Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Cine Rio Branco, 52 anos de história. Há 10, fechado.

maio 31st, 2008 · 101 Comentários

Como o assunto do Cine Rio Branco rendeu, posto uma reportagem que publiquei em 11 de agosto de 2006, dia em que o cinema completou 50 anos. De portas fechadas.

cine04_blog.jpg

Fechado, Cine Rio Branco completa 50 anos

Varginha – Vidros quebrados, poeira por todo lado, um mausoléu em pleno centro da cidade. Não é exatamente a melhor forma de se comemorar 50 anos de história. Mas é assim que está o cinema Rio Branco, abandonado depois que foi tombado pelo Conselho de Patrimônio Histórico do Estado, a pedido do então recém-criado Centro Cultural Oneyda Alvarenga. A medida fez as Casas Pernambucanas desistirem de adquirir o local. Foi em 1998. A empresa já havia depositado parte do R$ 1,5 milhão (“R$ 300 mil”, de acordo com um dos sócios do cinema, José Fernando Prince) e pretendia construir um magazine, gerando 150 empregos. O tombamento inviabilizou o negócio. Depois de longo processo, os proprietários retomaram a propriedade e a empresa, hoje, constrói a loja própria, no calçadão da Wenceslau Braz. De lá para cá, nada aconteceu no interior do cinema. A Prefeitura de Varginha ofereceu R$1,2 milhão (de acordo com o secretário municipal de Governo, Renato Clepf. Fernando Prince diz não se lembrar do valor, mas afirma que era bem menos). Os proprietários não aceitaram. Todos os anos, desde 2001, o vereador Leandro Acayaba (PP) apresenta proposição para que o Município adquira o cinema e o transforme em um centro de convenções. “A cidade não possui um local adequado para eventos e shows como os que eram realizados no teatro Capitólio, que ficava apertado para receber o público”. A medida ainda não virou realidade, mas Clepf afirma que há interesse da prefeitura em colaborar de alguma forma para resolver o impasse. Varginha também não possui um local apropriado para formaturas. “Apesar disso, nenhuma faculdade se interessou em fazer um trabalho junto ao cinema”, reclama Fernando Prince.cine05_blog.jpg

Desinteresse
As queixas vão além. “Seu” Fernando lamenta o desinteresse das autoridades. “Se esqueceram da minha história em Varginha. Fui presidente do Lions e do Ceneg, Centro de Educandários Gratuitos, quando ajudei a construir e manter o Ginásio do Catanduvas, ao lado de Amâncio Faustino, Glênio Botega, Jacinto Mendes, Naylor Gontijo, Hans Heggerman. Criamos a Faculdade de Filosofia. Tudo sem remuneração. Quando saí, entreguei uma faculdade sem empregar nem um parente. Isso não existe em outros lugares. Mas ninguém deu importância a isso”. Mas ele diz que não guarda mágoa e se emociona ao falar da solidariedade do povo de Varginha. “Sempre tem uma pessoa que recorda do cinema, outro dia uma senhora me parou na rua e disse que pediu para rezar uma missa pelo Rio Branco”. Nesse instante, com a voz embargada, Fernando pára de falar, emocionado. “É impressionante a solidariedade do povo de Varginha”.cine03_blog.jpg 

tombamento
Com apenas 50 anos, o Cine Rio Branco é, talvez, um dos mais novos imóveis tombados no Estado. A própria ex-superintendente do Instituto de Patrimônio Histórico do Estado, Jurema Machado, disse, ao visitar Varginha, que não havia interesse do Estado em tombar o imóvel. Entretanto, a fachada, o mezanino e a tela do cinema foram tombados. Quem quiser investir no local, precisa antes apresentar um projeto aoIPHEA, detalhando o propósito e solicitando autorização para construirou modificar o imóvel. Enquanto isso, como dizia o jornalista TarginoValias, o Rio Branco continua se deteriorando…Em tempo: o último filme exibido no Rio Branco foi Titanic. Apesar da ironia (o filme mostra um navio gigantesco que afundou), a bilheteria foi boa. Diferente dos público de 6 pessoas às segundas-feiras e 70, nas duas sessões de domingo.

