Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Natal da Solidariedade começa às 10h desta quinta-feira

dezembro 24th, 2008 · 13 Comentários

A oitava edição do Natal da Solidariedade, promovido pela Prefeitura de Varginha, começa às 10h desta quinta-feira, dia 25 de dezembro, dia de Natal. O evento será no Estádio Municipal Melão, com entrada franca. Vai haver um grande almoço para as famílias, além de brincadeiras e shows musicais. Também haverá sorteios de brindes como televisores, videogames e bicicletas. Os participantes receberão um ticket para concorrer no sorteio na entrada do estádio, onde cada criança receberá um presente. Palhaços e grupo teatral vão recepcionar as crianças, e no estacionamento haverá brinquedos infláveis à disposição, tudo de graça.No gramado do estádio será montado um palco onde serão realizadas as apresentações artísticas e musicais como Dinho e Grupo Sambalanço, Banda Biss, Gallo e Garotos da Rua M, Natália Villas Boas, o violeiro e cantador Brandon de Três Corações e outros convidados.Ao meio-dia será celebrada bênção ecumênica e haverá a chegada do Papai Noel, de helicóptero, seguindo de carruagem até o palco onde fará seu pronunciamento de Feliz Natal ao público presente.O evento foi criado e é realizado pela Prefeitura em parceria com a EPTV, com coordenação da Secretaria de Administração e Secretaria da Habitação e Promoção Social, produção artística do Departamento de Eventos da Fundação Cultural e apoio da Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, secretarias municipais, grupos de voluntários e imprensa.Pessoas que quiserem trabalhar na equipe de voluntários, ajudando na distribuição de brinquedos e no almoço, podem procurar alguém da organização no próprio evento.

Tags: Geral

13 Respostas Até Agora ↓

  • 1 João Cana Brava // dez 29, 2008 at 3:56 PM

    Não ganhei cachaça!

  • 2 Nersinho // dez 26, 2008 at 8:21 AM

    Fui no Melão, comi bastante,conversei com uns amigos e realmente tinha gente de todo o tipo.
    Estava muito bom e não vi nenhum movimento politico, até porque que fez foi a EPVT da qual nós damos para ela audiência e os outros Orgãos Públicos, são também garantidos com nossos impostos.
    Portanto não vejo porque falar mal da festa. Não havia restrição, não me exigiram comprovante de renda ,nem de endereço, pois era uma festa pública,portanto todo mundo tinha o direito de ir,comer e se divertir.
    Fui,gostei e se tiver de novo, tô lá garradinho.
    Vamos deixar as criticas para outros momentos.

  • 3 zé do prego // dez 26, 2008 at 7:46 AM

    Ouvidor! os varginhenses e o povo brasileiro precisam de tudo, até você precisa de um pouco mais de senssibilidade e espírito cristão e de solidariedade. Você nem foi ao melão, nem contribuiu com um grão de arroz e muito menos fez uma criança pobre feliz ao doar um brinquedo. No natal solidario, mais de mil voluntários independentes de partidos políticos, pelo menos agiram e de graça, sem falar nada, mas com um sorriso estampado no rosto e os pés molhados pela chuva e feliz da vida, por estar servindo o próximo.

  • 4 C0nt(ato) // dez 26, 2008 at 7:39 AM

    Corrigindo, você pre(s)izando(c) de dentista? Rsss…

  • 5 Inacreditavel // dez 26, 2008 at 7:33 AM

    heheheheh…..rsrsrsrsr…. EU TB TENHO.

  • 6 corrigindo // dez 26, 2008 at 7:26 AM

    margoso, realmente pegou pesado, mas uma coisa ele tem razão, aqui se faz, aqui se paga……!!!!!!!, estou presizando ir ao dentista, acho que vou pro Rio, pois fiquei sabendo, que lá tem uma otima, a melhor do Brasil, com decoração, de marmore carrara, granito portugues, equipamento de ultima geração. lembra naquele jornalzinho, dizendo o que cada cidadão tem ou deixa de ter, kkkkkkkkk eu tenho um guardado, para posteridade.

