Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

CCCMG e Camec estudam viabilização de parceria

agosto 14th, 2010 · Sem comentários

 

O Centro do Comércio de Café do Estado de Minas Gerais (CCCMG) estuda realização de parceria com a Câmara de Arbitragem, Mediação e Conciliação (Camec) de Varginha. A proposta foi requerida através de reunião com o presidente do CCCMG, Archimedes Coli Neto, e as diretoras da Camec, Dra. Aline Machado e Dra. Luciana Pimenta, na quinta-feira, 12.

Archimedes abriu a reunião explicando o que é o Centro do Comércio de Café e salientou sobre o trabalho realizado pela instituição e a sua importância na cadeia cafeeira. De acordo com o presidente, é sempre bom fazer novas parcerias, “pois isso é benefício para o associado, que pode contar com novas ferramentas e opções”, esclarece.

De acordo com Dra. Aline, a Camec é uma instituição privada e independente e proporciona vantagens às pessoas físicas e às empresas, prestadoras de serviços, administradoras, entidades sindicais, cooperativas e muitas outras. “Somos especialistas em resolver conflitos e existe uma lei de 1996 que autoriza instituições como a nossa a trabalhar na resolução de problemas sem que tomem um caminho jurídico profundo”, explica a advogada.

Dra. Luciana também acrescenta que a Camec trabalha em conjunto com o Poder Judiciário. “A Justiça nos vê como parceiros, pois realizamos diversas fases de arbitragem, mediação e conciliação sem que haja interferência jurídica com o uso da cláusula compromissória em substituição do Foro”, coloca Pimenta.

A primeira parceria da Camec surgiu com a Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha (Aciv). “Logo após foram sindicatos, imobiliárias e agora recentemente fechamos com a Aduaneira e teremos um estande no evento Minas em Negócios”, que acontece em setembro, na cidade de Varginha.

Segundo Dra. Aline, a resolução de conflitos passa por três fases: conciliação – onde se sugere um resultado bom para as duas partes, mediação – onde seria a conciliação mais profunda e conduz a conversa das partes em conflito, e por último a arbitragem – onde não há conciliação das partes e a sentença arbitral é irreversível. “A mediação do conflito pelo nosso processo é melhor porque mantemos sigilo absoluto dos assuntos tratados além da agilidade”, enfatiza.

Na oportunidade ficou proposto que a Camec realizará um projeto de apresentação aos associados do CCCMG para explicação e troca de ideias e sugestões com data ainda a ser definida. (Texto e foto: Assessoria de Comunicação CCCMG – Luiz Valeriano)

Tags: Geral

0 Respostas Até Agora ↓

  • Não existe comentário ainda. Deixe o seu comentário preenchendo o formulário abaixo

Deixe um Comentário