Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

  • 2021 – banner – fadiva novembro
  • 2021 – banner – prefeitura compromisso novembro
  • covalub-topo-maio-2021

Movimento Ferroviário de Varginha e Região

março 20th, 2013 · 31 Comentários

carlos cornwall eptv comunidade direito consumidorCarlos Cornwall*
Cresce a cada dia o apreço pela história da região e um desses exemplos é o Movimento Ferroviário de Varginha e Região-MFVR, idealizado por Luiz Eduardo Bueno e Carlos Cornwall, que visa resgatar a tradição mineira pelos trens, estações e ferrovias, impedindo que seja destruído o pouco que sobrou na cidade e região. Vários contatos tem sido feito nos últimos anos, com estudos, encontros, palestras, lançamentos de livros, entre outros, visando esse resgate, inclusive com a possibilidade da criação a exemplo do interior paulista de utilização do ramal para o TUV-Trem Urbano de Varginha e a integração com outros projetos regionais. Clique no título para ler o artigo completo.banner alug minas

Para dar início e fomento às ideias, o Movimento acaba de ganhar um belo desenho feito a lápis pelo Professor Magno César Siqueira, que gentilmente fez para o Movimento, após esboço dos idealizadores e que agora estréia o blog www.ferroviva.blogspot.com.
O Movimento Ferroviário de Varginha e Região é supracidade e o desenho retrata detalhes do Sul de Minas, ao fundo vemos A Serra de 3 Pontas (homenagem a Ferrovia Trespontana e as canções de Trens de Milton Nascimento); A Estação Ferroviária de Varginha (Obra dos Irmãos Paione), que tem o formato de mesa invertida (pés p/cima); A Locomotiva Maria Fumaça, que circulou por toda região, na Ferrovia Sapucay, na Ferrovia Muzambinho, no Entrocamento com a Mogiana, na Minas And Raiwal, na Machadense, na Alfenense, na inesquecível Juréia; A Fumaça da Locomotiva se transforma em 3 Corações, importante Centro Ferroviário de Cargas e Passageiros. E o girador (ou virador) de trens, que existia em Varginha e dele brota água, que representa o Circuito das Águas e suas ferrovias, que passavam por São Lourenço, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Contendas, Lambari, Cambuquira, Campanha e São Gonçalo do Sapucai.
Varginha e o Sul de Minas TREM JEITO.
Segundo Eduardo Bueno,netos e filhos de Ferroviários, apreciadores, ferroviaristas, o têm procurado para aderir.
Lutamos para que não aconteça em Varginha o que aconteceu na antiga Ferrovia Rio Verde (entre Três Corações e Soledade), onde o abandono fez desaparecer grande parte de uma obra inaugurada por D. Pedro II. Apoiar as comunidades menores é nosso objetivo, Minas é dos Mineiros, é preciso integrar para não entregar.
Pedimos à toda população da região que tenha fotos, documentos, peças, bilhetes, passagens, posters, histórias, piadas, miniaturas e tudo mais sobre ferrovias, encaminhem para carloscorn [email protected]
(*) Advogado, educador, coordenador do Procon e estudioso das linhas férreas

Tags: Cultura · Sul de Minas

31 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Carlos Cornwall // ago 24, 2013 at 17:55

    SÃO PAULO NÃO PARA:
    Iesa e Hyundai vão fabricar trens para SP e criar 400 vagas em Araraquara

    Empresas fabricarão 30 locomotivas e 240 vagões, com valor total de R$ 800 milhões

    09/08/2013 –

    Araraquara.com

    A Iesa firmou parceria com a Hyundai Rotem – especializada no desenvolvimento de material ferroviário – para a fabricação de 30 locomotivas e 240 vagões, o que deve gerar 400 empregos diretos em Araraquara, de acordo com informações da assessoria de imprensa da metalúrgica.

    A nova frota faz parte de um contrato de aproximadamente R$ 800 milhões que as duas montadoras fecharam com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). A companhia ferroviária vai usar as locomotivas nas linhas da Grande São Paulo.

    A fabricação terá início imediato e a entrega do primeiro trem está prevista para os primeiros meses de 2015. O prazo final para a produção dos trens é de 36 meses depois da assinatura do contrato.

