Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

  • UNIFENAS_Vestibular_2022_Banner_970x140
  • 2021 – banner – fadiva novembro
  • 2021 – banner – prefeitura compromisso novembro
  • covalub-topo-maio-2021

Pesquisa alerta para depressão pós-parto

setembro 4th, 2008 · 2 Comentários

dep_pparto.jpg A depressão como doença, é um estado anormal de sofrimento psicológico, associado a prejuízos na vida social familiar. A cliente apresenta dificuldades de planejar o futuro, o que a torna impotente para realizar as atividades da vida diária. Clique no título para ler mais. (na foto as professoras Cleuma Rodrigues de Freitas e Evelin Ribeiro Alfredo, a universitária pesquisadora Iara Garcia Moreira e a Coordenadora do Curso Berenice Terezinha Tupy Tavares) Algumas situações como dificuldades no relacionamento conjugal, familiar e até mesmo as dificuldades financeiras, ocorridas no período gestacional ou puerperal podem ser fatores de risco que contribuem para a instalação do quadro de Depressão Pós- Parto. Atraída pelo tema, Iara Garcia Moreira, do Curso de Enfermagem da UNIFENAS / VARGINHA, orientada pela Professora Berenice Terezinha Tupy Tavares, Coordenadora do Curso decidiurealizar uma pesquisa num Ambulatório de Atendimento à Puérpera no Município de Varginha. Aplicou em puérperas  o Questionário de Sintomatologia de Possível Depressão Pós- Parto segundo aEscala de Edimburgo. Iara Garcia Moreira encaminhou as puérperas que atingiram acima de 13 pontos para a Psicóloga responsável.A Enfermeira Cleuma Rodrigues de Freitas analisou a pesquisa realizada e manifestou sua preocupação com o problema que tem aumentado significativamente. Argumentou que há necessidade de um trabalho multiprofissional que envolva, não apenas a puérpera, mas também afamília, pois a sintomatologia da Depressão, muitas vezes impede que a própria pessoa, identifique as características da doença.É imprescindível que anamnese no pré-natal feita com a gestante, inclua questões ligadas à existência de casos de depressão na família, uma vez que o emprego de medicamentos alternativos ou auxiliares , combinado com a psicoterapia, podem minimizar  o quadro”, enfatiza a ProfessoraBerenice Terezinha Tupy Tavares.

A Professora Evelin Ribeiro Alfredo acrescenta que “as vivências emocionais deste momento da mulher são bastante semelhantes em todas as pessoas independente do nível educacional ou sociocultural. A adaptação psicossocial no pós- parto é um momento de estresse emocional para a mulher, tornando-o mais difícil ainda devido às grandes alterações fisiológicas que ocorrem”.

Tags: Educação

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Cont(ato) // set 24, 2008 at 21:56

    Bela matéria.

  • 2 Rafael Giandozo // set 24, 2008 at 08:24

    Parabéns

Deixe um Comentário