Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Arthur Sendas

outubro 21st, 2008 · 3 Comentários

O empresário Arthur Sendas morreu na madrugada de ontem no hospital Samaritano, no Rio de Janeiro, devido a um tiro na cabeça desferido por um homem de 28 anos que a polícia suspeita ser um dos motoristas da família. Aos 73 anos, Arthur Sendas ocupava o cargo de presidente do Conselho de Administração da Sendas Distribuidora S.A., a 4.ª empresa do ranking nacional de supermercados, que possui 16 mil funcionários no País. A empresa construiu um armazém em Varginha, no trevo para Elói Mendes, um dos principais comercializadores de café no país (clique no título para ler a biografia de Arthur).


Arthur Sendas começou a trabalhar nos negócios do pai, o português Manoel Antonio Sendas, e assumiu a gerência das duas lojas da família aos 16 anos. Além de armazéns, a família Sendas foi dona de uma distribuidora de água, uma exportadora de café e uma rede de material de construção. Fundou em 1960, a primeira Casas Sendas, na mesma cidade. Conhecido por suas inovações no varejo, Arthur Sendas apostou no auto-serviço em 1969, quando inaugurou seu primeiro supermercado em Jacarepaguá. O grupo ganhou vulto a partir da década de 70, quando eram abertas lojas com portes que variavam entre 3 mil me 6 mil m cada. Ao final de 2003, uma nova etapa iniciou-se para o empresário. Na ocasião, os grupos Pão de Açúcar e Sendas firmaram uma união entre as duas redes, que resultou na atual Sendas Distribuidora. Ela abrange as bandeiras Extra, Sendas, Pão de Açúcar e ABC Comprebem. O negócio estipulou participações iguais para os dois grupos originais, com gestão operacional mista, sob a liderança do Grupo Pão Açúcar. No entanto, a sociedade foi tensionada por uma disputa na justiça. Por ocasião de um aumento de participação no capital acionário do Pão de Açúcar, pelo sócio francês Casino, já previsto em contrato, a família Sendas entrou com um pedido para que sua participação também fosse comprada em iguais condições. A disputa foi parar na Câmara de Arbitragem da Fundação Getulio Vargas, que decidiu em favor do grupo de Abílio Diniz. Mas as negociações sobre a compra da parte da família Sendas não pararam, apenas aguardam acerto de valores.
A despeito das divergências, Abílio Diniz, seu sócio no empreendimento, declarou-se profundamente consternado com a morte do parceiro. “Exemplo de dedicação e retidão nos negócios foi grande representante do varejo brasileiro e um ícone dos supermercados cariocas”, afirmou em nota à imprensa. De acordo com Diniz, Sendas fora no passado um concorrente elegante.
O assassinato consternou o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, que decretou luto oficial de três dias pela morte do empresário. De acordo com Cabral, Sendas merece todas as honras, pois fez investimentos e acreditou no Rio. “Ele era amigo do meu pai e eu sou amigo dos filhos dele”, afirmou o governador à imprensa. “Ele sofria, como eu, pelo Vasco da Gama”, lembrou.
E, além de ter marcado a trajetória do Vasco da Gama como vice-presidente do time de futebol carioca, o empresário era conhecido por sua participação ativa em associações e agremiações. Foi presidente da Associação Comercial de São João de Meriti, presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) e chegou a participar do Conselho Monetário Nacional. No varejo era prático. Em seu depoimento ao Museu da Pessoa, resumiu as teorias do comércio em poucas frases: “Comprando bem, você vende bem. Se comprar mal, não adianta que você não conserta e não vai ter resultado, nem condições de competir”.
Seu corpo foi velado, ontem, a partir das 16 horas, na Igreja de São Judas Tadeu, de quem Sendas era devoto. A missa de corpo presente está marcada para hoje, às 11 horas, no mesmo local. O enterro, segundo a Distribuidora Sendas, está previsto para às 14 horas, no cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro. (currículo obtido no Jornal do Brasil)

Tags: Economia

3 Respostas Até Agora ↓

  • 1 José Geraldo de Souza // out 22, 2008 at 5:16 PM

    Ao meu amigo Geraldo de São João de Meriti , meus mais sinceros votos de pesar pelo passamento de Artur Sendas , que foi e é para o Geraldo como um pai.

  • 2 É PACABÁ // out 22, 2008 at 3:04 PM

    Tadinho!

  • 3 Peso Pesado // out 22, 2008 at 8:05 AM

    Engraçado é que os politicos de Varginha dessa feita esqueceream de homenagear o Dr.Artur, homem que investiu tanto e que gera vários empregos em Varginha.
    É duro ter na cidade gente que não conhece a história da cidade e o pior são aqueles que se candidatam e desconhecem nossa realidade , esses são os paraquesistas.
    Parabéns ao Marcus Madeira, por ter sido o único veículo de comunicação a lembrar desse grande brasileiro e investidor da produção de nossa cidade.

Deixe um Comentário