cine06_blog.jpg


Às escuras

A marquise virou abrigo dos passageiros de ônibus, que deixam todo tipo de lixo, copos de plástico, palito de picolé, restos de comida. Logo na entrada, uma porta de vidro quebrada dá idéia do que está porvir. Ao entrar no cinema, lembranças da infância e adolescência vêm à cabeça. A caixa de ingressos está guardada em um canto. A catraca, guardada em um depósito. A bomboniere, onde dona Maria Clara Jordão vendia balas, agora é usada para guardar material de limpeza. A faxina é feita uma vez por mês, para evitar uma deterioração maior. MasFernando Prince diz que o imóvel não está deteriorado. “Não tem nenhuma trinca”, diz. Mas os móveis não desmentem o abandono. Além da poeira (a faxina do mês começa hoje), alguns bancos estão rasgados. A sala de exibição, com 1.500 lugares, está às escuras. A energia foi desligada, atendendo pedido dos bombeiros. Em alguns pontos, o piso foi remexido. “As casas Pernambucanas fizeram estudo de fundação, quando pretendiam comprar o imóvel”, diz “seu” Fernando. O Rio Branco não tem nenhuma poltrona king size ou estofamento especial, só cadeiras de madeira, nada parecidas com as de hoje. Nas paredes, ainda estão as flores gigantes em armação de metal, com luzes coloridas, que iam mudando de cor à medida que tocava a música de abertura. Uma das principais lembranças de quem assistia “OsTrapalhões”, “Marcelino Pão e Vinho” (todo ano) e outros filmes, há um

bom tempo.

  cine07_blog.jpg

O que me vem à cabeça 
“Tinha aqueles quadros com umas flores em alto relevo e quandocomeçava aquela musiquinha tradicional a iluminação dos quadros ia mudando… roxo… azul…” (Marcelo Dominguito, servidor)
“Acredito que o modelo de cinema de rua está em crise, e é muito difícil manter esse tipo de sala sem participação. Portanto, acredito que deveria haver um apoio da iniciativa privada ou pública para transformar esse elefante branco em um grande centro cultural”.(Patrick Freu, webdesigner) 
“Eu lembro do povo jogando chiclete lá de cima. E das flores nas paredes, que iam mudando de cor” (Henrique Avellar, diagramador)
 cine01_blog.jpg

“Eu me lembro da música ‘O Prelúdio’, no início das exibições. Os encontros de namorados, aquela expectativa da namorada ir ao cinema, era o ponto de encontro” (Antônio Botrel, contador) 
“Os últimos filmes que assisti foram ‘Marcelino Pão e Vinho’ e ‘Lua deCristal'” (Luciana Silva)
“Assisti Titanic sete vezes. Cada vez com uma moça diferente. Por fim, já estava dublando as falas do Leonardo di Caprio” (JB, pediu para omitir o nome, hoje está namorando firme) 

cine02_blog.jpg

Tags: Cultura · Memórias de Varginha

101 Respostas Até Agora ↓

  • 1 Edgard Ximenes Machado // out 2, 2019 at 1:37 PM

    Nota:. Onde se lê faxada, leia se fachada.

  • 2 Edgard Ximenes Machado // out 2, 2019 at 10:42 AM

    Voluntariamente e atendendo o meu livre arbítrio, prontifiquei-me através de declaração autorizativa assinada por um dos sócios majoritário do Cine Rio Branco, a providenciar a necessária pintura externa (4 paredes) do referido cinema.
    Entrei em contato com várias empresas do ramo de pintura localizadas em Varginha e que a princípio, demonstraram interesse em patrocinar o projeto.
    Em contrapartida, afixariam faixas alusivas ao patrocínio. (marketing).
    Durante o ano de 2018, todo meu empenho e boa vontade, foram demonstrados. E-mails foram enviados ao IEPHA/MG que, com às exigências necessárias e atendidas, tudo caminhava para transformar em realidade a pintura do prédio do CRB que realmente está deplorável. As empresas interessadas visitaram o lendário cinema por várias vezes e, com a minha necessária assessoria, constataram a realidade do custo/benefício.
    Conclusão: Nas alegações finais as empresas envolvidas alegaram que face a conjuntura que assola o país e por ser um patrimônio particular, o projeto está inviabilizado. Questionei sobre a possibilidade de pintar somente a faxada, mas foi em vão…
    Fiquei frustrado, porque de minha parte, foi apenas uma atitude de cidadania.

  • 3 Robson marques aguiar // set 30, 2019 at 5:54 PM

    Estou precisando de um trabalho Com com farmacia ou motorists tenho as duas proficoes.

  • 4 Povo Reclamão // mar 19, 2018 at 3:53 PM

    Solução !!! Reverte o processo de patrimônio histórico e acaba com esta baboseira. Faz a demolição deste elefante branco e faz outra coisa no local. Os donos estão certos, não vão fazer nada e vão deixar o prédio vir ao chão, os governos estão quebrados e não tem dinheiro para investir na reforma de um prédio antigo e que não vai servir para nada. Foi um erro gigantesco ter tombado este prédio. Prédio deste tipo já não serve mais para nada, cinema nunca mais será pois quem vai deixar o moderno Cinermark para ir no Rio Branco? Ainda mais em época de Netflix. O local falta tudo inclusive estacionamento. A prefeitura deveria se empenhar agora não em reformar mas retirar este prédio do patrimônio histórico e acabar com esta história.

