Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – marcus[email protected]

Orçamento de Varginha aumentou 27%; Corujinha terá R$ 182 milhões para administrar a cidade

novembro 15th, 2008 · 9 Comentários

Varginha – As secretarias de Turismo e Indústria terão o maior aumento na arrecadação prevista para 2009. O percentual será de 76% para Turismo e Comércio e de 70,36% para Indústria e Desenvolvimento Econômico, mais do dobro do crescimento geral da arrecadação do Município, de 27,23%. Apesar do aumento expressivo, os recursos para cada pasta são pequenos, perto das outras secretarias. Turismo terá R$ 2.797.000,00 e Indústria, R$ 615.000,00. A arrecadação orçamentária de Varginha prevista para este ano é de R$ 143.830.000,00. Para o próximo ano, R$ 182.995.293,00.
Apenas uma secretaria terá menos recursos em 2009: a de Governo. A pasta tem R$ R$ 2,7 milhões em 2008, número que cai para R$ 2,4 mi em 2009. As secretarias que terão mais recursos continuam sendo Educação e Saúde. Em 2008, a Secretaria de Educação e Cultura vai fechar o ano com algo em torno de R$ 32.365.000,00, o equivalente a 28,25% do orçamento. Em 2009, passa para R$ 36.985.000,00, 26,15% do orçamento. Os índices se explicam mais pela exigência constitucional. É lei investir pelo menos15% do orçamento em Saúde e 25% em educação. A pasta de Saúde terá um aumento pífio: 1%. Investimentos em Educação cairão 2%, aproximando-se do mínimo exigido pela Constituição Federal.
Obras e Serviços Urbanos tem a terceira maior fatia do bolo, com R$ 19,2 milhões e um aumento considerado, 53% em relação a 2008 (quando a arrecadação prevista para a pasta é de R$ 12,5 milhões). Seria um indicativo de que o próximo governo estará mais voltado para obras do que em saúde, que foi a menina dos olhos nos dois mandatos de Mauro Teixeira.
Apesar de cair no montante orçamentário, a Secretaria da Administração continua sendo a quarta em recursos. Mas a destinação do dinheiro não implica em obras ou algo semelhante, mas sim na manutenção da máquina, convênios e setores diversos.
A Secretaria da Fazenda passa de R$ 7,5 milhões para R$ 10,5 milhões.
Café – Quando foi criada, a Secretaria do Café e Agricultura foi recebida como um alento ao setor, principalmente no aporte técnico, já que obras como asfaltamento de estradas caem na rubrica da Secretaria de Obras. Entretanto, a pasta se voltou para apresentar aos cafeicultores uma alternativa à monocultura cafeeira, no caso a mamona para o biodiesel. O projeto passou por altos e baixos e fecha o ano com a usina fechada. Negociações com uma nova empresa e um orçamento 67% maior (passa de R$ 1,06 milhão para R$ 1,7 mi) indicam que o projeto do biodiesel terá vida longa na cidade.
Câmara – Apesar da prefeitura reduzir milimetricamente os recursos para o Legislativo (de 2,61% para 2,29%), os cofres da próxima Câmara estarão um pouco mais cheios. O orçamento do Legislativo passa de R$ 3 milhões para R$ 3,24 milhões.
Administração indireta
O maior aumento foi para a Fundação Cultural, que receberá até o final de 2008 em torno de R$ 1,489 milhão e, em 2009, R$ 2,24 milhões. O aumento é de 48,9%. A Guarda Municipal terá 44,67% a mais de recursos, passando do atual R$ 1,84 milhão para R$ 2,66 milhões. A maior parte dos recursos vai para a Fundação Hospitalar, que deve receber R$ 20,7 milhões em 2008 e R$ 26,3 milhões em 2009.
O Orçamento do Município foi aprovado semana passada. O presidente da Câmara, Verdi Lúcio Melo (PSDB), apresentou emenda. Ele pede a transferência de R$ 10 mil para obra de vedação em paredes do ginásio da Escola Municipal José Augusto de Paiva, no bairro Santana. O pedido teve parecer favorável da Comissão de Justiça e vai para o crivo do prefeito Mauro Teixeira (PT).
Os números usados neste texto foram fornecidos pela Câmara Municipal. Os cálculos foram feitos pelo Blog baseado na receita total, e não na receita corrente líquida, o que pode resultar em uma margem de erro menor do que 1%.

Tags: Economia · Política

9 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Luiz H. // nov 19, 2008 at 12:48 PM

    Acho louvavel a atual admnistração apresentar aumento de orçamentopara o proximo mandato, afinal toda administração que se presa trabalha com PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA, mesmo na iniciativa privada. Penso que com a atual crise econômica mundial o prefeito eleito Eduardo Corujinha deveria antes de nomear algum cargo, ouvir os vários seguimentos econômicos no município, prestadores de serviços, industria, comércio, qual a projeção e perspectiva de todos. Com esta informação, ai sim assumir o município com o pé no chão.
    Prever é facil arrecadar é dificil…..

