 7 Zé Manezinho // fev 13, 2020 at 8:47 AM

    Oi senhor “Novo Aqui”! Viva a democracia! Continuemos assim: O senhor vota no Lula e eu e outros 57 milhões de brasileiros continuamos votando no Bolsonaro. Abraço!

  • 8 Novo Aqui // fev 12, 2020 at 6:18 PM

    Cidadão, você não leu o título. Vamos fazer as contas : 2020 – 12 = 2008. Em 2008 o presidente era? LULA; e o preço do pedágio começou com R$ 1,00 ao contrário dos pedágios de São Paulo (PSDB) que custavam a partir de R$ 6,00.

  • 9 Cidadão brasileiro prá frente // fev 12, 2020 at 1:55 PM

    Quem se lembra que o Pt, nas administrações Lula e Dilma eram peremptoriamente contra as privatizações ? Eis a resposta aos destrambelhados petistas que só atrasaram o desenvolvimento de nosso pais, quase quebraram a nossa maior empresa Petrobrás, roubaram à vontade e graças a Deus são hoje cartas fora do baralho…
    Torcemos para que continue assim… para bem de todos e felicidade geral da nação…

Deixe um Comentário