  • 5 valdemir // mar 17, 2018 at 12:05 AM

    OH : (Prefeitão) e responsabilidade púbica á muito TEMPO !!!!!!!!!!!!!!!!!! VAI FICAR NO BLÁ BLÁ BLÁ COM SEMPRE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!111

  • 6 Douglas de Souza Vieira // jan 19, 2016 at 9:23 PM

    Não por acaso tem o Cine Vouge, aqui de Machado (MG), pouco antes da demolição para construção no Machado Shopping.

  • 7 Rodrigo Palmuti // maio 14, 2014 at 3:53 PM

    Pessoal, a situação hoje do cine é totalmente culpa dos donos que abandonaram o prédio. Se eles na época pedissem ajuda a prefeitura, para manter limpo e manutenção, hoje este cinema estava inteiro e pronto para passar filmes, era o meu pai que dava a manutenção neste cinema e projetou o último filme TITANIC. Era ele quem acionava as luzes dos quadros de flores. E digo mais uma vez , os proprietários foram infelizes ao resolver abandonar, como foi feito. Hoje quem quer pegar um prédio e reformar na situação que está? Digo outra, com certeza o prédio perdeu 50% de seu valor hoje devido este abandono.

  • 8 Maricota // ago 12, 2013 at 2:43 AM

    Após uma reunião que presenciei,acho que finalmente o problema do Cine Rio Branco vai ser resolvido o mais rápido do que pensamos. Não não se concluiu a decisão porque não foi apresentado o Projeto a ser aprovado.Mas vai ter uma agora que acho que com a presença dos senhores vereadores (na ultima reunião,só apreceram 8 e assim mesmo foram deixando o lugar onde terminamos com apenas 5,o que acho um absurdo) Eu acho que todos vão gostar. Vai ficar maravilhosos e vai ter sua estrutura toda preservada e irá ter 2 salas de cinema 3 D ,bombonieres e salas de espera. As paredes inteiras também terão tudo preservado. Aguardem e torçam para que tudo dê certo. Vai ser um conjunto de empregos, ,lazer e cultura.Querem coisa melhor?

  • 9 Agenor // jul 25, 2013 at 1:05 PM

    Que saudade do Cine Rio Branco! Faz lembrar também que Varginha era considerada a cidade mais limpa do Sul de Minas, nessa época. Encontro-me sempre com o Sr. Fernando Prince de Souza e brincando o chamo de Príncipe avivando mais ainda as boas memórias. Varginha nunca mais será como antes.

  • 10 MILENA // jun 27, 2013 at 5:46 PM

    Realmente as luzinhas das florzinhas iam mudando de cor a cada etapa do início dos filmes…que saudade….. último filme Titanic. Que dó! Poderia estar até hoje funcionando…

  • 11 JTF // abr 2, 2013 at 1:53 PM

    Sou de Varginha, moro em Pouso Alegre à 41 anos, mas me lembro bem do Cine Rio Branco, e gostei da matéria, que por sinal, não tinha lido. Tomei conhecimento dela através do comentário da leitora Manoela. Não concordei com os seus comentários, mas respeito o direito à opinião de cada um. Só gostaria que ela citasse, para ficar mais esclarecedor, os argumentos e críticas, que ela considerou ridículos.

  • 12 manoela // abr 1, 2013 at 8:55 PM

    madeira…estuda mais um pouquinha antes de escrever! tambem nao concorco com a atual situacao do cinema, mas alguns dos seus argumentos e criticas sao ridiculos! fica a dica!!!

  • 13 Maria de Lourdes Souza // dez 9, 2012 at 4:00 PM

    fala serio, tombar um cinema tudo bem, mas que preserve…o que vi foi uma predio isolado no meio do povo. Pronto para cair em terra, espero que nao caia na cabeçca de ninguem. Tombar…
    Quem teve esta ideia de girico, de anta ou ate de pulga. Ate onde sei tombar leva a preservar…
    Quem quer tombar pelo menos estudou historia

  • 14 Flávio Lima // abr 25, 2012 at 7:14 AM

    Galera, ajude-me na manifestação que estamos organizando. Acesse a pagina no Facebook :
    https://www.facebook.com/events/320161178052415/323603634374836/?notif_t=plan_mall_activity

  • 15 Adriana // abr 18, 2012 at 10:32 PM

    Lamentável uma riqueza cultural jogada as traças…

  • 16 djdirceupai // abr 18, 2012 at 3:33 PM

    éééé´esse cinema foi magico pra muitos
    e agora muitos não conseguem ajuda-lo
    da uma tristeza muito grande de ver esse
    gigante ai enfartando

  • 17 NEM OITO NEM OITENTA // mar 23, 2012 at 6:01 PM

    BOM, ESTE CINEMA SÓ ESTA FECHADO, POR MERA FALTA DE INTERESSE DE NOSSOS POLICOS QUE NÃO TIRA A B… DA CADEIRA, A NÃO SER PARA INTERESSE PROPRIO.

