Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Audiência Pública discute regulamentação de serviços de transporte por aplicativos

outubro 19th, 2019 · 4 Comentários

O plenário da Câmara Municipal de Varginha ficou lotado na noite da última quinta-feira (17), durante a realização da audiência pública que teve como objetivo debater o Projeto de Lei nº 54/2019, de autoria do Executivo, que trata da regulamentação do transporte de passageiros por meio de aplicativos no município.

Para ler a notícia completa clique no título.

A reunião contou com a presença do presidente da Câmara, vereador Dudu Ottoni, dos vereadores Carlos Costa, Cláudio Abreu, Buiú do Ônibus, Dr. Alencar Faleiros, Joãozinho Enfermeiro, Leonardo Ciacci, Zilda Silva, Carlúcio Mecânico e Marquinho da Cooperativa. A mesa para os trabalhos foi composta pelo assessor Jurídico do Legislativo Juliano Comunian; pela sub-procuradora do Município, Dra. Ana Paula de Abreu; pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário, José Paulino Neto; pelo comandante da Guarda Civil Municipal, Gerson Alves da Trindade; pelo supervisor do Transporte Coletivo Urbano e de Táxi de Varginha, Gladston Cardoso; pelo presidente do Sindicato dos Condutores Autônomos Rodoviários da Zona Sul de Minas Gerais, Arnaldo Sandro Tavares; pela representante da Autotrans, Janine Silva de Almeida Ramalho e pelo presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativo, William Duque da Silva Pontes.

Para o vereador Carlos Costa, que propôs a realização da audiência, ouvir todos os lados garantirá a elaboração de uma norma que atenda a realidade dos profissionais e dos usuários do serviço, dando total respaldo à atividade.

“Estamos aqui para ouvir as necessidades da classe e para trabalharmos em emendas, sejam elas aditivas, supressivas ou corretivas, de forma que ela tenha a participação de todos e efetivamente atenda o maior número de pessoas possível, pois da forma que o projeto foi apresentado, ele não pode passar”, disse o parlamentar.

De acordo com William Duque, nenhum motorista de aplicativo ou representante da classe foi ouvido durante o processo de elaboração do projeto de lei e destacou que uma contraproposta, assinada por 60 motoristas, foi elaborada pela associação e será encaminhada aos vereadores.

“Hoje nós somos mais ou menos 600 motoristas em Varginha e nenhum de nós é contra a legalização do aplicativo ou está a favor da viagem clandestina. Acontece que o projeto apresentado tem dois pesos e duas medidas e como isso é possível se o objetivo é beneficiar a população da cidade”, pontuou.

Ao final da reunião, Dudu Ottoni agradeceu a participação de todos os presentes e ressaltou que todos os apontamentos realizados durante a audiência serão analisados pelo Legislativo e que o projeto com as devidas sugestões deverá ser apresentado para apreciação de todos. Ele ainda tranquilizou a população quanto a suspensão dos serviços no município.

“Nós não estamos aqui querendo acabar com nenhum tipo de serviço, o que queremos é que a população tenha acesso a serviços de qualidade e que ele seja regulamentado. Todos os trabalhadores podem ficar tranquilos, pois o Legislativo está empenhado em votar esse projeto com tranquilidade, uma vez que ele é muito complexo e todas as situações devem ser analisadas caso a caso, por isso a realização dessa primeira audiência pública”, destacou Dudu.

Tags: Política

4 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Cidadão varginhense // out 21, 2019 at 3:26 PM

    Desculpem meus prezados…, esqueci de comentar o seguinte. Ao invés da câmara ficar discutindo aquilo que facilita a vida do varginhense qual seja o barateamento do pratico e rápido meio de transporte, a preços populares; através do sistema Uber.,.., mas não… ninguém está pensando nisso não… , da mesma forma que seria muito mais louvável tentarem soluções que poderiam viabilizar a permanência da fábrica Standard Cooper em nossa cidade, não acham? Estamos perdendo 1.200 empregos, numa época em que nossa cidade atravessa uma crise econômica lastimavel… para todos nós…, e pasmem-se: ninguém procurou dialogar com a direção da fábrica para tentar solucionar e facilitar a permanência da mesma em Varginha!
    Enfim, repetindo aquilo que se diz nos quatro cantos da cidade: Varginha é, infelizmente…, a cidade onde Judas perdeu as botas…. e segundo consta, até hoje ninguém achou as referidas perdidas ou sumidas… pode? …

  • 2 Porco caipira // out 21, 2019 at 12:03 PM

    Vergonha do que Varginha se tornou!
    Retrógrada e politiqueira sob interesses escusos…

  • 3 Cidadão varginhense // out 19, 2019 at 8:18 PM

    Frescurite aguda, disfarçada do interesse em brecar a atividade que é legalizada e 100 por cento em atividade no mundo evoluido de hoje… mas que estão atendendo simplesmente aos interesses da classe de motoristas locais que cobram preços extorsivos…., eis a realidade politica da câmara municipal de Varginha, a cidade onde judas perdeu as botas e ninguém, até hoje consegue achar as respectivas perdidas ou sumidas, como queiram… Atenção, eleitores varginhenses, daqui pra frente, votem naqueles que são inteiramente interessados em atender aos interesses do cidadão varginhense.
    NÃO SE ILUDAM, DAQUI PRA FRENTE, DAQUI PRA FRENTE, PENSEM MUITO ANTES DE DAR SEU VOTO A QUEM ESTÁ CONTRA OS INTERESSES DO CIDADÃO VARGINHENSE. E TENHO DITO E TERMINO!

  • 4 Davi // out 19, 2019 at 7:51 PM

    essa atual gestão é tão incompetente que não enxerga o mal que causa para os cidadãos de Varginha…Já não fazem nada para melhorar os investimentos na cidade e propiciar oportunidades de emprego a quem precisa e ainda se reúnem “demagogicamente” para dificultar a vida de quem consegue um meio para viver! Varginha em péssimas mãos…

Deixe um Comentário