Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

“Incômodo Conto” e “Maio”: livros serão lançados neste sábado

julho 9th, 2018 · Sem comentários

No sábado (14/7), às 16h, a Academia Varginhense de Letras, Artes e Ciências (AVLAC), em parceria com a Academia Paraguaçuense de Letras (APL), receberá as autoras Cyntia Beltrão e Bárbara Mançanares, para o lançamento dos livros “Incômodo Conto” e “Maio”. O evento será na sede da AVLAC, localizada na Sala da Torre da Estação Ferroviária de Varginha – Praça Matheus Tavares, nº 121, Centro.

Para saber mais sobre os livros, clique no título.

tnco-1s17-blog-do-madeira-banner-diario-500x150px

“Incômodo Conto”, livro de estreia de Cyntia Beltrão, apresenta textos que misturam realismo fantástico, feminismo e contos de fada. Nas palavras de Anita Di Marco, membro da AVLAC e tradutora, “o livro traz crônicas do cotidiano com uma boa dose de realismo fantástico. Seus escritos trazem mulheres fortes em atitudes comezinhas, a princípio, como gostar de ler ou de tomar café, trabalhar… Despertam interesse, fazem rir e depois causam estranheza; aos poucos, incomodam, apertam, questionam e constrangem o leitor. Uma coisa de cada vez; ou tudo ao mesmo tempo”.

“Maio”, primeiro livro de poesias de Bárbara Mançanares, revela ao leitor o entre lugar do outono, em que as cores e os ares do verão, ainda presentes, começam a dissipar-se e a tornar-se cada vez mais frios. Os poemas, metáforas acuradas de fins gradativos, envolvem o leitor nos versos e o conduzem por entre questões de amor mal resolvido: pelo outro, por si mesmo e pelo mundo. Bárbara Mançanares reflete sobre o cotidiano sem se esquecer de que, ainda que ele tenha sua face profunda e subjetiva, ele é comum.

Os livros, de arte cuidadosa, são da editora mineira Quintal Edições, que vem trabalhando com mulheres escritoras em um modelo de negócio de pequenas tiragens e busca dar visibilidade a autoras com pouco tempo de estrada, mas com muito a dizer.

Sobre as autoras

Cyntia Beltrão nasceu em Varginha, MG. Cursou Psicologia na Universidade Federal de Minas Gerais e, de tanto “subir Bahia e descer Floresta”, se fez belo-horizontina. Hoje, mora em BH com o marido, o filho e um cachorro.

Bárbara Mançanares cresceu no mato, nas ruralidades de Paraguaçu, onde tomou gosto pelas palavras e pelo cheiro da terra molhada. Aos 18 anos, foi fazer História e viver outras mais na Universidade Federal de Ouro Preto. Anos depois, no Rio de Janeiro, mudou-se para o reduto dos mineiros com saudade das Minas e das Gerais, Santa Tereza, para cursar o Mestrado em Museologia e Patrimônio na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Atualmente, é presidente da Academia Paraguaçuense de Letras, pesquisadora e bordadeira.

Tags: Geral

0 Respostas Até Agora ↓

  • Não existe comentário ainda. Deixe o seu comentário preenchendo o formulário abaixo

Deixe um Comentário