  • 18 gigi // mar 23, 2012 at 5:07 PM

    Porque não reforma o cine rio branco pais e um cinema que nossos pais, avos, bisavos viveram nós crianças e adultos também queremos ir lá para visitarmos o maior cinema de Varginha e centro cultural.

    Por favor me responda!!!!

    Meu sonho e sonho de meus amigos ,dos meus pais e de meus avós

  • 19 geraldo da cidade de mongagua // mar 11, 2012 at 11:27 AM

    porque a prefeitura deixou um cinema de auta qualidade tanto de audio e video acabar porque nao reativar foi o cinema mais bonito em todos os sentidos que ja fui neste brasil

  • 20 Maycon // mar 6, 2012 at 6:03 PM

    Troco o BOA pela Reabertura do cine quem topa ???

  • 21 Cláudio Morais // fev 9, 2012 at 11:58 PM

    Olá,

    Abaixo está o link do outube para ouvir a música que tocava no Cine Rio Branco :

  • 22 Dri // jan 31, 2012 at 4:31 PM

    Prejuizo atras de prejuizo…a hora q cair tudo ai eles dão um jeito…Esse cinema esta uma vergonha….

  • 23 gente // jan 9, 2012 at 12:43 PM

    AI QUI DO……………………………..

  • 24 mandrake // dez 22, 2011 at 8:18 PM

    tem eh que por tudo no chao e trazer uma loja de departamentos tipo lojas americanas. tombamento pra que ????????

  • 25 roberta // dez 22, 2011 at 6:03 PM

    tem q transformar o cine em museu histórico!!!!!!!!!

  • 26 Bianca // dez 5, 2011 at 12:16 AM

    Madeira, parabéns pelo seu trabalho! Acompanho o blog já há algum tempo e me emociono quando vejo histórias sobre o que a nossa cidade já foi um dia. Em muitas delas, eu ainda nem era nascida, mas não dá pra andar pelas ruas de Varginha sem notar que a história está disfarçada em determinados locais, como o Rio Branco, Capitólio, Igreja Matriz e outros. Mas gostaria de pedir, se fosse possível, que fizesse uma matéria sobre o Cine Rex. Eu sou de 90, ainda peguei alguns filmes do Rio Branco, mas não cheguei a vivenciar o Cine Rex. Se puder, faça uma matéria como esta de como era, como está agora. Tenho muita curiosidade!!! Grata, Bianca.

  • 27 Cont(ato) // nov 14, 2011 at 10:53 PM

    Erikc Roberto, namorada varginiana não, varginhense.

  • 28 cen nome // nov 14, 2011 at 5:21 PM

    Foi deixado as moscas,e assim o Cine Rio Branco pode servir um dia de cenário de filme de horror,antes que eles terminem com esse papo de restaurar monumentos históricos.

  • 29 Lucia // nov 14, 2011 at 1:53 PM

    Isso é um tremendo descaso com a população de Varginha, aquela passarela horrivel improvisada que fizeram com medo de desmoronar em cima de alguem, bem no centro e atrapalhando o trânsito.
    Senhor prefeito, será que o senhor e os seus companheiros não tem autoridade para tomar uma providencia? ou o senhor nunca passa por lá? não está vendo a gravidade do problema?
    Faça alguma coisa.

  • 30 sasa // nov 9, 2011 at 9:22 AM

    alo autoridades da alegria ao povo nem que for a primeira vez na vida.

  • 31 dalva sales // out 19, 2011 at 12:50 AM

    pelo visto muitos beijaram , muito, nesse cinema…..

  • 32 elderlaine // out 10, 2011 at 2:29 PM

    fiquei aterrrorizada com a forma q esta o cine rio branco
    queria tanto q voltasse a funcionar seria muito divertido pois foi la q eu vi meu primeiro filme e q foi ‘marcelino pao e vinho’ com meus 10 anos .

  • 33 elderlaine // out 10, 2011 at 2:23 PM

    estou muito triste com o horror q esta dentro do cine rio branco
    bem q poderia voltar a funcionar seria legal

  • 34 eder douglas // out 4, 2011 at 2:19 PM

    Vendo as fotos eu entendo o empenho da Sonia Terra para tombar o patrimônio, me lembro da musica quando o filme ia começar e das luzes, poxa! que alegria estas lembranças.
    Espero que isto seja recuperado e que a família proprietária não fique esperando a vida toda por uma solução e na pior da hipóteses que lhes sejam devolvido com urgência, esperar mais que três meses é punição e injustiça com os proprietários.

