Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Tsoukalos: “Varginha é um dos maiores casos da ufologia moderna”

dezembro 9th, 2018 · 3 Comentários

Giorgio Tsoukalos é talvez a figura mais conhecida das pesquisas ufológicas atuais. Não apenas por seus méritos como apresentador de TV, mas por um meme que viralizou e tornou o programa Alienígenas do Passado (History Channel) mundialmente famoso. Giorgio está no Brasil para o Ufo Summit 2018, junto com seu mentor, o escritor Erich von Daniken, autor de “Eram os Deuses Astronautas?”.

O envolvimento de Tsoukalos com aliens começou ainda criança. “Tenho muito que agradecer minha vó por isso”, conta. Às vezes ela lia para ele dormir Atlantis (de Edgar Cayce) e o clássico “Eram os Deuses Astronautas?”.

Para ler matéria completa, clique no título.

Além das leituras da vó, “conversas sobre civilizações antigas eram frequentes na mesa de jantar” da casa de Giorgio, que nasceu em Lucerna, na Suíça, em 1978. Aos 14 anos ele leu o livro de Daniken e pavimentou de vez seu envolvimento no tema.

Antes de se tornar um símbolo do nicho de fãs e pesquisadores da cultura ufológica, ele ainda se formou em Nova York (1999) em comunicação esportiva e produziu eventos de fisiculturismo (uma busca rápida na internet revela fotos dele com o astro Arnold Schwarzenegger e outros marombados famosos) e de ciclismo, até 2005.

Se a linha de eventos não estiver errada, o produtor fundou a revista Legendary Times, o veículo oficial da Ancient Astronauts Society (Sociedade dos Antigos Astronautas), em parceria com o próprio Daniken.

“A publicação serviu de base para muitas ideias exploradas em Alienígenas do Passado”, ressalta o pesquisador. Foi na revista que o envolvimento dele com aliens se intensificou. E sobre o impacto do próprio programa entre pesquisadores e a comunidade científica, Tsoukalos não tem dúvida de seu tamanho.

“Basta olhar cada temporada do programa. Nas mais recentes três ou quatro temporadas há muito mais cientistas e professores de universidades”, aponta. “Posso garantir que eles se voluntariam e ninguém segura uma arma na cabeça deles”.

“A grande questão sobre a Teoria dos Antigos Astronautas é que ela combina muitas vias diferentes de ciência e pesquisa. Em condições normais, um egiptólogo não conversaria com um estudioso da cultura maia. Por que não?”, questiona ele.

“Por que não discutir a correlação na construção das pirâmides? Por que não estudamos a possibilidade da cultura humana ser ainda mais antiga?”, continua ele, para logo depois responder: “Acho que sugerir que nosso passado coletivo vai muito além da Antiguidade, apenas consolida o grande gênio de nossos ancestrais e sua interação cósmica com visitantes de outros planetas”

Apesar de já ter vindo ao Brasil duas vezes, por causa do sucesso do programa Alienígenas do Passado, Seu Carlos nunca estudou nossa cultura ufológica, mas tem uma grande admiração pelo país.

“Até onde eu sei, o Brasil foi o primeiro país do mundo a admitir oficialmente a existência de OVNIs e sua origem não-terrestre, em 1954. A Força Aérea Brasileira tinha um grande comitê para estudos de OVNIs em 1969, e o tema era relativamente aberto e conhecido pela sociedade brasileira”, comenta.

“Os sítios arqueológicos brasileiros estão no topo da minha lista para visitação, especialmente a Pedra do Ingá (a 109 km de João Pessoa, na Paraíba)”, diz, para logo depois comentar o caso de Varginha, descrito por ele como “um dos melhores casos da ufologia moderna”

A nossa compreensão sobre OVNIs está mudando, segundo Giorgio, e seu programa está contribuindo bastante para trazer essa discussão para o mainstream, o que aumentou ainda mais com a divulgação de que o Pentágono ativamente investigava objetos misteriosos no céu.

“Pode até haver um esforço colaborativo internacional entre os governos que discutem esses tópicos [investigação de OVNIs]. Pode ser um projeto em andamento sobre o qual não sabemos publicamente. Se um dia, a existência de tal empreendimento for repentinamente admitida, isso não me surpreenderia nem um pouco”, especula Seu Carlos.

