Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Opinião: Diferenças entre Dificuldade e Transtorno de Aprendizagem

julho 1st, 2017 · 2 Comentários

*Por Mayara Lajara

A apresentação de queixas escolares referentes a crianças e adolescentes com relação ao processo de ensino-aprendizagem, tem sido comum e gera preocupações relevantes à instituição escolar, aos professores, e aos pais ou responsáveis pela criança/adolescente. Às vezes, atordoados com a situação as pessoas que convivem com essas crianças/ adolescentes não sabem o que está acontecendo, o que a criança/ adolescente tem e com isso não sabem o que fazer, quais alternativas devem buscar para compreender o que está acontecendo. Portanto, observar e identificar sinais e sintomas que podem auxiliar a equipe interdisciplinar torna-se um instrumento fundamental. Com isso, é necessário contar com a observação do professor, pois, além de ser imprescindível, é ele quem passa a maior parte do tempo com a criança/adolescente e por isso pode ajudar a definir a natureza e a implicação das dificuldades encontradas. Para ajudarmos esse aluno de forma mais eficaz, precisamos caracterizar bem suas áreas de dificuldade e também seus talentos. Além da observação do professor em sala de aula, é necessário que haja a contribuição dos pais ou responsáveis durante todo o processo de investigação da problemática.

A Dificuldade de Aprendizagem, não possui causa aparente, porém, relaciona-se a uma defasagem na aprendizagem e/ou automatização de uma ou mais competências, indicando que, há algo que não está bem no processo de aprendizagem do aluno. Já o Transtorno de Aprendizagem pode ser específico para uma determinada competência (por exemplo, para leitura e escrita ou para a aritmética) ou pode estar presente em múltiplas competências, comprometendo vários processos cognitivos envolvidos na aprendizagem. O Transtorno de Aprendizagem compromete não somente o desempenho escolar, mas também a vida social e o futuro profissional da pessoa (Almeida, et al).

Existem tratamentos tanto para a Dificuldade quanto para Transtornos. Porém, a execução destes depende de como o problema foi identificado, as informações dos pais ou responsáveis e do professor transmitidas aos profissionais para colaborar nas intervenções e como essas dificuldades surgiram e em quais momentos costumam aparecer. Tais tratamentos podem ser realizados por uma equipe multidisciplinar, que incluem profissionais especializados, tais como: psicólogos (especializados em avaliação psicológica), psicólogos clínicos (psicoterapeutas e psicanalistas), fonoaudiólogos, psicopedagogos, psicomotricistas, terapeutas ocupacionais e neuropediatras.

arte_blog_madeira_500x150

Tags: Opinião

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Inércia // jul 3, 2017 at 6:29 PM

    Pessoas nascem mais bonitas, mais feias, mais fortes, mais fracas e tambem com mais ou menos inteligencia/facilidade de aprender. Todos esses conceitos – beleza, força, inteligencia – são relativos e dependem de um ponto de vista. Mesmo assim é óbvio que todos temos diferenças. Os psicopedagogos criaram essa maluquice de querer que toda criança tenha a mesma facilidade de aprender e junto com pais desesperados estão fazendo essas crianças sofrerem mais ainda. Provas especiais, horas a mais de estudo em casa, remédios para a concentração… Pegam algo que é uma dificuldade e transformam isso numa prisão para a criança.

  • 2 OS INTOCÁVEIS - Bala o ninja & Crazy Dog // jul 3, 2017 at 12:41 PM

    Dificuldade: termo usado para os pobres!
    Trastorno: termo usado para os ricos!
    Resumindo: é tudo a mesma coisa!

Deixe um Comentário