Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

  • Alpha-Blog-Madeira-970×140
  • banner-topo-fadiva-set-140-2021
  • covalub-topo-maio-2021
  • unis-vestibular-maio-2021-970×140
  • parlamento mulher
  • banner vai dar certo

Não queremos outra eleição como essa

novembro 1st, 2010 · 11 Comentários

A senadora eleita Marta Suplicy (PT-SP) disse que a disputa presidencial foi a mais difícil dos últimos anos. “Foi horrível essa eleição, a mais difícil. Uma eleição que acabou sendo muito manipulada por vários fatores, muito sórdida em trabalhos de internet contra a candidata vencedora. Nunca mais queremos uma eleição como esta”, declarou Marta.

O eleitor concorda. O signatário deste blog, também. Assuntos como religião e “bons costumes” acabaram no centro da discussão eleitoral, em detrimento das propostas. Os abusos partiram dos dois lados. A própria candidata eleita não apresentou seu projeto de governo, apenas um livreto de 6 páginas. Serra fez o mesmo. Nos debates, saiu-se arrogante.

E deve ser substituído por Aécio Neves como a principal liderança do PSDB.

Tags: Blog nas Eleições 2010

11 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Mateus // nov 3, 2010 at 15:52

    Deus não tem nada haver com isso, principalmente com essa política nojenta que um lado lançou contra o outro, os que ficam falando de Deus sem um pingo de dignidade e respeito, o caso de alguns aí em cima, deveriam refletir um pouco só um pouco, pois a questão é tão rídicula que não precisa pensar muito.
    Quanto a Presidenta, se ela continuar o que Lula começou, pra isso é que foi eleita, o país agradece.

  • 2 eleitor // nov 3, 2010 at 11:24

    É luis pensando em deus tchau tchau maurinho

  • 3 luiz // nov 2, 2010 at 22:34

    NEM O PAPA PODE AJUDAR O ZÉ BOLINHA. TEVE AJUDA DOS PASTORES , DOS PADRES, DAS MÍDIAS EM GERAL, FEZ PALANQUE EM IGREJAS, ESPALHOU TERROR, CALUNIAS, SIMULOU ATENTADO, ATÉ CHORAR ELE CHOROU HE HE HE HE HE..MAS DEUS É MAIS ELE ESTA JUNTO AOS MAIS HUMILDES E A DERROTA FOI HUMILHANTE. É ASSIM QUE DEVE SER A DERROTA DE COVARDES.

  • 4 Hatshepsut // nov 2, 2010 at 16:48

    vem por ai a LEY DO MEDIOS,, ai eu quero ver o PIG CHORAR

  • 5 IN OFF // nov 2, 2010 at 14:03

    Concordo !!! Cada coisa que parecia na “rede” era impressionante!!!
    Quanto mais se “aprende” mais “anta” o povo fica!!!
    Eu hein!!!

  • 6 Barão da Varginha // nov 2, 2010 at 13:53

    Igor

    A Mão pesada de Deus já veio esse ano senão teriamos mais um deputado petista na assembléia sei lá fazendo oque .

  • 7 João Luis // nov 2, 2010 at 12:46

    Brasil, estamos melhor hoje! A verdade venceu a mentira ( Leonardo Boff) antes a esperança já tinha vencido o medo. Vai sempre ser assim: a burguesada tentando por medo nos mais simples, mas não tem dado resultado não. Vamos para o terceiro mandato de um governo voltado para o pobre. É isso que eles não engolem. E vamos em frente

  • 8 igor // nov 2, 2010 at 01:20

    opaaa,mas tem muito petista que ficou aliviado,deixa qd alguem for investigar essas coisas em varginha,tem mt bizerrão aki mamando nas tetas do estado(pais)mas e qd sequar o leite???só a mão pesada de deus mesmo,mas ela sempre vem,é só esperar!

