Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Há muito mais joias que a do infinito de Vingadores

maio 13th, 2019 · Sem comentários

Você pode até não ter assistido o filme (pode ficar tranquilo que não haverá spolier nessa coluna) e também ter ido assistir apenas esse Vingadores: Ultimato sem ao menos ter assistido qualquer outra filme do universo da Marvel, não importa, você está sendo manipulado pela joia do imediatismo (calma que vou explicar)

Em nenhum momento da historia cinematográfica da Marvel, considerando como início o filme do Homem de Ferro (2008), não houve  um filme que podemos dizer que foi um fracasso. Os números de bilheteria, arrecadação e principalmente ter indicações ao Oscar 2019 como foi o caso de Pantera Negra, só evoluíram deste então.

Mas por que essa febre agora dos Vingadores Ultimato? Seria só porque é fim de uma sequencia de filmes desde 2008? Talvez não seja só isso.

Entender esse movimento espantoso que a Marvel Studios proporcionou, principalmente no Brasil, vai muito além de curiosidade e de ser fã. Estamos vivendo uma era do imediatismo e também da providência heroica.

O sentimento de querer a resposta para “ontem” é um dos maiores motivadores para uma sociedade que questiona de tudo! Veja por exemplo a campanha presidencial de 2018, na qual foi escolhido o candidato que pouco teve tempo para televisão, utilizou em boa parte sua campanha em redes sociais, pouca verba de publicidade e propaganda, mas com um discurso único e imutável que prometia resolver de uma vez por todas os principais anseios da sociedade, de forma rápida e simples. (Não estou defendendo ou criticando ninguém, apenas vale a reflexão para o fenômeno ocorrido).             

Mas você deve perguntar que o sucesso não foi só no Brasil , mas sim no mundo inteiro. SIM!!!! Como uma joia da manopla, o efeito social que estamos vivendo como habitantes desse planeta é dominante.

Todos querem respostas rápidas, simples e definitivas! Todos querem um estalar de dedos que as coisas se resolvem, querem um “salvador” para resolver os problemas e assim seguirem em frente em suas vidas. Porém, as pessoas devem entender que tudo isso é só possível na ficção, que ainda somos donos da nossa joia do destino!

Gostou dessa coluna, quer trocar mais ideias sobre assunto?  Mande um e-mail para [email protected] ou no instagram @caldonazo.

Tags: Colaboradores

0 Respostas Até Agora ↓

  • Não existe comentário ainda. Deixe o seu comentário preenchendo o formulário abaixo

Deixe um Comentário