  • 2 Marcos Paulo // nov 18, 2008 at 4:57 PM

    Leonardo e Guedes para 2009 ou vice e versa? De qualquer jeito a dupla é perfeita… Um vereador atuante e querido por todos e outro sensato, independente e pé no chão…. Vão em frente….

  • 3 Isaleti Mari // nov 17, 2008 at 8:35 PM

    Muito Boa. Que tal alguém postar as listas da nomeações dos cargos de confiança de 2001 e 2005, afinal comparar é viver.

  • 4 Cont(ato) // nov 17, 2008 at 10:25 AM

    Puxa Gilberto Kalandra, que falta de (cargo) confiança!

  • 5 Gilberto Kalandra // nov 17, 2008 at 8:41 AM

    Peso Pesado você é muito ingênuo, achar que o corujinha vai cortar cargo de confiança. E como ficam os cumpanheiros que não querem outra vida.
    Escreva aí -basta ler o jornal do municipio do dia 02 de janeiro de 2009, vai repetir muitos nomes que já constaram em 02 de janeiro de 2001 e 02 de janeiro de 2005.
    Enquanto isso, em 02 de janeiro de 2009, voce Peso Pesado vai ter que preocupar-se com o IPVA,IPTU,matrículas,imposto de renda, impostos em geral e ainda tentar sobreviver,pois a crise só existe para as pequenas e médias empresas e para os que trabalham por conta própria, Mas para o funcionalismo de todas as esferas e para os politicos ela passa bem longe.
    Vamo cair a ficha, para nós a coisa é feia , mas para eles.
    Diminuir cargo de confiança, isso não ti pertence mais.
    rsssss.

  • 6 DEUS AMARELO // nov 17, 2008 at 5:49 AM

    Meus filhos, em quatro anos passa pelas mãos do prefeito mais de meio bilhão de reais, em oito anos mais de 1 bilhão, descontando as verbas de Fapen, hospital etc.
    O melhor é votar com maturidade e responsabilidade

  • 7 Antonio Adilson // nov 16, 2008 at 3:58 PM

    2 milhões e meio para a guarda municipal????
    Eu já falei, a Prefeitura tem que doar os carros e colocar bicicletas pros guardinhas. E pros fiscais do Codema: jegue.

  • 8 Peso Pesado // nov 16, 2008 at 3:20 PM

    CAUTELA E CALDO DE GALINHA NUNCA VIZERAM MAL A NINGUÉM
    .
    CORUJINHA SÓ TEM UM JEITO DE CORTAR DESPESAS, É REDUZIR DRASTICAMENTE O NÚMERO DE CARGOS DE CONFIANÇA.
    SE EU FOSSE ELE, REPETIA A MELHOR FRASE DITA NOS ULTIMOS 500 ANOS NO BRASIL EM TERMOS DE POLITICA SÉRIA.
    FOI DO FUTURO GOVERNADOR DO RIO FERNANDO GABEIRA, ESSE ANO QUANDO CANDIDATO A PREFEITO DO RIO(GANHADOR MORAL).DISSE FERNANDO: PERGUNTADO SE FARIA ALIANÇAS COM PARTIDOS PARA O SEGUNDO TURNO, MADEIRA NÃO SÓ NÃO BUSCOU NENHUM PARTIDO, MAS DISSE:
    “NÃO VOU FAZER ALIANÇAS COM PARTIDOS, MINHA ALIANÇA É COM O POVO DO RIO DE JANEIRO”.
    É ISSO AÍ SE EDUARDO CORUJINHA QUIZER SER UM PREFEITO DIFERENTE E ATÉ HONRAR O ESTATUTO DO PT DA DÉCADA DE 80/90, DEVE DAR UM EXEMPLO PARA A CIDADE , SÓ COLOCANDO CARGOS IMPRESCINDIVEIS, VALORIZANDO OS FUNCIONÁRIOS CONCURSADOS, QUE TEM CAPACIDADE DE OCUPAREM CARGOS ATÉ EM NIVEIS ESTADUAL E FEDERAL, ALIÁS GENTE CAPACITADA É O QUE NÃO FALTA NO MUNICIPIO E MUITOS CONCURSADOS JÁ HÁ MUITO TEMPO. A FORMA COM QUE CERTOS CARGOS SÃO PREENCHIDOS É QUE FAZEM COM QUE OS FUNCIONÁRIOS DE CARREIRA FIQUEM ABATIDOS E DESMOTIVADOS, AO SUPORTAREM COMO SEU SUPERIOR PESSOAS COM MUITO MENOS CONHECIMENTO E ANTIPÁTICAS, ALIÁS INFELIZMENTE É UMA TRADIÇÃO DE TODOS OS GOVERNOS FAZEREM ISSO.MAS VALE LEMBRAR A CORUJINHA SEU COMPROMISSO NÃO É COM AS SIGLAS PARTIDÁRIAS, É COM O POVO, ATE MESMO OS QUE NÃO NELE NÃO VOTARAM.

  • 9 carlos augusto // nov 16, 2008 at 6:02 AM

    quanto vai ser o recurso para s Saúde?

Deixe um Comentário