Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Memórias de Varginha: greve da CBC

novembro 13th, 2008 · 4 Comentários

memo_grevescbc_90.jpg A foto foi enviada por Jorge Marçal (Pataxó), que editou o Jornal A Voz em Varginha, há 20 anos. Mostra trabalhadores da então potência CBC, principal empresa da cidade àquela época, durante greve. O local onde era o Bar do João e hoje é o Buteko do Homerinho ainda era um terreno baldio. A CBC fechou, demitindo centenas de pessoas. O Jornal O Estado de São Paulo fez uma matéria identificando o Pinheiros como um bairro onde havia apenas pessoas demitidas da Companhia Brasileira de Caldeiras. Muitos dos ex-empregados hoje moram em outras cidades onde a multinacional possui unidades, como Jundiaí. Quem se lembrar de mais informações sobre a empresa, poste comentário. Clique na foto para ampliá-la.

Tags: Memórias de Varginha

4 Respostas Até Agora ↓

  • 1 jose donizeti azevedo // fev 27, 2014 at 9:06 PM

    lula acabou com o brasil . abc. em especial ,Cofap. trabalhei nesta empresa , por22 anos. não votar no partido dos trabalhadores,bando de vagabundos.

  • 2 julia // jul 29, 2013 at 3:29 AM

    tenho muitas lembranças dessa época,quando nossos amados heróis(pais) davam o sangue por essa empresa e todos os sábados e domingos de sol íamos ao clube da cbc com nossas mães e irmãos enquanto os pais jogavam futebol,em campeonatos internos.as festividades da empresa eram regadas à muita cerveja antarctica e kaiser q hoje vejo só por foto,muita carne,comida pra alimentar um batalhão. naquela época conseguíamos assistir jornal nacional com nossas famílias e depois papai levava a gente no colo,dormindo pra cama e no dia seguinte era certo q ele chegaria mais tarde por fazer “cerão”(agora chamamos de horas extras).escrevo essas palavras com o choro preso na garganta,as lembranças são muitas. quando a cbc foi embora da cidade,lembro-me de ver meus pais sentados conversando como seria a situação dali pra frente,a maioria das mães não trabalhavam na época,os pais eram verdadeiramente pais de família,arrimo de família mesmo,e muitas vezes com 3, 4 filhos.foi uma época dificílima. papai foi chamado pra ir pra jundiaí,nossa família ficou aqui em varginha,e até hoje 20 anos depois ele continua à ir e vir todas as semanas de lá para cá e daqui para lá,as condições não são as mesmas,não mais assistimos jornal nacional com papai,a maioria dos amigos dele daquela época continuam os mesmos,alguns e cada dia mais estão partindo dessa terra por conta de doenças adquiridas na empresa ou por mau hábitos adquiridos nesse período de tantos anos indo e vindo,sem uma esposa e filhos pra cuidar de sua saúde.conquistaram casas,sítios,carros mas nada disso paga os dias de formaturas sem papai estar presente,primeira comunhão,festas juninas,de escola.o primeiro namorinho no portão com mamãe vigiando,sendo pai e mãe ao mesmo tempo por papai passar a semana toda longe daqui.cresci,virei mulher,meus pais envelheceram,se tornaram avós e escuto meu filho dizer que quer estudar pra trabalhar onde? mais uma vez na cbc que foi e é o grande orgulho de papai.me despeço glorificando cada dia mais nosso senhor jesus cristo que tanto da força pra esses homens guerreiros continuarem à manter essa gigante de pé.um grande abraço à todos

  • 3 Paulo Braga // nov 15, 2008 at 2:48 AM

    A CBC encerrou suas atividades em Varginha em maio de 1991, quando 166 pessoas foram transferidas para a fábrica de Jundiaí, inclusive eu. As pessoas transferidas tiveram todo o apoio da empresa e vários incentivos financeiros. No início de 1992 a CBC (Jundiaí) passou por uma séria crise, dispensou várias pessoas e aproveitou os melhores contratando-os como autônomos. A crise acabou e a empresa readmitiu quase todos que havia dispensado. Ainda hoje há um ônibus fretado, pago pelos funcionários, que sai de Varginha no domingo à noite, levando funcionários que optaram por manter a residência aqui, e volta na sexta logo depois que termina o expediente lá. Quando a CBC foi embora, lembro-me que foi um baque para a cidade, mas o tempo foi passando e hoje quase ninguém mais fala sobre isso. Nada como um dia após o outro…

  • 4 Peso Pesado // nov 13, 2008 at 8:07 PM

    Tudo isso faz parte da história de Varginha,parabéns ao Jorge Marçal pela iniciativa.
    A pergunta que não quer calar, é se a CBC que hoje está em Jundiai, sairá ilesa da crise global.
    Pois muitas empresas de capital japonês, já estão arriando as pernas e a alemanha hoje declarou-se em recessão com a queda de 0,5 no PIB.
    É perguntar agora para os politicos de plantão.Quem eles irão culpar?

Deixe um Comentário