    “É um importante passo para a Iesa que, em consórcio com a Hyundai Rotem, entra definitivamente no mercado de novos trens. Vamos trazer tecnologia de ponta para o nosso país em uma área que demanda enormes investimentos no Brasil”, comenta Ricardo Woitowicz, vice-presidente da Iesa.

    Melhorias

    Para a fabricação dos trens, a Iesa deverá investir R$ 20 milhões na modernização e adequação da unidade local. “Esse contrato marca uma nova fase de desenvolvimento do setor metroferroviário da Iesa de Araraquara que, agora, passa também a fabricar trens”, diz Woitowicz.

    “Assim, reforçamos a vocação ferroviária da cidade na área de transporte de passageiros com tecnologia de ponta, que conta também com outras grandes empresas do segmento como a Randon e a ALL”, acrescenta o executivo.

    A empresa aposta nos investimentos anunciados para o setor ferroviário do País, algo em torno de R$ 100 bilhões até 2020. Segundo a assessoria da Iesa, a empresa possui tradição na fabricação de locomotivas desde 1982.

    Atualmente, a Área de Transporte Metroferroviário detém um parque industrial para a fabricação, reforma e modernização de diversos produtos metroferroviários.

  • 2 Carlos Cornwall // maio 22, 2013 at 21:01

    Enquanto isso, no Estado que é a locomotiva do Brasil:
    SP dá mais um passo para a conclusão do VLT em Santos

    21/05/2013 – DCI
    Os imóveis localizados no município de Santos, no trecho Conselheiro Nébias-Valongo – por onde circulará o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista – foram considerados de utilidade pública para fins de desapropriação total ou parcial. O decreto foi assinado pelo governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin na última sexta-feira, dia 17 de maio. A EMTU/SP vai informar os proprietários sobre o processo de desapropriação, incluindo os documentos necessários para recebimento da indenização. As obras do primeiro trecho do VLT, que vai de Barreiros até Conselheiro Nébias, têm previsão de início para maio e conclusão prevista para junho de 2014. As obras do trecho Conselheiro Nébias-Valongo devem ser iniciadas em julho de 2013 e a previsão e que sejam concluídas em julho de 2014.

  • 3 Roberto // mar 25, 2013 at 11:18

    Ao Sr Carlos Cornwall
    Obrigado,espero que um dia ele volte a circular por aqui novamento

    Roberto

  • 4 Roberto // mar 25, 2013 at 11:09

    A Patricia.
    Concordo com você,preciso mesmo de estudar,fui muito IGNORANTE com você.Quanto dar outra casa para você eu não tenho dinheiro.Quando tiver oportunidade ande
    de trem se ainda não andou.talvez isto seja muito bom para diminuir sua implicância com
    com ele (é muito gostoso,é apaixonante).
    me perdoe.
    Roberto

  • 5 andréa // mar 24, 2013 at 14:08

    Acho um absurdo a retomada dessa linha férrea!
    Uma que Varginha não tem nenhuma estrutura turística,e outra que esse dinheiro que será investido nessa bobagem deveria ser usado pra pagar as indenizações das pessoas que perderam suas casas naquele acidente que ocorreu em 95,mas que pelo visto já caiu no esquecimento.
    Se essa linha passasse aos arredores da cidade,tudo bem,mas ela corta o centro,causa transtornos e o barulho que as locomotivas emitem é insuportável!
    Acho que ao invés disso deveriam se preocupar em dar uma infraestrutura melhor pra cidade,pra só depois pensar em atrair turistas pra cá

  • 6 Carlos Cornwall // mar 24, 2013 at 11:53

    Ao Roberto:
    Postamos hoje no
    http://www.ferroviva.blogspot.com

    foto dos últimos trens de carga a circular na cidade, em 2011, uma raridade, tres linhas ocupadas,para puxar um dos maiores comboios que circulou por aqui 3 locomotivas e 25 vagões.

    acesse:
    http://www.ferroviva.blogspot.com

  • 7 patricia // mar 22, 2013 at 10:19

    Ora Sr. Roberto, se vc quiser me dar uma casa em outro lugar eu aceito, larga mão de ser ignorante, e desrespeitoso, vai estudar pra ter um pouco de educação. Vc com certeza teve ser um ignorante, estou apenas expressando o meu direito de não querer esse trem de volta, infelizmente quando vim morar perto da linha e comprei a casa, era o unico lugar que eu consegui comprar, pelo valor, essa linha realmente só atrapalha quem mora perto dela e repito novamente se o SR IGNORANTE me dar uma casa eu mudo.

