Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Diocese de Campanha dá exemplo de respeito com família enlutada

abril 5th, 2017 · 13 Comentários

igreja carmo de minas

Dizem que ouvir o cliente é a ferramenta mais poderosa para o sucesso de uma empresa. Foi o que ocorreu com a Igreja Católica, na pacata cidade de Carmo de Minas. Vamos contar toda a história:

Durante cerimônia de corpo presente, o vigário criticou o fato do falecido não frequentar a missa. Deu lição de moral, dizendo que ali estava um exemplo de que a pessoa deve pensar primeiro em Deus, em vez de pensar em fazendas, café, carros.

Está certíssimo. Mas precisava dar o sermão no momento em que a família mais precisa de conforto?

A reação da comunidade foi tamanha, que o Bispo de Campanha, Dom Pedro Cunha (que estava em viagem), enviou o Cônego José Douglas Baroni a Carmo de Minas. O Vigário Geral da Diocese (de família varginhense, por sinal) se desculpou em nome da Igreja aos familiares. Admitiu que o padre não agiu corretamente naquele momento com a família.

Em vez de pedra, levou conforto.

A estratégia vai ao encontro do que prega o Papa Francisco em relação ao luto: “A fé e o conforto restituem a esperança das famílias que se encontram nessa situação de dor”.

Ponto para Dom Pedro. Que mostra uma nova faceta da Igreja Católica na região. Professor da PUC por 20 anos, morou e estudou na Europa, fez dois doutorados. Vem da nova leva de missionários que trabalham de forma mais humana com os fiéis.
Banner Blog do Madeira - Lançamento - Dog Fitness - 29.03.17

Tags: Sul de Minas

13 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Peter Cabelereiro // abr 7, 2017 at 8:25 AM

    Alguém ainda se escandaliza com o que tecla o vulgo “Vieira”? me poupem!
    Só não entendo o sistema de censura do Blog…
    Pois aceita os desaforos de tal, mas bloqueiam qualquer critica feita aos vereadores e à incompetente atual administração da cidade.

  • 2 cidadão realista // abr 7, 2017 at 5:17 AM

    Um recado a esse infeliz esclerosado que vem aqui no blog perturbar as outras pessoas com grosserias e xingamentos proprios duma mente completamente perturbada: procure uma latrina da estação rodoviaria e chafurdeie-se à vontade…, dando vazão aos seus instintos primitivos de delinquente esclerosado! Faça isso e seja feliz, falou ?

  • 3 Ricardo // abr 6, 2017 at 9:18 PM

    Meu ponto de vista o Outro bispo Dom Diamantino e mais humilde que esse bispo ai

  • 4 Ao Vieira // abr 6, 2017 at 6:50 PM

    Prezado vieira (não sei se é esse o seu nome),
    O Senhor perdeu uma excelente oportunidade de ficar quieto. Não fale de quem você não conhece. Mesmo não conhecendo, respeite os outros. Não o conheço. gostaria de saber quem é você, para podermos conversar frente a frente, não seja covarde nem se esconda em um apelido. idiota!!!!

  • 5 Vieira // abr 6, 2017 at 5:26 PM

    Quanta bobagem por metro quadrado, pelo amor de Deus gente, qq tem o padre ter falado mal do difunto, deixa falar mal, ja morreu mesmo, e que a familia que se foda-s##, ja morreu mesmo, não vai ter como o difunto viver novamente, e eu acho que o Padre esta certissimo, a familia que e muito dolorida, vão passar a mão num cabo de enxada, e vão cassar um serviço pra vcs fazerem, quem morre não volta atras mais, e pra quem fica, tem muito serviço pra Fazer.

    E ao Blog do madeira, uma pena trazer uma noticia tão insignificante como essa aqui pro blog, com certeza tem coisas mais importantes ae.

    NOTA DO BLOG: “Vieira”, respeite a família e os mortos.

  • 6 amelio arantes // abr 6, 2017 at 3:51 PM

    O sr bispo deveria fazer com que o padre se desculpasse pessoalmente ou numa missa a familia do cidadão falecido e nao outro superior fizesse isso

  • 7 Ferreira // abr 6, 2017 at 2:32 PM

    Não fez mais que a obrigação… Se foi exemplo, estamos pobres…

  • 8 José Vitor // abr 6, 2017 at 12:27 PM

    Reiterando como disse anteriormente no ocorrido, a igreja aboliu as missas de corpo presente por motivos semelhantes. Que tudo isso sirva de lição para ambos, as vezes muitas familias também insistem em certas cerimônias com a igreja que não diz não pra ninguém, aí ocorre este tipo de coisa, quem sabe agora de uma vez por todas nossa Diocese saberá orientar nossas comunidades para que não tenhamos mais essas cerimônias, apenas recomendação. Evitaria todo esse constrangimento, mas foi execelente a iniciativa de D. Pedro ao enviar o Cônego Douglas lá, em respeito à familia..parabéns..

  • 9 Católico // abr 6, 2017 at 12:23 PM

    Esse Bispo é metido. Totalmente diferente do Papa.

  • 10 ZeroDois // abr 6, 2017 at 12:12 PM

    Tenho certeza que não será publicado… Mas não poderia deixar de comentar também que é ponto para o blog que não poderia deixar de puxar o saco de uma autoridade religiosa. O lava pés no final da reportagem é de dar náuseas.

    NOTA DO BLOG: obrigado pela opinião, ZeroDois

  • 11 Cidadão realista // abr 6, 2017 at 8:34 AM

    Finalmente chegamos a um desfecho bom para ambas as partes: para os familiares do nosso amigo “Gordo” e para a curia religiosa de Campanha, que aceitou o açodamento infeliz do padre em cobrar do falecido o fato de não ir à missa aos domingos… Que Deus seja louvado, Amém!

  • 12 Libertadores 2012 // abr 6, 2017 at 7:52 AM

    Quando são abandonadas ideias retrógradas e preconceitos arcaicos, tendemos a evoluir religiosamente e humanamente.

  • 13 Antonio Belo Sobrinho // abr 5, 2017 at 7:57 PM

    Excelente desfecho. E que descanse em paz o falecido. Importante é o Padre aprender a lição também.

Deixe um Comentário