Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Cemig arrecada R$ 150 mil para entidades carentes

dezembro 30th, 2008 · 2 Comentários

Uma rede anônima de voluntários e instituições realiza uma série de ações solidárias, em Varginha. O Natal Solidário do Estádio Melão é realizado pela prefeitura, com apoio de várias empresas. Durante as enchentes de Santa Catarina, vários empresários se uniram para arrecadar donativos e enviar para o Sul do país.
Neste ano a Cemig realizou uma série de atividades assistenciais. Duas merecem uma atenção maior. Colaboradores e seus familiares apadrinharam 1.985 cartas de crianças carentes, na região. Eles enviaram desde brinquedos, cestas básicas e até remédios para as crianças e seus familiares. Em Varginha, os funcionários da Cemig conseguiram até uma geladeira para um garoto que toma remédios que precisam ficar refrigerados. “A família usava a geladeira do vizinho e, por conta disso, aconteciam alguns problemas”, relata Maria de Fátima Fernandes Valias, da equipe da Cemig. Ela diz que muitas pessoas acham que as crianças não são carentes. “As visitas que fizemos foram de cortar o coração”, lembra. No caso do garoto que ganhou a geladeira, o eletrodoméstico foi instalado no quarto, pois a casa possui apenas o cômodo e um banheiro.Outra iniciativa é a que destina parte do imposto de renda recolhido por pessoa física para instituições assistenciais. A Cemig aumentou 70% a arrecadação entre seus colaboradores, esse ano. No Sul de Minas, foram recolhidos R$ 150 mil. Em Varginha os recursos são destinados a duas instituições, Levanta-te e Anda e Fuvae (Fundação Varginhense de Assistência aos Excepcionais).

Tags: Responsabilidade social · Utilidade pública

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Fabiana // dez 30, 2008 at 6:09 PM

    ISSO SIM, O QUE OS FUNCIONÁRIOS DA CEMIG FIZERAM ESTÁ PREVISTO EM LEI,É A UNICA BRECHA QUE A LEGISLAÇÃO DISPONIBILIZA PARA DIRIGIR O DINHEIRO DIRETO PARA ALGUÉM QUE FAZ ALGUMA COISA. POIS CASO COANTRÁRIO O DINHEIRRO QUE NOS PAGAMOS AQUI, VAI PARA BRASILIA E DE LÁ SÓ DEUS SABE PARA ONDE VAI.

  • 2 Maria G. M. // dez 30, 2008 at 12:23 PM

    Casos como o relatado acima são a prova de que o que consideramos felicidade é muito para outros.
    Para muitos a necessidade é básica: o que comer, o que vestir, onde morar…
    Nós, às vezes, sofremos por não realizar nossos sonhos, ou considerá-los tão distantes.. Felizes somos nós!
    A muitos não é permitido sequer sonhar.
    Quando afirmam que ser solidários nos favorece, estão certos, pois amplia o olhar, desvenda o que nos recusávamos ou não podíamos ver.

Deixe um Comentário