Por outro lado, ele ainda se pergunta o motivo de todas as pessoas que dizem ter visto OVNIs e aliens serem tratadas como mentirosas ou confusas. “Essa é uma grande questão. Admitir que viu um OVNI não é algo fácil. Essas histórias carregam um estigma. Não tenho dúvidas de que algumas histórias de sequestro são invenções para gerar fama. No entanto, na minha linha de trabalho, conheci pessoalmente milhares de pessoas que afirmam ter sido raptadas ou viram algo misterioso que não conseguem explicar. Todas essas pessoas são mentirosas?”, questiona Giorgio.

Se você está lendo toda essa entrevista só pra saber como Seu Carlos se tornou um meme internacional e mantém aquele cabelo inconfundível, chegou seu momento!

Mas, em primeiro lugar, é preciso pontuar a evolução visual de Giorgio, que já foi um cara com um rosto bem normal. Isso levou a certas especulações jamais confirmadas de que ele seja o primeiro caso de abdução em câmera lenta. Em segundo lugar é importante dizer que ele não é um “virgem ufológico” como Erich von Daniken, que confessou nunca ter visto um OVNI na vida.

Em uma entrevista no fórum Reddit, ele afirma que viu OVNIs (dois, para ser exato) no desértico Parque Nacional de Joshua Tree, com outras 26 pessoas, em 2014. Segundo ele, duas “estrelas” começaram a se mover rapidamente dentro da constelação de Ursa Maior. Elas não poderiam ser meteoros, conta, pois estavam voando “para cima” e não em direção à Terra. Na mesma entrevista, ele revelou o segredo sobre o cabelo estiloso dele: um monte de spray de cabelo.

Isso significa que o cabelo dele é desse jeito propositalmente, o que talvez seja uma das informações mais importantes sobre a trajetória de Tsioukalos (Seu Carlos). Quanto ao meme, Giorgio se sente muito bem com ele e se diverte com sua fama.

“O meme é algo que cresceu organicamente e fora do amor pelo show. Arnold tem o seu I’ll be back (na série Exterminador do Futuro). Stallone tem seus punhos para cima em Rocky. Tsoukalos tem suas mãos e “Aliens”. Acho muito divertido!”, comenta.

Entre os dias 4 e 8 de dezembro, Giorgio A. Tsoukalos aterrissa no Brasil para o evento UFO Summit 2018, ao lado de grandes nomes da ufologia mundial, como seu mentor Erich von Daniken.

Fonte: noticias.r7.com/hora-7

Tags: Geral

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Porco caipira // jun 4, 2020 at 4:45 PM

    Caro Aldo, em 1997, a cidade americana de Roswell, promoveu por lá um enorme festival ufológico, sobre o caso lá acontecido em 1947.
    O motivo: temiam que um recente caso ufológico ocorrido em 1996 (ET DE VARGINHA), roubasse a atenção mundial… Essa cidade americana tem até os dias de hoje o turismo ufológico, como principal fonte de renda.
    Mal sabiam os americanos, que o caso tupiniquim, ficaria nas mãos de uma força armada ditadora (ESA), bem como nas mãos de caipiras coronelistas retrógrados (Aloísio de Almeida, que foi motivo de chacota nacional quando Casseta e Planeta aqui estiveram e Antônio Silva), que nada souberam fazer de forma séria, para conquistar recursos com o assunto.
    Mauro Teixeira, apesar de seus inúmeros defeitos (e não eram poucos), foi o único a tentar sim trazer a tona o ocorrido. Com inúmeras obras sobre o mesmo (as únicas).
    Mas já era tarde.
    O ET havia caído no lugar errado (me arrisco a dizer que se ele resolve ir pra Elói mendes, tudo teria sido diferente. E olha que de fato, a nave caiu em Elói Mendes na Fazenda Maiolini).
    Como dizia meu humilde avô:
    – O problema “da” Varginha, é o tal do Varginhense…

  • 2 Aldo // jun 4, 2020 at 2:30 PM

    Oi, é exatamente isso que vc colocou. há cidades nos EUA que seu principal produto é a exploração de eventos relacionados a Ovnis e aparição de Et’s. Muito diferente daqui.

  • 3 Porco caipira // dez 10, 2018 at 7:51 AM

    Grande e renomado ufólogo.
    Uma pena nossa cidade estar derretendo administrativamente…
    Haveria um grande evento aqui esse ano. Mas o próprio Gevaerd, contou depois, que administração da cidade não quer investir um centavo sequer nesse assunto…
    Realmente, O ET caiu no lugar errado!

Deixe um Comentário