Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Morre Murilo Badaró

junho 15th, 2010 · 3 Comentários

murilo_badaro
O jornalista João Carlos Amaral, o governador Anastasia e Murilo Badaró

O presidente da Academia Mineira de Letras e ex-ministro e ex-senador da República Murilo Paulino Badaró morreu na noite desta segunda-feira aos 78 anos, de infarto agudo, em Belo Horizonte. Formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Minas Gerais, Badaró ocupou vários cargos públicos.

Ao saber da morte do político, atualmente filiado ao Partido Progressita (PP), o governador Antonio Anastasia (PSDB) lamentou e decretou a partir desta terça-feira luto oficial de três dias no estado. “Recebo com imenso pesar a notícia do falecimento de Murilo Badaró. Perco um amigo. Deputado federal, senador, ministro da República, acima de tudo, um grande mineiro. Um brilhante articulista, com intensa produção literária, conduzia com esplendor a Academia Mineira de Letras”, disse o governador.

Foi através da visão de Murilo Badaró, então ministro da Indústria e Comércio (1984) que Varginha obteve o primeiro porto seco do interior de Minas Gerais, através de articulação com o então senador, o varginhense Morvan Acayaba.

Tags: Política

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Fire Fox // jun 15, 2010 at 11:53 PM

    Bionicão

  • 2 Gilberto Lemes // jun 15, 2010 at 10:17 PM

    Murilo Badaró acreditando no potencial da região chegou idealizar um parque temático entre as cidades de Cambuquira e Lambari, com a construção de um dique e a criação desse importante ponto turístico, com hoteis e um grande lago com marinas, etc.
    Não conseguiu realizar o seu projeto que seria a redençao do turismo.

  • 3 eduardo ottoni // jun 15, 2010 at 11:32 AM

    Com pesar, tomo conhecimento da morte de BADARÓ. Pessoa de trato afável, inteligente e pragmático, foi um servidor do povo e de Minas, nas funções e cargos públicos por ele ocupados e no exercício de muitos mandatos. Distinguiu-me sempre com muita atenção. Representante da tradicional e boa politica mineira, pelos seus dotes culturais e amor à causa pública, deixou marcas importantes na sua trajetória por esta vida. Varginha deve-lhe a criação do porto seco, quando ministro da industria e comercio, no governo João Figueiredo, coadjuvado pelo nosso então Senador Morvan Acayaba. Fica esse registro e o meu pesar aos seus familiares.

Deixe um Comentário