Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – marcus@blogdomadeira.com.br

“Graças a Deus é um problema escalar o repertório”, diz Erasmo Carlos

maio 15th, 2019 · 1 Comentário

Do lado de cá da linha, aguardo Erasmo atender. Sempre é uma incógnita entrevistar artista. Tem de tudo. Estrela, arrogância etc.

Mas também tem gente simples como a boa música deve ser. E tem sido assim com os artistas que vêm a Varginha, dentro do Projeto Na Rota da Boa Música. Roberta Campos, os músicos do 14 Bis, Mart’nália, Renato Teixeira, João Bosco… Tudo gente boa.

Mesmo assim, fiquei na ansiedade. Putz, o “Tremendão”, com mais anos de carreira do que eu de vida. Aiaiai…

De repente ele atende o telefone. “Oi, tudo bom cara?”.

Falou por mais de 15 minutos sobre sua carreira, os prêmios que recebeu, a Jovem Guarda, o trabalho atual, sem nenhuma arrogância, com a maior humildade.

O músico ganhou o Grammy Latino, fizeram um filme sobre a vida dele, participa de outra produção de TV, está prestes a lançar um livro de poemas de amor para a esposa Fernanda, teve uma música escolhida pra trilha sonora de Malhação. Em cima da carne seca e, continua um gigante gentil.

E foi isso que o público viu em Varginha. Um show histórico, com um artista à disposição, falando de sua vida, brincando com os altos e baixos da vida.

“Bicho, isso me deu um ânimo, um incentivo tão grande, que acabei sendo indicado pro Grammy Latino, excelência musical da América Latina. Fiquei muito feliz, porque além de estar recebendo esse prêmio pela minha obra, estava concorrendo também, este ano, como melhor música e melhor disco, pelo álbum Amor é isso. Então estou muito feliz, pela obra que fiz e pelo que estou fazendo, estou vivo, antenado”.

“Tinha um tempão que eu não vinha a Varginha, né cara? É o último trabalho, a tour que a gente tem feito é do disco Amor é isso. É um álbum que o conceito é o amor, aquele amor grande, infinitamente elástico, que cabe sempre mais um amor no coração da gente. Já fizemos quase o Brasil todo. Tem algumas canções novas e aqueles sucessos que a gente sempre tem que cantar. Pra mim é um problema escalar o setlist, graças a Deus, ‘bicho, tem coisas da Jovem Guarda, dos anos 60 e 70, tem coisas de agora. É difícil agradar a todos, mas sempre tem que mexer no repertório, e assim é a vida da gente, sempre administrando o repertório pra todo mundo gostar”.

O público de Varginha gostou, Erasmo.

O show foi realizado pelo Projeto Na Rota da Boa Música, que permite a vinda de grandes artistas a preços populares. A contrapartida é um livro para doação a uma biblioteca comunitária e a realização de uma peça infantil, de graça, na praça.
Realização da Plural Cultura e Entretenimento, com patrocínio da Claro e parceiros locais: Cachaçaria Água Doce, Tríade Vigilância e Segurança, Buffet La Cumparsita.

Tags: Cultura · Lazer

1 Resposta Até Agora ↓

  • 1 Edgard Ximenes Machado // maio 15, 2019 at 5:12 PM

    Sob a liderança e iniciativa da Produtora Cultural Cláudia Guimarães, o projeto Na Rota da Boa Música tem proporcionado a Varginha e região eventos de qualidade.

    Cláudia é gerente de Produção da Orquestra Filarmônica de BH

Deixe um Comentário