  • 35 Ronaldo Barbosa // ago 16, 2011 at 2:50 AM

    Caros Amigos de Varginha,
    Frequentei muito o belíssimo cinema Rio Branco quando estudei interno no Colégio Marista nos idos de 63 e 64. Foi uma época especial da minha vida.
    Sugiro que a sociedade de Varginha se una e forme uma Associação com vistas à compra do cinema e transformação do local num Centro Cultural. A iniciativa pode ter o patrocínio de um Banco, Cartão de Crédito ou empresa de Telefonia, por exemplo. Isso poderia viabilizar o projeto de compra e reforma do imóvel. O local poderia ter atividades múltiplas, como shows, peças de teatro, projeção de filmes, exposição cultural, lançamento de livros e etc. Sendo do Rio fico distante de vocês para participar desse projeto, mas se vocês se unirem e se organizarem podem mudar essa história. Acho que seria bacana se vocês colocassem o antigo proprietário do cinema, Sr. Fernando Prince de Souza como o presidente desse Movimento. Seria uma homenagem bonita e muito justa.
    Sucesso!

  • 36 anonimo // jun 25, 2011 at 3:25 PM

    onde estao as meninas responsaveis pelo tombamento do rio branco…..faa ai valeria…leila..sonia terra..voces vao comprar este predio agora…..

  • 37 Erick Roberto // maio 28, 2011 at 9:49 PM

    Uma única vêz que estive em Varginha, Fui ao cine Rio Branco com a namorada Varginiana. Lamento esse descaso das autoridades pública e Parabenizo o blog do Madeira pela campanha de restauração. Diz o dtado: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura. Qum sabe a pressão social, esses políticos oportunistas de voto, num resolvem restaurar e fazerem um centro cultural nesse espaço maravihoso. Varginha merece. A população clama por cultura. O povo Varginiano merece.

  • 38 LUIZ ALBERTO BERTOZZI // maio 12, 2011 at 11:37 AM

    Bom dia.
    Problema idêntico temos aqui em Poços de Caldas.
    Fruto da ganância de uns e irresponsabilidade de outros, os antigos cines SÃO LUIZ e VOGUE no centro da cidade estão em péssimas condições de conservação.
    Com a palvra, nossos ilustres políticos.
    Compartilho a dôr e a saudade desses varginhenses ilustres.
    Grande abraço a todos.

  • 39 BURT LANCASTER // maio 11, 2011 at 10:43 AM

    GOSTARIA DE SABER DE QUEM FOI A P[ESSIMA IDÉIA DESSE TOMBAMENTO ? ABSURDO , RO BRANCO É UM CINEMA ASSIM COMO O PRÉDIO, MUITO NOVO. PARTINDO DESSE TOMBAMENTO, A MAIORIA DOS CINEMAS DA CINELANDI ( RIO ), ENTÃO DEVERIAM SER TOMABDOS. FALTA DE BOM SENSO DE QUEM TEVE ESSE PROCEDIMENTO…

  • 40 jocelene // abr 8, 2011 at 4:20 PM

    Não tem um Varginhense que não tenha ótimas lembranças do Cine Rio Branco. Os políticos deviam parar de pensar só em seus interesses e reativar o tão lindo cinema. Fazer dele um belíssimo centro cultural que Varginha não tem. Mas como esses políticos não guardam nada em suas memórias, só oque lhes i nteressam e o que dá lucro para eles Assim ficamos a ver navios , nós e a família Prince de Souza.

  • 41 Jose Carlos Terra // jan 24, 2011 at 9:36 PM

    que saudade daquelas noites de domingo quando terminava a primeira sessao ,e imos para a fonte e la so era paquera, que bom era aquele tempo.

  • 42 carlos aurelio // jan 20, 2011 at 11:14 AM

    bom dia afonso, talvez vc nao se lembre de mim
    sou filho de oscar pinto, quanto ao cine rio branco tenho orgulho em dizer que participei da
    inauguraçao do rio branco, o filme exibido foi
    o bolero de ravel, quanta beleza a musica era do
    filme suplicio de uma saudade e que jg de luzes
    maravilhosos, fico muito feliz com esta sua iniciativa, siga em frente, um grande abraço

  • 43 Wilson \delcidio Pereira // nov 7, 2010 at 11:34 PM

    eu tambem tivi os melhores momentos ainda jovem costumava ir au cine rio branco , com minhas namoradas tenho saudades da queles tempos vamos juntar-mos para recuperar o maior cinema do Brasil tem minha colaboração. Wilson delcidio pereira, tambem fui Fundador do Ministerio do trabalho em varginha. em 01 de outubro de 1968 aida com o Prefeito Dr. Jacy de Figuiredo, gosto de Varginha vamos ajudar.