  • 8 Isa Mari // mar 22, 2013 at 09:34

    Para quem está criticando recomendo ler este artigo na íntegra ou assistir a reportagem exibida ontem no Jornal Nacional

    O Brasil vai colher este ano uma safra de mais de 80 milhões de toneladas de soja. Mas faltam estrutura e planejamento para escoar a produção. No Porto de Santos, no litoral paulista, as filas para embarcar o grão chegaram, nesta semana, a quase 30 quilômetros, e tem comprador cancelando encomenda.

    É um funil. Por ele passam, ou tentam passar, caminhões de várias partes do país. “A gente chegava aí, escoava rapidão, agora está ficando difícil a situação”, diz o caminhoneiro José Rosa.
    A safra de soja veio e é recorde: 83 milhões de toneladas. O congestionamento anda na mesma linha.
    Não é feriado, nem fim de semana. Também não é um estacionamento de caminhões. É uma rodovia. Os motores estavam todos desligados. A 30 quilômetros da entrada do Porto de Santos, a expectativa dos motoristas era triste. Eles vão passar dias e noites para conseguir descarregar.
    O trajeto de cerca de dois mil quilômetros, do Centro-Oeste até o litoral paulista, que antes demorava dois dias e meio, agora leva, no mínimo, quatro. O administrador de Santos diz que o problema está do porto para fora.
    “O porto não está acima da capacidade. O que está havendo é uma carência muito grande na acessibilidade ao porto”, explica Renato Ferreira Barco, presidente da Codesp.
    Já a Associação Brasileira dos Terminais Portuários diz que o problema é geral. Segundo ela, além da falta de infraestrutura, ninguém faz planejamento para escoar a safra. Sem armazéns para guardar a produção, a carga segue para o porto e fica dias entre a estrada e o terminal até o navio ancorar.
    O preço do frete já subiu. Na safra passada, custou R$ 195 por tonelada de Sorriso, no Centro-Oeste, a Santos. Agora está em R$ 320.
    “O comprador que queria pegar a primeira soja brasileira pagou por isso. Não está conseguindo embarcar, está optando por outro caminho, procurando outra soja para comprar”, diz Carlos Fávaro, da Associação dos Produtores de Soja.
    Principal importador de soja do Brasil, a China cancelou a compra de um carregamento de 600 mil toneladas por causa do atraso.

    “Para resolver o problema, efetivamente, o país precisa implantar muita infraestrutura logística. Ferrovias, integração entre ferrovias, rodovias e hidrovias, e acessos a mais portos”, aponta Manoel dos Reis, do centro de estudos logísticos da FGV de São Paulo.

    A Secretaria de Portos declarou que tem realizado ações para reduzir o tempo de permanência das cargas nos portos, e que a Medida Provisória 595, em discussão no Congresso, prevê uma ampla abertura aos investimentos privados nos terminais. A secretaria ressaltou que concluiu recentemente o Plano Nacional de Logística Portuária com as necessidades do setor até 2030.

    http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/03/china-cancela-compra-de-soja-do-brasil-por-causa-do-atraso-na-entrega.html

