Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Investimentos pós-marolinha

abril 30th, 2009 · 3 Comentários

Se depender da expectativa dos executivos de Varginha, a crise deve espairecer já nos próximos meses. O blog já falou dos investimentos da PP Print. Agora é a vez da Plascar retomar, mesmo que aos poucos, as contratações. Ano passado foram demitidos 300. Em fevereiro 100 haviam sido recontratados. Mais 40 retornaram aos postos de trabalho. Parte da recuperação ocorre devido à diversificação na linha de produção da planta de Varginha. A Plascar usa novas tecnologias na fabricação de peças de injeção plástica para automóveis, o que causou a transferência de uma unidade em Botucatu para Varginha, em setembro do ano passado. O diretor da Plascar de Varginha, Ronaldo Serenini, acredita que a crise passa em quatro meses. “Hoje trabalhamos com 80% do volume de produção do ano passado”.

Tags: Economia

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Paola Diniz // maio 1, 2009 at 3:44 PM

    E vc e-LEITOR, já viu a Plascar divulgar alguma verdade desde que se envolveu diretamente na política de Varginha, gerando inclusive cargo de secretário para o diretor da empresa? Daqui pra frente é só tapeação, como foi na propaganda eleitoral que infelizmente ela ajudou a divulgar. A farça tá aí numa administração desastrosa que o próprio atual secretário deve estar vendo em suas mãos. Espero que a empresa volte a ser apenas privada e gerando as divisas honrosas que sempre gerou pra Varginha em todos os sentidos, desde época de Plavigor.

  • 2 e-LEITOR // maio 1, 2009 at 12:29 AM

    Tem empresa que vem atravessando a crise sem demitir. Isto é um gesto de acreditar na mão de obra local e de reconhecer que o trabalhador é o principal agente de lucro de uma organização. Philips Walita tem mantido os mesmos números de funcionários com queda nas vendas, demonstrando que apesar da crise, os empresários apostam nos seus colaboradores. Parabéns.

  • 3 e-LEITOR // maio 1, 2009 at 12:23 AM

    Sou conhecedor sobre o assunto contratações. E me arrepio com tanta mentira que os governantes e a mídia anunciam os números. Estes, quase sempre são majorados com o intuito de tentar enganar a comunidade. Esta tal impressora, por exemplo não gera nenhum emprego direto de imediato, pelo que pesquisei e talvez as outras máquinas que são essenciais para a nova demanda talvez poderão gerar alguns postos, mas bem menos do que o anunciado. O povo merece uma informação verdadeira.

Deixe um Comentário