Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Denúncia de maus tratos a cão de plástico

maio 10th, 2019 · 6 Comentários

Uma pessoa de Baependi, aqui no Sul de Minas, fez uma denúncia contra um casal de idosos que moram na zona rural da cidade. Era uma denúncia de maus tratos a um cão da raça rottweiler.

Segundo a ocorrência, o cão ficava vários dias sem se alimentar, preso a uma corrente e exposto ao sol, estando sempre no mesmo lugar.

Uma equipe da Polícia Militar do Meio Ambiente de São Lourenço foi até a fazenda, que fica em Baependi, a quase 40 km de distância. A hora que os militares chegaram, constataram que, na verdade, era um cão de plástico, utilizado na decoração de jardins.

Ah, o “cão” não sofreu maus tratos dos donos. Foto e informações: PousoAlegre.news, com apuração do blog junto à jornalista Mayara Gouvêa, de São Lourenço.

Tags: Geral

6 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Direto e reto // maio 10, 2019 at 7:50 AM

    Agora deveriam, expor a fofoqueira funcional…

  • 2 AL // maio 10, 2019 at 6:10 AM

    Do mesmo jeito que não leem placas, anúncios, livros, jornais, revistas e etc.; esta geração mimimi não presta atenção em nada e corre chorar no cantinho.

    Perder o tempo da PM com coisa inútil é o fim dos tempos.

    PS: que foi engraçado, foi.

  • 3 SUGESTOR // maio 9, 2019 at 11:51 PM

    E eu, que achava que já tinha visto de tudo neste mundo…

  • 4 O Caipirinha // maio 9, 2019 at 8:32 PM

    Uai sô: Nois aqui no Brasil nois conta piada di purtugueis. Agora la em Purtugual, eles conta piada é di brasilero. Agora esta istoria de cachorro di prastico pra eles la, vai ser um prato cheio, Os purtugueis vai ri dimais da conta nas nossas custa. Né mesmu?

  • 5 Brasileiro descrente // maio 9, 2019 at 6:46 PM

    Como estamos no pais do faz de conta… ainda se confude cão de plástico com o original, de carne e osso… E SALVE-SE QUEM PUDER…

  • 6 Otávio // maio 9, 2019 at 5:23 PM

    Redes sociais tinha que ser proibido para pobre e analfabeto.

Deixe um Comentário