Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Presidente da ACIV participa de Seminário de Prevenção à Violência Doméstica da Polícia Militar

maio 22nd, 2019 · 1 Comentário

Nesta segunda-feira (20) o presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha, Anderson de Souza Martins, participou do Seminário realizado pela Polícia Militar, no Teatro Mestrinho. O evento é referente à Semana de Prevenção à Violência Doméstica, realizada pela PM.

O seminário teve como tema “Estratégias de Enfrentamento à Violência Doméstica pela PMMG”. O palestrante foi o Major PM Cleide Barcelos dos Reis Rodrigues, Comandante da Companhia de Prevenção à Violência Doméstica de Belo Horizonte.

A Polícia Militar de Minas Gerais, possui em seu portfólio de serviços a Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD), que atua na precaução deste crime decorrente nos dias atuais contra as mulheres. Visa, junto aos outros órgãos da rede de enfrentamento, um ciclo completo de atendimento, com sua missão e metodologia específica, sendo referência em segurança pública.

Desta forma a Polícia Militar de Varginha, representada pelo 24º BPM, está realizando essa Semana de Prevenção, cujo objetivo principal é quebrar o ciclo da violência contra a mulher, protegendo a vítima e impedindo novas agressões.

Maiores informações: (35) 3068-2015.

Tags: Responsabilidade social

1 Resposta Até Agora ↓

  • 1 Edgard Ximenes Machado // maio 22, 2019 at 11:08 AM

    Chega ser preocupante o tema do seminário que foi realizado não só em função de Varginha mas como em todo Brasil.

    Estamos vivendo e convivendo com uma realidade em que o machismo latino deixou de ser slogan para transformar em uma triste conjuntura.

    Primeiro… a paquera, depois o namoro e noivado enfim o tão sonhado casamento que é um contrato bilateral solene e jurídico com várias testemunhas e com a promessa de serem felizes para sempre…

    A prevenção à Violência Doméstica deve levar em consideração que a mulher não é propriedade particular do marido, mas sim, companheira idolatrada para entre outras coisas, procriar e dar bons exemplos aos filhos que são fruto do ambiente.

    A mulher por sua vez, deve contribuir na medida do possível para que o dia a dia de seu consorte seja um espaço de ternura, incentivando o a abandonar seu coração nas mãos de DEUS.

Deixe um Comentário