Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Opinião HRSM: filho feio não tem pai

maio 1st, 2019 · 13 Comentários

Filho só tem pai quando não dá prejuízo. Na hora do aperto, some todo mundo.

Essa é a condição em que o Hospital Regional do Sul de Minas vive há décadas.

Em 1997, quando assumiu a prefeitura pela segunda vez, Antônio Silva fechou o pronto-socorro do centro. Alegou queda de 54% no repasse do ICMS, principal imposto estadual destinado aos municípios.

O hospital quase fechou naquela época.

Mas a dívida da instituição já existia há muito tempo.

É um hospital do Estado. Que indica, juntamente com políticos locais, os nomes que compõem sua direção.

Mas, na hora de colocar a mão no bolso, o Estado some.

Quando governador, perguntei a Aécio Neves por que o Estado não destinava recursos para o hospital.

Ele disse que destinava recursos para compra de equipamentos e insumos. Mas não respondeu por que o Estado não pagava os salários dos funcionários.

A prefeitura, historicamente, auxilia o hospital com subvenções.

Mas o valor nunca tapou o buraco.

Deputados, como Dimas Fabiano e Diego Andrade sempre destinam parte das emendas para o Regional.

Mas os recursos são utilizados para reformas e compra de equipamentos e material.

Os salários não entram na conta.

Os vereadores aprovaram subvenção no valor de R$ 540 mil para o Regional. Dá um fôlego, embora a instituição tenha uma dívida de R$ 53 milhões.

Minas atravessa uma das piores crises financeiras.

Infelizmente, não é agora que o pai do Hospital Regional vai aparecer.

Tags: Política · Saúde

13 Respostas Até Agora ↓

  • 1 marco aurelio // maio 2, 2019 at 9:15 AM

    por onde o ParTido das trevas passa fica só dividas.nunca vi pessoas que roubam tanto.

  • 2 Delcídio do Amaral // maio 1, 2019 at 5:25 PM

    Tem médicos que recebem duas vezes, o repasse do SUS, e ainda cobram da família que sem saber acabam pagando, que no
    momento da fragilidade abusam da boa vontade dos familiares.
    Saúde e promoção a saúde é direito de todos, e está previsto na constituição.

  • 3 Fidelis // maio 1, 2019 at 5:09 PM

    Complicado. O PT acabou a saude

  • 4 Pedro César // maio 1, 2019 at 1:51 PM

    O hospital deve funcionar no regime de consórcio. Yoda cidade que dali usar, deve ajudar nas despesas.
    Exemplo do SAMU, o regimento via consórcio dá certo.
    É injusto somente Varginha custear com tudo!
    Fica uma dica ao Zema, no hospital somente cargos de pessoas concursadas e o regimento de consórcio.

  • 5 Eu Aqui // maio 1, 2019 at 12:38 PM

    Como diz o nome o hospital é regional. A prefeitura esta certa não pode ficar colocando dinheiro lá direto. O hospital recebe pessoas de várias outras cidades. As cidades aqui perto gastam dinheiro com shows, festas e até estatua de mutuca, e não dão nenhum centavo para o hospital mas quando precisa manda vários doentes para internar e fazer procedimentos no Regional.

  • 6 Delcídio do Amaral // maio 1, 2019 at 9:36 AM

    Cara Gisele, você faz parte da corja! XXXXX do Setor de empregos, que perdeu pra vereador ganhou um cargo dentro do hospital, da irmã, só pra fumar cigarro na bela sacada da diretoria do hospital.
    Procurem se informar sobre a irmã dele. Chegou a hora vou jogar merda do ventilador.

  • 7 AL // maio 1, 2019 at 8:51 AM

    Eis que chega a herança de 16 anos de PT no poder.

    TODAS as instituições estão falidas, mal sabe o Bolsonaro a furada que se meteu.

  • 8 Devlin Pacheco // abr 30, 2019 at 8:12 PM

    O HRSM é do Estado. E como tudo que é do Estado está fudido – o termo mais correto a ser utilizado é este mesmo. Ainda bem que o HPB é da prefeitura porque senão a situação estaria 2x pior. Engraçado é ler que “…na gestão do PT isso não acontecia…” e chegar à conclusão de que gente com memória seletiva (ou cérebro atrofiado) nunca vai acabar… O Estado ficou assim porque o PT o deixou assim; O país ficou assim porque o PT o deixou assim. Enquanto um bando de bobos permanecerem brigando pela bandeira desse ou daquele partido, nada mudará…

  • 9 Ex Funcionário // abr 30, 2019 at 6:05 PM

    Que a verdade seja dita! Entra partido e sai partido, são oferecidos INÚMEROS CARGOS, ou seja o Hospital é um cabide de empregos, a política manda lá dentro, cá entre nós criem vergonha na cara e parem de roubar senhores administradores, médicos e funcionários (do alto escalão), que até aposentados já estão e continuam mamando nas custas do povo sofrido e doente, isso é pecado! Investiguem ministério público em 2016 já fiz minha denúncia aqui.

  • 10 Hugo // abr 30, 2019 at 4:05 PM

    PT da de sacanagem ne amigo

  • 11 olá clarice... // abr 30, 2019 at 3:49 PM

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk volta pt!!!! tá de brincadeira seu zero 2, kkkkkkkkkkkkkkkkk o Hospital era adiministrado por um certo vereador do PT, kkkkkkkkkkk ah fala sériooooooo, pt nunca mais, xô bruxa do 71 xô sapo barbudo comunista kkkkkkkkk, essa é buena, chama o Maduro para administrar então kkkkkkk

  • 12 Antonio Belo Sobrinho // abr 30, 2019 at 12:00 PM

    53 milhões é um grande obstáculo do HRSM. O Estado precisava assumir isto no seu orçamento. A prefeitura não consegue liquidar a dívida sozinha.

  • 13 Gisele // abr 30, 2019 at 10:52 AM

    Na gestão do PT isso não acontecia, reformaram o Hospital, ficou um brinco de bonito, na gestão do Rogério não existia dívida, criaram isso agora. Volta PT, pelo amor de Deus!

Deixe um Comentário