Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

  • UNIFENAS_Vestibular_2022_Banner_970x140
  • 2021 – banner – fadiva novembro
  • 2021 – banner – prefeitura compromisso novembro
  • covalub-topo-maio-2021

Caminhos da Roça mostra reportagens da EPTV Sul de Minas no Chile

outubro 5th, 2012 · 3 Comentários

O programa Caminhos da Roça vai exibir durante o mês de outubro a série Sabores dos Andes. São quatro reportagens produzidas entre maio e junho deste ano no Chile e Peru. A equipe da EPTV Sul de Minas viajou durante 25 dias para mostrar a força do agronegócio chileno e a origem da quinoa, considerada a mãe de todos os grãos. Do Chile, os jornalistas trouxeram três reportagens na bagagem. A primeira delas é sobre o azeite de oliva. Negócio recente – a exploração industrial começou no fim da década de 1990 – o azeite de oliva extra virgem chileno ganhou vários prêmios internacionais e entra em países tradicionais produtores como Espanha e Itália. Clique abaixo em “Leia Mais” para ver a íntegra da notícia.

Na região visitada pelos jornalistas, a cerca de 250 quilômetros da capital Santiago, no centro sul do país, as oliveiras estão por toda parte. E ficam sempre perto das plantas industriais. Segundo o chefe de uma das fábricas, Cláudio Aguilera, quanto mais cedo for o processamento da azeitona melhor será o azeite. “A partir da quinta hora a azeitona começa a fermentar e perder qualidade”, concluiu. Para o repórter da série, Thalles Bruno, a impressão é que o azeite chileno veio para ficar. “Acredito que em breve nós brasileiros falaremos muito deste azeite”, previu.

A segunda reportagem mostrará o vinho chileno, este sim muito conhecido do brasileiro. O país produz 880 milhões de litros da bebida por ano e figura entre os 10 maiores produtores do mundo. O Chile tem todas as características para produzir uva de qualidade e em quantidade. O clima é ideal. Mas há outros componente que só o Chile têm. A Cordilheira dos Andes, a leste, o Oceano Pacífico, a oeste, a Patagônia, ao sul, e o deserto de Atacama, a norte, funcionam como barreiras naturais contra pragas.

A reportagem vai mostrar também a força do turismo para as vinícolas. Os brasileiros são os mais assíduos. Mais da metade dos 150 mil visitantes que a Concha y Toro recebeu no ano passado foi de brasileiros. A produção da rolha e uma wine shop de Santiago com mais de 25 mil garrafas de vinho são outros destaques da matéria. “Realizada a reportagem entendemos os motivos que levaram o Chile a ser uma das potências do mundo do vinho. É tudo muito moderno e eficaz”, disse o

gerente de jornalismo da EPTV SUL DE MINAS, Pedro Aurélio Carvalho, que editou e produziu a série.

A terceira reportagem vem do sul do Chile, a mais de mil quilômetros da capital, na região de Puerto Montt. Neste lugar frio e de paisagens deslumbrantes é produzido 99% do Salmão consumido no Brasil. A indústria do salmão emprega milhares de pessoas e tem ações na bolsa de valores. Mas nem sempre foi assim. Quase foi à bancarrota, em 2007, quando um vírus atacou o salmão. O vírus isa provocou grande mortandade de peixes, mas é inofensivo ao ser humano. A situação agora é outra. A produção já voltou ao normal.

O salmão de cativeiro reproduz o ciclo do salmão selvagem. Nasce em água doce e só depois migra para o mar. Nos criadouros, o peixe é transportado para a água salgada quando atinge 100 gramas. “O telespectador verá algumas curiosidades, como um ingrediente da ração que dá cor ao peixe. Se não fosse por ele, a carne do salmão seria branca. No mar o salmão selvagem come crustáceos que tem o corante”, revela Carvalho.

A quarta e última reportagem da série foi produzida no Peru, na região de Ayacucho, a mais de 2.500 metros acima do nível do mar. Alguns relatos de estudiosos dão conta que a quinoa foi descoberta como alimento pelos povos pré-colombianos há cerca de cinco mil anos neste lugar histórico. As últimas batalhas pela independência do Peru foram travadas nestas terras.

Os produtores da quinoa falam deste grão com muita paixão. A quinoa significa, para eles, a sobrevivência, a saúde, o alimento fundamental. É chamada de a mãe de todos os grãos. A FAO, braço da ONU para a agricultura e alimentação, escolheu a quinoa o alimento de 2013. “Será o ano da quinoa e o CAMINHOS DA ROÇA não poderia deixar de mostrar o modo de produção deste cereal extremante saudável”, falou Thalles Bruno.

“Queremos que o telespectador acompanhe com a gente este universo agrícola diferente do nosso. O Chile é exemplo a ser seguido. E ir ao berço da quinoa, nos rincões do Peru, é uma viagem no tempo, mas que nos dá a sensação de que este grão pode fazer muito pela humanidade”, concluiu Pedro Aurélio Carvalho.

A reportagem da série SABORES DOS ANDES é de Thalles Bruno. As imagens são de Michel Diogo. A série foi produzida e editada por Pedro Aurélio Carvalho. A edição de imagens é de Luciano Firmino. (Texto: EPTV)

Tags: Lazer

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Oh Loco Meu // out 5, 2012 at 22:18

    O programa é muito bom, mas o nome…….Se for analisar ao p~e da letra o tem a ver Chile com roça.Al~em domais tem cada receita que aparece la que nem em restaurantes 04 estrelas se consegue fazer.Que eu saiba, roça ~e coisa mais simples.Mas o povo da Eptv deve ter seus motivos pra manter este nome.

  • 2 jose ricardo de araujo // out 5, 2012 at 18:13

    Esse programa é EXCELENTE!

    Tem coisas que não se descreve, apenas se sente,
    E esse programa é apenas “tudo isso”; consegue definir que Minas Gerais é um Estado de Espírito…e olha que eu sou carioca de nascimento. Excelente….

    A apresentadora, Cinthia Mitsumori é de uma delicadeza sublime…eh! Minas Gerais, quem te conhece não esquece jamais…

  • 3 telespectadora // out 5, 2012 at 10:13

    Adoro as receitas do programa! Vou assistir amanhã!

Deixe um Comentário