  • 7 Peso Pesado // dez 26, 2008 at 6:55 AM

    Lamentável o episódio José Geraldo. E pensar que você está fazendo um trabalho que no futuro ainda vai ser benéfico para eles.
    É duro ver que isso acontece já em um período em que todos deviam estar embuidos do melhor espirito natalino.
    Obrigado pelo aviso , agora em nossa região, além de joão de barro que tudo constrói, de tico-tico que é acusado de querer entrar naquilo que o joão de barro construiu em pouco tempo,mas que já existia há mais de 100 anos, além de outros passáros , ainda temos garços e passarinhos que aprenderam a fotografar.
    Seria trágico se não fosse cômico.
    Mas estamos de olho quem perde é o turismo local , que já anda meio devagar.
    Uma sugestão ao invés de ficar magoado, ligue para o SEBRAE para que eles façam um trabalho para profissionalizar o turismo. Afinal se o café está ruim das pernas, a cana de açucar dá mais retorno no interior de são paulo, o leite não está vendendo muito, os caras só teriam uma alternativa, investir no turismo rural e ambiental, mas com exemplos negativos desse tipo, quem vai querer andar assim.Sou de varginha e andei de balsa na linda localidade de barro preto, que fica próximo da praia de canoa quebrada no ceará, voce atravessa uma linda paisagem entre lago e mar, com areia e praias limpas, com um detalhe levei máquina de filmar, fotografar,dinheiro e só trouxe boas recordações.
    Quem sabe inportemos de lá o jeito ideal de receber visitantes e fazer com que eles voltem e tragam mais pessoas.
    abçs bem pesados

  • 8 José Geraldo de Souza // dez 25, 2008 at 7:11 PM

    Apesar dos meus 54 anos de idade, resolví neste Natal fazer um pedido ao Papai Noel: Pedí que uma câmera fotográfica , que me foi roubada na Balsa de Pontalete em 19/11, fosse devolvida pelo larápio. Estavamos em três pessoas numa balsa com destino a Paraguaçu, (eu , um Engenheiro do DER e o balseiro), onde eu terminaria um levantamento para elaboração de projeto de engenharia para pavimentação daquela via, ” pedido feito pelos Trespontanos ilustres Wagner Tiso e Milton Nascimento” ao Governador do Estado.
    Quando cheguei a margem do lado de Paraguaçu, estava muito ocupado com um aparelho de GPS as mãos e não percebí pela falta da câmera, com a qual eu registrava os possíveis ocorrências, relativas a meio ambiente, afloramento de rocha, , possíveis lugares de alagamento.
    Quando precisei dela no final do trecho, início do perímentro urbano de Paraguaçu, cadê a câmera.
    Voltei a balsa e o balseiro já não era o mesmo. Me indicaram onde morava o balseiro que nos atendera e fui até a casa dele onde, um dos líderes de sua igreja evangélica me atendeu.
    Este senhor foi o único a utilizar a balsa depois de mim e meu colega do DER/MG. Ele estava em compania de seu pai e de duas meninas.
    O balseiro mudou de cor quando me viu , a sua porta e juraram todos não ter visto a câmera, mas o senhor que me atendeu disse que me viu com a câmera na mão e que ela era prateada.
    Ora caso ele não seja vidente, estava mentindo, pois a câmera estava dentro de uma bolsa preta fechada com zipper.
    Eu estava com um aparelho de GPS Garmim de cor escuranas mãos , e seu pai num completo ato de desprezo e escárnio, dirigiu-se ao carro deles e apanhou uma câmera de ar de sua Paratí e me ofereceu , dizendo já que é câmera que você quer, tome esta eu te dou, causando risos de todos, menos meu é claro.
    Espero que os membros desta igreja não ajam da mesma forma, pois conheço muitos deles aquí em Varginha e pelo que me consta são pessoas de bem.
    A câmera , eu compro outra, o trabalho perdido eu refaço, mas a moral para esses “crentes fajutos” não há dinheiro que compre.
    Portanto , cuidado ao fazer esta travessia, caso o balseiro, continue jurando que é honesto, as garças e os demais pássaros do local adquiriram o mau hábito de furtar objetos dos usuários daquela balsa.