  • 44 Ricardo Pereira // nov 4, 2010 at 8:20 PM

    Pessoal, a música que sempre tocava ao abrirem as cortinas não era nenhum prelúdio, mas o “Noturno Número 3”, de Paul Mariat. Música linda, cinema idem, que graças à irresponsabilidade e ganância de alguns vagabundos está condenado a destruição.

  • 45 zadsom // nov 2, 2010 at 12:32 AM

    Cinema fantastico, com inicio fantatisco faz parte das emocoes do varginhenses, o Preludio tema incial de muito gosto, falta sabermos o autor. Acho que nao adianta criticar politicos e prefeitura, aquilo deve esta um angu de caroço, falta bom senso para todos sentarem e discutirem uma soluçao, so nao da pra o predio virar uma loginha de suvenir ao inves do saudoso cinema, monumental, glorioso, construidor de senhos saudaves entre jovens, um dispertador de paixoes sem igual. Falta coordenacao e menos ambiçao, é de um valor inestimavel para cidade e regiao.

  • 46 IN OFF // set 6, 2010 at 8:38 PM

    Vênus…está numa fazenda!!!! Ao lado de uma piscina!!!!
    Acho que a mesma veio de avião!!!!!!
    Eu hein!!!

  • 47 VC // set 5, 2010 at 8:51 PM

    Engraçado, como políticos fazem a diferença, o CINE CENTRAL de Juiz de Fora foi reformado e hoje é com certeza o maior teatro de MG, no estilo antigo, era um big cinema, enorme mesmo, e graças a força de seus políticos foi salvo da demolição e abandono e hoje é um majestoso teatro no calçadão central da cidade. Por que esse descaço com o Rio Branco? Ele não é um patrimônio só de Varginha, ele é de todos nós mineiros. Os políticos vem aqui só pedi votos e não veêm isso?

  • 48 Marcos Roberto Lopes // abr 5, 2010 at 8:51 PM

    Alguem sabe onde se encontra hoje a estatua da Deusa Vênus que ficava em um lago de frente ao cine Rio Branco?

  • 49 lidiane // mar 10, 2010 at 9:30 PM

    tombamento de que? pra epoca tudo bem que a construção fosse futurista e tudo mais, mas hoje? uma arquitetura ultrapassada, feia e sem atrativos. até que a ideia de promover eventos, formaturas, etc, seria interessante, mas os governantes gostam de população burra e sem cultura para continuarmos a elege-los e deixa-los no poder.

  • 50 Ana // out 9, 2009 at 11:09 PM

    Eu assisti o último filme que passou , o Titanic. Realmente fiquei triste quando o cine fechou! Grande perda! Lembro do dia que fui ao cinema pela 1°vez lá, estava passando Branca de Neve. Só Boas lembrancas! Histórias também de minha mae com namorados no cinema!
    É uma Pena!

  • 51 Seu Zé // set 2, 2009 at 3:03 PM

    Varginha se mostra tão forte em alguns setores ou pelo menos aparenta mostrar e, derepente, um cinema assim vai aos poucos sendo consumido pela intempérie do tempo. E sem falar do Capitólio. Lembro que na agenda de final de semana sempre tinha apresentações importantes naquele teatro….Varginha é ou foi??? Ou nunca foi nada do que aparenta ser?

  • 52 ze carlos monteiro // ago 18, 2009 at 12:07 AM

    sou carioca de nascimento e fui interno no colegio marista de 60 a 62 ia aos domingos no rio branco fiquei penalizado com o estado do cinema lembro que os irmãos nos levavam para seções a noite era um cinema lindo e confortavel namorei e beijei muuuuuuuuito lá faço votos que chequem a um final feliz

  • 53 Varginhense // ago 3, 2009 at 10:47 PM

    estive na terra do et último final de semana e não entendo o que essa fundação quis fazer com o tombamento do rio branco, nem o teatro capitólio apresenta alguma programação, uma cidade sem vida, sem lazer. esse papo deste acayaba é furado, pois colação de grau e convenção ocorrem somente para alguns e a cada morte de papa. o povo deste cidade precisa de cultura diversão e arte.

  • 54 Rafael // jul 17, 2009 at 2:53 AM

    A iniciativa do tombamento foi justa e nobre, entretanto, feita de forma autoritária, sem respeito aos proprietários e sem qualquer planejamento. A prefeitura de Varginha, cidade que carece de pontos históricos ou culturais significativos deveria investir prioritariamente na recuperaçao do Cine Rio Branco, de forma a recuperar o antigo esplendor. Serviria nao só como cinema, como palco para outras manifestaçoes culturais e de interesse público. Entretanto, gasta fábulas em esculturas grotescas de supostos extraterrestres, numa exibiçao berrante de cafonice e mau gosto.
    A prefeitura, além de tapar as crateras que infestam nossas ruas desde o governo passado, deveria respeitar os proprietários do cinema, indenizando-os adequadamente e adquirindo- o por um preço justo e razoável.
    Vi essas fotos hoje, e depois de mais de vinte anos sem pisar o interior do Cine Rio Branco, senti um aperto no coraçao. Saudades de Dona Maria Clara com seus saquinhos de balas de framboesa, frumelo e outras. Saudades das músicas que anunciavam de forma solene a abertura das majestosas cortinas. Saudades da primeira sessao do domingo, que servia para tudo, menos para assistir o filme. Saudades do mezzanino com seus sofás e fotos dos grandes atores hollywoodianos. Obrigado ao Madeira por postas estas fotos, tao tristes e tao belas.