  • 9 Sem Noção // mar 22, 2013 at 09:05

    KKKK De outra cidade eu???? Não amigo sou de Varginha mesmo…Cidade parada no tempo, abandonada por pessoas incompetentes, que não deveriam nem se quer estar na administração de uma cidade. O problema não é termos transito caotico, buracos, praças em decadencia, falta de lazer, carencia de um bom comercio, e por ai vai cabe aqui uma enorme lista…O problema é a falta de humanidade, todos sabemos que para se reparar uma praça de 200m2 por exemplo, como capina, cultivo de plantas e reparos civis, não custa 1 minhão de reais e sim um valor aplicavel, mais nos apresentam valores exorbitantes onde boa parte lucra com subtrações ilicitas, e nós a população que pagamos impostos e tudos mais somos excluidos de gozar de uma cidade que poderia ser de alto nivel, afinal o custo de vida em Varginha pela falta de opções é altissimo. O pior é ler que muitos estão insatisfeitos com o movimento da ferrovia, muito bom isso, por que quem mora perto das linha de trem não vão até a camara e pleiteiam por melhorias como limpeza ou a retirada da mesma…Lutem pelo que desejam reunam pessoas e vão a luta…O movimento pelo que entendi esta tentando recuperar o que esta morto por parte da politica de Varginha, uma parte da cidade que esta abandonada jogada as traças, não é de interesse politico mexer na linha ferrea, não deve dar lucro algum aos politicos de nossa cidade, por que senão já teriam feito algo com certeza. A população tem que aprender o que estamos vendo ao logo da vida…A politica brasileira seja capital ou interior somente é movimentada a titulo de interesse proprio, o deles…E infelizmente e me incluindo a isto, nos brasileiros somos froxos nos deixamos ser roubados e colocados de lado sem fazer nada sem reação alguma…Por que aparecem tantos candidatos a vereador na cidade em epoca de eleição que mal sabem falar, sabem por que…Porque é uma mina de dinheiro e a população é um bando de idiotas, que se preocupa com ninharia, sem saber que o bolo grande ta sendo mastigado por poucos…Vamos la então “Movimento Bicicleta de Rodinhas”…Afinal se não sabemos lutar por melhorias não saberemos andar de bicileta na ciclovia.

  • 10 Carlos Cornwall // mar 21, 2013 at 18:57

    Prezado Roberto,pelo que sei e acompanhei o trem com cargas de fertilizantes veio até 2011, em 2012 não vi nenhum circulando por aqui ,pelo menos dentro do monitoramento que o MFVR faz, porém a manutenção da ferrovia no trecho utilizado pela carga está normal,logo postaremos no blog fotos dessa movimentação.

    Aceitamos criticas,o importante é abrir espaço para discussão, peço que visitem o blog http://www.ferroviva.blogspot.com

    e conheçam 2 projetos vitoriosos,Santos e São Lourenço e também a postagem de ontem em que falamos sobre a Ferrovia Poços/Prata.

    Uma noticia interessante:aumentou em 8% o número de brasileiros que viaja a Europa só para andar de trem.

    Deu vontade de ver a velha e boa Maria Fumaça, assistam o vídeo dessa maravilha sobre rodas de ferro,entre Holanda e Alemanha.Boa viagem.

  • 11 EDUARDO OTTONI // mar 21, 2013 at 18:22

    Ao Dr. Carlos Cornwal um abraço amigo e respeitoso pela sua luta pela preservçao e reativação da nossa ferrovia.

  • 12 Tander bill // mar 21, 2013 at 17:56

    Caro amigo Professor, Dr Carlos Cornwall.
    Parabéns pela sua iniciativa e pela sua incansável luta em rasgatar nossa cultura, a historia dos TRENS em Varginha tem tudo haver com nosso passado, presente e nosso futuro, através dos trilhos de nossas ferrovias poderemos buscar, varias soluções para o Turismo, lazer,escoamento de produção agricola, transporte de insumos e tantos outros.
    Portanto fica aqui os meus agradecimentos e desejo a
    você, sucessos e realizações num futuro bem proximo.
    É de Homens da sua ESTIRPE é que nos engrandece e nos faz sentir ORGULHO de nossa querida VARGINHA.

  • 13 zé roxo // mar 21, 2013 at 17:24

    sem noção, vc deve ser de outra cidade

  • 14 Não Concordo // mar 21, 2013 at 16:42

    Isso é um absurdo, Varginha não deve resgatar essa ideia. Sou totalmente contra, será que esse pessoal esqueceu daquele grave acidente que te com o trem, no qual várias casas foram destruídas e das vítimas deste terrível acidente. Além disso, existem vários impedimentos devido a falta de esgoto de algumas casas que estão próximas da linha férrea, que é uma grande burocracia, que ninguém resolve.
    Quem está a favor dessa ideia absurda, é um grande idiota e egoísta , e com certeza não deve morar próximo a linha férrea.

