Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Momento saúde: Filosofia Clínica

fevereiro 8th, 2012 · 2 Comentários

Hoje é dia da coluna Momento da Saúde da Associação Brasileira de Medicina Preventiva – ABRAMEP no blog. Toda quarta-feira apresentamos reflexões sobre saúde em todos os aspectos, inclusive filosófico. Hoje o tema é “Filosofia Clínica”. Clique abaixo para ler mais.

Filosofia Clínica

Sempre é cobrada da Filosofia uma postura prática. Para o cidadão comum, a filósofo vive no mundo das idéias e pouco contribue para as questões do dia-a-dia. A Filosofia não serve para nada !
Já a Filosofia Clínica se propõe a resolver alguns problemas da vida, não na teoria, mas na prática. A Filosofia Clínica é parte da Filosofia acadêmica direcionada ao consultório, à clínica. É uma atividade utilizada em hospitais, escolas, instituições por todo o país.
Problemas existenciais, afetivos, auto-conhecimento, dificuldades nos relacionamentos, afecções psicossomáticas, problemas no trabalho e no cotidiano, entre outras questões.
Admiração, espanto e inquietação diante da realidade são, de fato, características da filosofia. Seja para compreender ou para transformar uma situação. Esta reflexão nos oferece métodos para investigar de maneira organizada, profunda, buscando causas, origens, contextualizando, observando a questão situada em seu universo e considerando o todo, para auxiliar a pessoa, sem direcionar sua vida e suas escolhas.
O Filósofo clínico é aquele com quem a pessoa partilha sua vida, suas questões e pensa junto com a pessoa, sem interferir em suas decisões, levantando, com ela, opções para lidar com os problemas.
Menos anti-depressivos e mais filosofia, é a fórmula.
O objetivo é o “equilíbrio”, “meio termo”; sinifica aquilo que não é nem demais nem muito pouco, e isto não é único nem o mesmo para todos.
No aconselhamento filosófico, são feitas prescrições,baseado na sabedoria universal relatados pelos filósofos clássicos até os contemporâneos, ocidentais ou orientais.
Ninguém é sábio conhecendo apenas a metade do mundo(Tjurunga)

Tags: Saúde

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Clara // fev 10, 2012 at 2:25 PM

    Amarildo, KKKKKKKKKKKKKKKKKK, KKKKKKKKKKKK, muuuiiitttoooo MENOS CLÍNICO , issso é o que ele é!!! DESRRESPEITO ! Antes ficar calado do que falar besteira!!

  • 2 Amarildo Serafim // fev 8, 2012 at 5:33 PM

    A ABRAMEP que patrocina esta coluna sem especificar o profissional em questão deveria compreender melhor o papel da filosofia e dos filósofos antes de escrever que “A Filosofia não serve para nada!” Cita-se entre as contribuições para o mundo moderno o filósofo Laibniz que criou o conceito de números binários que possibilitou, dentre outras coisas, a revolução digital meio pelo qual se permite que este insulto a filosofia seja tornado público. Também projetou a calculadora a partir disso, apesar de não ter construido uma. Poderia citar mais de 30 contribuições da filosofia para o campo das ciências que nem de longe beira a inutilidade que se quer fazer acreditar por essa fala descabida de alguém que quer fazer filosofia clínica sem passar pelo conhecimento construido pela filosofia ao longo da história humana. Afirmar que a filosofia não serve pra nada não é nem filósofico, muito menos clínico.

Deixe um Comentário