  • 55 Gisele Sampaio // jun 26, 2009 at 2:29 PM

    QUE PENA !! LAMENTÁVEL O PODER PÚBLICO DEIXAAR ISSO ACONTECER E FECHAR OS OLHOS !!! NÃO É FALTA DE VERBAS E SIM..DE INTERESSE !!!

  • 56 Rachel Fialho // maio 3, 2009 at 5:35 AM

    O inesquecível Cine Rio Branco. É muito triste ver um cinema como este desativado há tanto tempo. Tenho muita vontade de conhecer o cinema, não tive oportunidades. Meus pais dizem que era lindo, o cinema mais bonito de todos.
    Graças às fotos de Julio Cesar pude realmente conhecer como era.
    Varginha deveria investir nesse Cinema, afinal, ele possui a maior tela da América Latina, e como vimos nas fotos do blog . Precisa de uma boa limpeza e algumas reformas.
    Seria o máximo a volta desse grandioso cinema para a nossa cidade !
    Como diz a Deolanda, é muito triste ver aquele prédio tão bonito nessas condições.
    Quando volto do colégio, reparo que estão alguns homens dentro desse prédio. Será que o estão reformando ? Ou construindo alguma coisa em seu lugar ?
    Alguém saberia me informar sobre isso ?

  • 57 DEOLANDA // abr 7, 2009 at 7:50 PM

    Desse todo mundo tem saudade!!! O Cine Rio Branco fez parte da minha história e de muitas outras pessoas. O programa as domingos de toda a moçada era Cinema e depois dar uma volta na Praça da Fonte.
    E muito triste ver aquele prédio tão bonito nessas condições.

  • 58 anonimo // dez 23, 2008 at 12:01 PM

    Prezados Políticos,

    Vocês são ótimos para lançar leis que na maioria das vezes são de cobrança ou aumento de impostos somente para arrecadar mais e garantir um ganho que acho absurdo. Gostaria de ver se teriam coragem para trabalhar recebendo apenas a ajuda para quando necessário o deslocamento e alimentação com valores limitados como fazem as Empresas Privadas. Fazem tombamento de prédios que se fossem de vocês com certeza somente aceitariam se recebecem antecipado, e o probre coitado dos cidadão dono deste que acho o melhor cinema/teatro que já frequentei ficar com um patrimônio abandonado e simplismente sem renda e abandonado.
    Gostaria que colocassem a mão na conciência (se isso existir na cabeça de político que não apenas ser eleito para ganhar o salário e benefícios existêntes) e fizessem com que ao memos o prédio seja reformado e utilizado para que os cidadões de nossa cidade e vizitantes tenham algo para fazer que apenas ficar olhando para um prédio abandonado.
    Desculpem o desabafo mais o povo Brasileiro tá precisando deixar de se manso e cobrar com mais enfase do que apenas ficar vendo pessoas utilizarem a máquina política para interesses próprios.

  • 59 Ricardo teixeira // nov 26, 2008 at 12:22 PM

    Eles reativaram com recurso proprio até o elefante branco da CBC o Rio Branco pra eles é ficha.

  • 60 Vanessa Frota // nov 26, 2008 at 12:18 PM

    Ouvi dizer que o pessoal da empresa steammaster quer comprar o imóvel, e reativalo como cinema e teatro.

  • 61 luiz // out 6, 2008 at 8:23 AM

    tenho tambem muitas saudades do cine rex /rio branco, o que efetivamente a gente pode fazer para revitalizar todo o centro de minha amada varginha

  • 62 edgard gama( alegro) // out 5, 2008 at 7:57 PM

    uma lastima oque fizeram com nosso querido rio branco ( tristeza)

  • 63 Jorge Henrique // set 23, 2008 at 12:18 PM

    Quantas saudades do Cine Rio Branco!!! Lendo o texto me emocionei, quantas saudades das matinês, das noites de namoro, dos encontros, das bagunças, dos chicletes voadores!! Só saudades de um tempo que não mais voltará!! Mas eu pude viver na época em que o Rio Branco funcionava, e vou guardar pra sempre as lembranças. Já nossos jovens de hj nem saberão o que é um cinema de verdade!! Abraços e parabéns pela reportagem.

