Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Médicos de Varginha reclamam de condições de trabalho

janeiro 21st, 2020 · 8 Comentários

Categoria ameaça paralisar, se reivindicações não forem atendidas

Em assembleia geral realizada na noite de 6ª feira, 17 de janeiro, os médicos vinculados à Prefeitura Municipal de Varginha, reclamaram do que classificam como “triste realidade da saúde no município e falta de respeito da gestão com a categoria”.

A assembleia foi presidida pelo secretário-geral do Sinmed-MG, Jordani Machado, acompanhado da advogada Paloma Marques, do escritório de advogacia parceiro do sindicato e dos delegados sindicais em Varginha, Armando Fortunato e Adrian Bueno.

Muitos médicos relataram que foram surpreendidos com descontos de vencimento sob a rubrica “faltas injustificadas” e segundo eles não houve ausência dos profissionais, os quais compareceram ao trabalho e atenderam as demandas existentes.

Além disso, eles reclamaram da defasagem na remuneração, “péssimas condições de trabalho sendo que muitos utilizam equipamentos próprios para realização de procedimentos, falta de equipamentos, insumos necessários ao atendimento e salas para o atendimento dos pacientes”.

Os médicos reclamam que possuem um plano de carreira que precisa ser readequado para garantir os direitos da categoria e enfrentam dificuldades em gozar as férias-prêmio.

A categoria vai apresentar as reivindicações da categoria ao prefeito e à Secretaria Municipal de Saúde.

O Sinmed-MG estará aguardando o agendamento dessa reunião e caso não haja nenhum retorno, os médicos poderão realizar paralisações pontuais dos atendimentos.

A Secretaria de Saúde ainda não recebeu as reivindicações e vai se manifestar após o recebimento formal do documento.

Fonte: Sinmed-MG, 20 de janeiro 2020

Tags: Política · Saúde

8 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Hilário 2 // jan 21, 2020 at 8:17 PM

    Se não estão satisfeitos peçam as conta e vão trabalhar em seus consultórios.
    Afinal querem é cabide de emprego, trabalhar mesmo que é bom não o fazem.

  • 2 38 // jan 21, 2020 at 4:54 PM

    Não está satisfeito? Peça pra sair e deixe a vaga pra alguém que não seja MERCENÁRIO como 99% dos médicos de Varginha.

    “medicina por amor” – ao dinheiro.

  • 3 Apavorado // jan 21, 2020 at 4:30 PM

    Sr. Madeira. tive acesso a pauta da reunião através de um médico que não esteve na assembléia. O sindicato não retratou bem. Transcrevo-a e pode verificar a veracidade.
    1. Se for para cumprirmos o horário, que seja pago o justo, que é a remuneração proposta pela FENAM(Federação Nacional dos Médicos).
    2) Melhores condições de trabalho para a classe médica; 3) Flexibilização da carga horária; 4) liberdade para pedir férias prêmio da Prefeitura pelo tempo que julgar necessário, de acordo com o tempo de serviço; 5)Plano de carreira com cargos e salários diferenciados dos outros concursados da Prefeitura; 6) Demissão imediata daqueles que não apoiam a categoria. Assinado pelo Presidente da AMV e Delegado Sindical e pelo Diretor de Assuntos do Interior(ambos na foto).
    Isso é no mínimo cara de pau. Esses médicos , a grande maioria, não tem a titulação que tem um professor; tem a mesma titulação que um Engenheiro, etc… tem carga horária reduzida e estão insatisfeitos?(peçam conta e saiam pois a maioria não depende de salários da Prefeitura).
    Não querem bater ponto? não querem ser descontados por faltas? querem diferença dos demais servidores? Em que mundo acham que estão? Pior são os nomes que encabeçam o movimento…
    E não me venham com leréia de que estudaram muito, gastaram muito ara se formar e salvam vidas. Nada diferente de um professor(ou melhor os professores salvam muito mais vidas).
    Absolutamente apavorado com tamanho descaso com as pessoas, com a coisa pública, com a sociedade. Desculpe não falar meu nome, mas ainda posso precisar me consultar.

  • 4 Cidadão alerta // jan 21, 2020 at 3:26 PM

    A Prefeitura de Varginha finalmente resolveu fazer algo contra esses predadores do dinheiro público e eles ainda resolvem se fazerem de vítimas? O que os faz pensar que eles devam ser os únicos servidores que não precisam cumprir com a carga horária? Eles precisam de mais tempo livre para continuarem a explorar a população e o SUS?

  • 5 Ed Martínez // jan 21, 2020 at 1:00 PM

    Com a palavra o secretário de saúde, aquele que esconde do povo. Agora os médicos precisam melhorar muito o atendimento também, na policlínica central tem um cardiologista que é o símbolo do mal atendimento, é um fazedor de receitas. Mas um vez o povão sendo o maior prejudicado.

  • 6 Hilário // jan 21, 2020 at 10:53 AM

    Se os médicos estão insatisfeitos com as condições de trabalho, imagine como estão os pacientes que precisam de consulta e não tem data, não tem médico, não tem aparelho disponível… Até conseguir isso tudo já se passaram 6, 9, 12 meses e quem sabe o paciente já até morreu!
    Agora, se estão insatisfeitos é só pedir o boné e tchau!
    Acredito que deva ter outros médicos interessados em trabalhar.

  • 7 Jose // jan 21, 2020 at 10:48 AM

    E quando internam paciente pelo SUS e cobram o procedimento como particular, inclusive tem vereador que adota esta pratica…. Disso ninguém reclama.

  • 8 Mario // jan 21, 2020 at 10:37 AM

    Só tem milionário na foto. O CAPS e a APAE de Varginha estão pedindo socorrro faz tempo e ninguém faz nada. A sala dos médicos na upa tem de tudo. Ponham a mão na consciência doutores, pelo amor de Deus. Faz um movimento aí pra prefeitura construir um CAPS e uma APAE com dignidade para as pessoas.

Deixe um Comentário