Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Dança das cadeiras

outubro 6th, 2010 · 6 Comentários

Conforme o Jornal Folha de Varginha adiantou na quinta-feira passada, o secretário municipal da Fazenda Luiz Carlos Maciel se afasta do cargo, após as eleições.

Uma perda para a administração. Luiz Carlos é sério. Mostrou competência e técnica durante o período em que ocupou o cargo.

Tags: Política

6 Respostas Até Agora ↓

  • 1 PESO PESADO // out 8, 2010 at 1:01 PM

    ENQUANTO ISSO, NO GOVERNO FEDERAL:

    O que liga a Petrobrás a um diretor de estatal

    Bruno Villas Bôas e João Guedes, O Globo

    Diretor de Gestão Corporativa da Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), estatal ligada ao Ministério de Minas e Energia (MME), Ibanês César Cássel tem a Petrobras como cliente de sua empresa de eventos.

    Ligado à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, desde que ela foi secretária de Energia, Minas e Comunicações no Rio Grande do Sul nos anos 90, Cássel assinou dois contratos com a estatal do petróleo no total de R$ 538.755,65 em 2008, por meio da Capacità Eventos Ltda, sediada em Porto Alegre.

    A Capacità tem Cássel como sócio e a mulher dele, Eliana Azeredo, como diretora-geral. Um dos contratos foi assinado sem licitação. Informações sobre Ibanês Cássel, entre outros rumores de denúncias que afetariam a Petrobras, circularam no mercado nesta quinta-feira e derrubaram as ações da empresa.

    Cássel assumiu o cargo estratégico na EPE em 2005, convidado pela então ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff.

    Ele foi diretor administrativo da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) do Rio Grande do Sul, estatal ligada à Secretaria de Energia, Minas e Comunicações do estado, quando a pasta era comandada pela atual candidata.

    Um dos contratos com a Petrobras (número 4600285827), de R$ 438.755,65, refere-se à inauguração da plataforma P-53, em 18 de setembro de 2008 em Rio Grande (RS), com a presença do presidente Lula.

    Houve licitação pelo modelo de carta-convite, no qual pelo menos três empresas precisam ser convidadas para a disputa.

    A Petrobras também foi cliente da Capacità no contrato de patrocínio do evento “Porto Alegre – Uma visão de futuro”, realizado pela Câmara Municipal de Porto Alegre em 2008 e que tratou de “diversos temas relacionados à vida urbana das cidades”.

    Este contrato (número 4600283697) foi assinado sem licitação e somou R$ 100 mil. A Petrobras se valeu do decreto 2745 de 1998 – que flexibilizou as regras para licitação – para não abrir uma concorrência.

  • 2 ronaldo lousada // out 7, 2010 at 9:03 PM

    Mais uma vez essa administração mostra que realmente e incompetente, pois temos alguns secretários que são fundamenta mentais para essa administração, mas o PT e isso mesmo, não gosta de pessoas competentes e honestas, infelizmente temos que conviver com essas situações, gostaria de destacar os secretários, de agricultura, administração, finanças, bem estar social, mas o restante pode juntar tudo dentro de um saco e jogar dentro do rio, que com certeza vai boiar, acorda coruja, para de dormir em cima do toco, seu tempo esta expirando, e preste atenção, pois com a morte de Mauro Teixeira ( que hera uma liderança política, abriu-se uma caminho para diversos candidatos e se você continuar nesse marasmo, não se elege nem pra gari.

  • 3 Cidadao // out 6, 2010 at 11:18 PM

    Realmente,uma perda para contribuintes e para a PMV.Pessoa séria,que tenta honrar ao máximo os compromissos da prefeitura.Só não consegue totalmente pq a perfeitura tem dinheiro mas não administra.

  • 4 Daniel // out 6, 2010 at 1:23 PM

    Sujeito sério correto. Bom funcionári0. Muito profissional em suas atividades. Competente e capacitado. Tomara que encontrem alguém com o mesmo perfil. Tal função não comporta apaniguados, pessoas que estão recorrendo a um cabide de emprego e principalmente, aqueles que querem apenas uma função e um polpudo contracheque derivado de um cargo de confiança. Parabéns pelo trabalho realizado pelo Luiz Carlos.

  • 5 Carlos // out 6, 2010 at 10:07 AM

    Endosso o comentário do Flávio, tem Secretário na PMV que pelo tempo já dá até para aposentar.
    Fora os ******** da vida, etc.
    E os outros 150 cargos de confiança não vão sair!

  • 6 Flávio // out 6, 2010 at 9:23 AM

    É uma pena a saída do Dr. Luiz Carlos. Quem tem que sair não sai, né. Tem Secretário, que manda (e ganha) mais que Prefeito, que está lá há 10 anos, demonstrando toda sua …..incompetência.

Deixe um Comentário