  • 9 Maria G. M. // dez 25, 2008 at 4:38 PM

    Muito Margoso, acho que pecamos sim por não nos mobilizarmos como funcionários, como sindicalizados, como cidadãos…
    Mas daí impedir que os demais tenham momentos felizes…e criticar iniciativas que envolvem verbas da iniciativa privada. Sei não!
    Creio que os funcionários públicos , dentre os quais me incluo, deveriam era se unir mais.
    Viu como ficou a eleição do sindicato? Ficou na mesma. Se houvesse tanto descontentamento(que sei que hà), porque não houve um outro resultado. Não! Continuamos a atribuir aos outros a responsabilidade de solucionar nossos problemas.
    Tanto no sindicato quanto na prefeitura a manutenção dos mesmos grupos no poder pode significar duas coisas: satisfação da população atendida ou acomodação.
    Fica aqui essa reflexão. Eu, como cidadã e funcionária estou decidida a ir a luta. Só reclamar não dá mais.

  • 10 corrigindo // dez 25, 2008 at 1:50 PM

    e seu contato, que bom que doeu, isso mostra que vc, e humano, pensei que não fosse, e que pensace só em vc, fico feliz pela sua reação.

  • 11 Cont(ato) // dez 25, 2008 at 7:05 AM

    Muito Amargo, você assina o nome que lhe serve. O que os outros fazem, você não tem o direito de julgar e pode ter a certeza de que seu Deus não é igual ao meu e de muitos outros. Deus não fica irado e não nos dá medo. Deus não destrói, nos dá paz… é por aí. Não ameaçe uma família em nome Dele pois não é assim que funciona. Tudo vai dar certo e os funcionários e suas famílias vão ter um Natal feliz.

  • 12 Ouvidor // dez 25, 2008 at 6:59 AM

    Como já postei anteriormente, os Varginhenses mais carentes não estão precisando de prato de comida regado a suco no caminhão da Copasa e sim de mais Empregos, Saúde com remédios e Cirurgias, Creches e Casa populares com prestações de 60,00 a 80,00 e a volta da doação de terrenos. Pelo andar da Caruagem a Administração do Corujinha vai continuar a mesma coisa enganando os mais necessitados, para daqui a quatro anos ganhar novamente as Eleições . Mais Deus é grande e uma hora o Povo Varginhense vai cair na realidade e votar com conciência. Tá Dito.

  • 13 MUITO MARGOSO // dez 24, 2008 at 9:46 PM

    SENHOR PREFEITO, E IMPORTANTE SIM, O ESPIRITO NATALINO, MAS MAIS IMPORTANTE E O SENHOR PAGAR, OS SALARIOS ATRAZADOS DOS SERVIDORES DO HOSPITAL BOM PASTOR, POIS ELES TEM FILHOS, ESPOSAS, MARIDOS, QUE QUEREM, COMO O SENHOR, PASSAR UM NATAL MAIS DIGNO, E O SENHOR NÃO ESTÁ NEM AI, PENA!!!!!!!! MAS UMA COISA O SENHOR PODE ESTAR CERTO, DEUS LHE COBRARA, MAIS TARDE, SE NÃO FOR PELO SENHOR, VAI SER PELA SUA FAMILIA, E ASSIM QUE FUNCIONA A IRA DE DEUS…………….. POIS PELA JUSTIÇA DOS HOMENS, NADA SE PODE FAZER, POIS INFELISMENTE O JUDICIARIO ESTÁ A SEU FAVOR.

Deixe um Comentário