    NÃO CONCORDO!!!

  • 15 Roberto // mar 21, 2013 at 14:21

    Sr.Carlos Cornwall
    o Sr. sabe informar se tem chegado fertilizantes em Varginha por ferrovia? em outras palavras, O trem tem circulado por Varginha?
    obrigado

  • 16 BENTÃO // mar 21, 2013 at 14:02

    Sem Noção, parabéns pelo comentário, os polícos de nossa varginha estão tratando a cidade como uma cidadezinha qualquer há muito tempo, não sou partidário, mas acho que caimos no continuismo, até o tão sonhado shopping está arriscado a não sair do papel, estamos a comer poeira de pouso alegre e os nossos políticos não estão vendo isso acontecer, é uma pena que nem o título de princesa não ecoa mais nas vozes de nossos queridos varginhenses, é lamentável queridos irmãos varginhenses.

  • 17 Roberto // mar 21, 2013 at 13:53

    Sr.Carlos Cornwall,o Sr sabe informar se tem chegado fertilizante aí em Varginha por ferrovia?em outras palavras o trem tem circulado por Varginha?
    obrigado.

  • 18 Futuro // mar 21, 2013 at 13:12

    Vamos olhar par o futuro pq o passado já era, já passou. Ali é um lugar ideal para se construir uma grande avenida ajudando também a desafogar o trânsito em outras. Para frente Varginha, não retroceda!

  • 19 Nena // mar 21, 2013 at 12:52

    Hoje a juventude está culturalmente pobre, e quando se tem a oportunidade de resgate de parte dela, vem as idéias de girico criticando sem saber. Basta desse mundo informatizado e virtual, isso só nos ajuda a resolver alguns problemas mas não a viver e reviver.

  • 20 Myriam Trolezi // mar 21, 2013 at 12:36

    é isto ai Dr. CARLOS TEMOS QUE TRAZER O TURISMO DE VOLTA.

  • 21 Roberto // mar 21, 2013 at 11:23

    Parabéns Carlos Cornwall
    Graças de pessoas como o Sr. que preservamos nossa ferrovia.Muitos vêem ali avenida,ciclovia.
    Estas pessoas que enxegam só o presente,mas esquecem que no Futuro.Esta Ferrovia podera ser em algo melhor e mais útil.
    Uma avenida lá hoje resolveria o transito por um determinado período,mas esquecem ,que um VLT (veículo leve sob trilhos) resolveria um problema muito maior no futuro que “ESTA AVENIDA DESEJADA”.
    É só pensar um pouquinho,a cidade vai continuar crescendo cada dia mais e nós que estamos aqui hoje,o mínimo que temos que fazer é CONSERVAR NOSSA FERROVIA.
    Sr. Carlos ainda bem que temos muitos “carlos” como o Senhor! o futuro agradece.
    obrigado.

  • 22 mineirinha // mar 21, 2013 at 11:15

    devia era investir em melhoria no transporte público, isso sim!!! Coloca esses senhores prá ir e vir nessas latas velhas e poucas da Autotrans que quero ver se continuam com essa conversa! Ah, tenha dó!

  • 23 jose ramos borges // mar 21, 2013 at 11:06

    Patricia:ferrovia é Sinal de que ainda sonhamos com a volta do trem.Jamais vou esquecer das viagens que Fiz utilizando o trem como condução,Viagens com destino a Aparecida,S.P.Maravilhoso!!!Que venha o Trem com Barulho ou sem Barulho!!! Acredito Que é o meio Mais Prático de Transporte!!!

  • 24 Roberto // mar 21, 2013 at 10:52

    Especialmente para a Patricia
    Porque você não muda de perto da linha,tenho certeza que quando você foi morar aí,ela já estava aí.Ou melhor,mude para uma cidade que não tem FERROVIA.

  • 25 Datenão Detona mesmo! // mar 21, 2013 at 10:26

    Teve um prefeito aqui da cidade que prometeu reativar as linhas de trem como forma de turismo e assim termos uma alternativa de resgatarmos os bons tempos, mas ficou apenas na saudade, e agora vem gente querendo resgatar a história, vai ficar na saudade apenas de novo…..