  • 9 Dil // nov 2, 2010 at 01:15

    como disse o caro peso pesado, o pais continua o mesmo, com a conivência dos nossos politicos, com a ignorância da nossa população e com o descaso dos nossos atuais governantes. quer coisa mais vergonhosa que o nosso presidente servindo de cabo eleitoral ou melhor dizendo, sendo marqueteiro da Srº Dilma, isso me envergonha e enoja, pois o presidente teria que ser imparcial, pois é isso que o seu cargo impõe. fica aqui o meu desabafo. cada povo tem o governo que merece….

  • 10 Vuvuzela // nov 1, 2010 at 23:22

    Não entendo as decisões coletivas de alguns partidos…Agora, chegou o momento do “talvez”…Talvez se AÉCIO estivesse candidato no lugar de Serra…Talvez se Marina Silva houvesse manifestado seu apoio…
    Talvez se a batalha fosse mais transparente, mais assumida, mais cara a tapa mesmo.
    O modelo do político brasileiro deveria mudar.Pelo menos no quesito “ás claras”. Com o advento da internet, das redes, do acesso fácil a todas as informações, nenhum politico deveria perder seu tempo justificando o injustificável.O povo – com sua parcela impar de culpa sim – conhece toda a vida pregressa de seus candidatos!
    Ocorre que, nas ultimas eleições, ganhou quem levou o adversário a nocaute por conta de seus deslizes.
    E a Dilma não pode se valer do titulo de Primeira presidente do Brasil com uma vida pregressa de luta armada contra os regimes de exceção, para buscar um titulo de Honoris Causa no poder…Não dá para aceitar a Globo em horário nobre, fazendo Makin-off da vida de Dilma,falando da prima bulgara q ela não conhece, do marido q desconhecia seu nome verdadeiro nos tempos da ditadura, ou da plastica q ela fez sei lá em q ano…
    Nós ficamos com cara de Batata Sorriso diante deste momento apoteótico do JN.
    E continuamos sem saber do plano de governo.
    De janeiro em diante, ela estará presidente para Resolver os problemas do país, e melhorar as condições de vida do povo brasileiro.
    É para isso que alguns seres são empossados presidente da Republica.Não para se vangloriar do que foram no passado, mas para assegurar algum futuro com acertadas propostas.
    Agora é hora da eleita abdicar de suas férias e traçar suas metas.Estamos esperando ainda com cara de Batata Sorriso.

  • 11 PESO PESADO // nov 1, 2010 at 14:41

    O BRASIL É O MESMO
    Por Carlos Chagas

    O brasileiro comum acordou hoje cedo, abriu a janela e, olhando para aquele pedacinho de céu que ainda lhe é devido em meio à selva de pedra, constatou haver o sol nascido como todos os dias. Por conta do feriadão prolongado, muitos voltaram para a cama ou tomaram café com calma. Os que foram trabalhar enfrentaram os mesmos constrangimentos nos transportes coletivos, raros e lotados. Para chegar à fabrica, ao escritório ou ao comércio, o cidadão que ganha pouco e paga muito de impostos notou estarem as ruas mais sujas do que o comum. Nesta ou naquela capital os garis já se encontravam a postos, limpando toneladas de sujeira, a maior parte de cartazes já velhos, papéis de propaganda eleitoral aos montes, plásticos usados aos milhares, embalagens de bebidas e restos de comida. Um ou outro companheiro de trabalho comentava o resultado das eleições de ontem, escolhida que tinha sido a nova presidente da República. Pela primeira vez na República, uma mulher. Apesar disso, prevaleceu a rotina de todos os dias: preocupação com contas a pagar, com a performance dos filhos no colégio, o próximo Natal e os presentes cada vez mais caros, as programadas mas raras vezes concretizadas férias de fim de ano. Num minuto de desatenção diante do trabalho, vieram o pensamento e a conclusão: o Brasil é o mesmo, igualzinho hoje como ontem…

Deixe um Comentário