  • 26 patricia // mar 21, 2013 at 10:13

    Sem comentários!!!! Tem é que desativar e fazer uma ciclovia ou algo assim, eles querem ativar pq não são eles que moram perto da linha de trem né? E olha que esse Carlos tem parentes que moram nessa rua e sabe muito bem que as pessoas que moram ali não vê a hora de tirar essa linha de lá, pq é so sujeira, mato e claro se voltar esse bendito trem a barulheira também, mesmo sendo só de passeio. SAI FORA LINHAAAAA

  • 27 Sem Noção // mar 21, 2013 at 10:04

    Este antidemagogia que fez o comentário infeliz logo acima, provavelmente deve ser mais um daqueles que vive em um pequeno circulo em volta de si proprio…Não imagino que resgatar a ferrovia seria retorceder, mais sim um resgate a cultura e lazer, coisa que nossa região, principalmente nossa cidade Varginha não tem. Comentários como este mostra como anda a cultura da população brasileira, o turismo é uma otima opção para qualquer cidade…Estranho è Varginha se focar em Et’s e outras besteiras. A maria fumaça seria uma otima opção de passeio para todos nos da cidade, como o disseram no infeliz comentário acima, realmente o transito de Varginha é caotico, mais temos que ver que a cidade em si é cotica, uma cidade construida para carroças e que anos depois se ve em uma crescente sem estar previamente preparada, paga preços altos por isto, sem contar que vivemos de politicos atrasados e antiquados. Não existe uma renovação politica na cidade, se olharmos de prefeito a vereadores são sempre as mesmas pessoas, pessoas já estruturadas e com ambições pessoais, poucas são voltadas a população de Varginha. Agora dizer que não seria util reativar a ferrovia e trazer um real turismo a cidade, não entendo a demagogia da situação então. Uma cidade que não consegue nem edificar um shooping por varios motivos e acho que o principal deles é o dominio comercial da cidade que visa ficar sempre no centro velho e apertado da cidade, prentende reclamar de transito?…A cidade paga pela ignorancia de não querer ir adiante…Não temos grandes industrias, não temos lazer, nãos temos cultura, não temos segurança, não temos nada que engrandeça a cidade…O que temos é uma nave de ET e um elevador panoramico kkkkk essa é boa…Acho que antes de sairmos escrevendo cometário desclassificados deveriamos estar olhando mais em nossas voltas…Estudos precarios, saude inoperante, drogas em demasia, ruas que mais parecem peneiras, motoristas com a educação e respeito ao proximo zerada, e vamos preoculpar em criticar um movimento que seria otimo para a cidade, o fato termos turistas indo e vindo seria otimo, a não ser que nossos mega comerciantes não tenham a capacidade de evolução, por isso se debatem em manter um centro velho e em decadencia, por que o comercio de varginha nada mais é que isto, um centro de comercio as antigas…Varginha esta precisando evoluir e com urgencia, a cidade esta pedidno socorro e a população esta calada…Como já dizia Renato Russo…”Até quando esperar…”…Bom dia a todos.

  • 28 Antidemagogia // mar 21, 2013 at 07:47

    É brincadeira como uns e outros que não tem mais o que fazer, ficam tendo idéias de “jerico” para gastar o dinheiro público. Estamos em 2013, onde cabe apenas avanços e tecnologias e não retrocessos…. O trânsito caótico de Varginha precisa é de mais espaços para circulação e estacionamento, por tanto já passou da hora de acabar com as linhas férreas que só servem para atrapalhar ainda mais o progresso da cidade….

  • 29 varginhense // mar 21, 2013 at 07:06

    Só lembrando: vários anos os trens trouxeram trigo para o moinho e nunca saiu uma saca de café em cima dos vagões vazios ?

  • 30 Carlos Cornwall // mar 20, 2013 at 23:25

    Madeira.
    As pessoas que tiverem material ou queiram cooperar com o movimento podem enviar e-meio também para o Luiz Eduardo é
    [email protected]

    O blog do movimento para acessar,postar comentários é
    http://www.ferroviva.blogspot.com

  • 31 Myriam Trolezi // mar 20, 2013 at 23:19

    É isto ai Carlos degli com vc…

Deixe um Comentário