  • 64 cassiano maçaneiro // ago 5, 2008 at 1:34 AM

    vendido para quem e para que o cine rex?

  • 65 walesson guilherme bezerra // ago 4, 2008 at 4:17 PM

    embalador

  • 66 Antonio // jul 30, 2008 at 5:01 PM

    Para quem não sabe, o prédio do antigo Cine Rex foi vendido recentemente.

  • 67 Marcão // jul 30, 2008 at 12:58 PM

    Alguma providência tem que ser tomada em relação ao prédio do então Cine Rio Branco e também do cine Rex. Acho que a reativação dos dois cinemas fica dificil, os tempos são outros, mas ficar do jeito que está é que não pode.

  • 68 Amir Mendes Junior // jul 28, 2008 at 6:09 PM

    Onde está o poder politico da nossa cidade????
    Isso é um absurdo, agora está chegando as votãções prestem bem atenção em quem votar, que pena, nossa agora foi foda, o Cine Rio Branco assim…PQP.

  • 69 Cont(Ato) // jul 4, 2008 at 3:23 PM

    O Marcio, o nome da música de abertura do Cine Rio Branco era ( é )NOTURNO, o resto eu não me lembro.

  • 70 marcio // jul 4, 2008 at 11:49 AM

    pelo amor de Deus, vomos reativar este gigante, que se façam campanhas para incentivar a população varginhence. Por gentileza quero saber os nomes das musicas tocadas antes do início das sessões, não as encontro!!!!

  • 71 Toni // jun 22, 2008 at 2:35 PM

    Pois é… aqui de São Paulo, com 46 anos, tenho boas recordações do Cine Rio Branco. Realmente Varginha merece um bom centro cultural e os proprietário merecem sua recompensa pelo edíficio também. Carece o poder público tomar as rédeas do processo, mas sem pressão popular, nada feito!

  • 72 Thiago // jun 21, 2008 at 10:09 PM

    falar o povo fala mais na hora de fazer alguma coisa ninguem faz!!!

    cade o centro cultural de varginha nestas horas?

    eles fazem mil projetos, mais só no papel, pporque na pratica nada sai.!.!

    temos que fazer alguma coisa,
    e é URGENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • 73 Con(ato) // jun 17, 2008 at 6:04 PM

    O cine Rio Branco tinha a maior segunda dela cinemascope do Brasil, um som acústico e jogo de luz de dar inveja a qualquer cinema e casa de diversão do mundo, além da decoração e sala de espera, etc. Quando foi fechado por causa de poucos frequentadores, também pelo Sr, Fernado Prince ter de aumentar a bilheteria, já que o custo do aluguel dos filmes subiram muito,
    Varginha ficou sem os dois cinemas e o povo que gostava ficou como diziam ” Sem telas”. Com a proposta de venda do prédio criou-se um grupo que queria que o mesmo tornasse um templo Cultural e ficou nessa peleja até hoje. Só não dá para entender se o prédio foi tombado ou se ele vai cair tombando sózinho. Soube que a Prefeitura em outras e nesta gestão tentou comprar para servir como sala cultural e preservar o monumento. Mas coisa com coisa não saiu do papel ou se é que ele existiu mesmo. Nisso tudo o prejuízo ficou todo com a familia Prince que amarga esse sofrimento até hoje. Acho que até já acostumaram com a perda. Só nos resta ficar lembrando do romântico cine Rio Branco que além de trazer bons filmes nos proporcionava grandes romaces mesmo com a implicância do Lanterninha. Roer balas de amendoim torrados e sentir que estávamos dentro dos filmes naquela telona gigante nos levavam a 3 dimensão sem que aínda houvesse naquele tempo o tal 3D digital. Graças a Deus tive o previlégio de conhecer e frequentar o Cine Rio Branco e morrer eternamente de amor por ele.

  • 74 Antonio // jun 17, 2008 at 3:53 PM

    Foi no Cine Rio Branco que dei meu primeiro beijo na boca. Que saudadesssssss……… Depois disso acabei namorando a moça…

  • 75 Afonso Henrique // jun 6, 2008 at 7:22 PM

    Hoje conversando com um amigo que também se intteressa pelas coisas de Varginha fiquei sabendo o seguinte: em todo imóvel tombado o IEPHA envia um engenheiro anualmente que o inspeciona. Depois é enviada verba para manutenção do prédio. Pelo que ele me contou as verbas para o Rio Branco nunca chegaram.
    Não sei se alguém tem mais informações e se isso procede. No meu entender não é uma solução mas pelo menos manteria o cinema conservado.

  • 76 anonimo // jun 5, 2008 at 1:34 PM

    Essa novela do Cine Rio Branco parece não ter mais fim. Há quase dez anos no ar, e não se chega a nenhum capítulo decisivo. contratem um novo autor para concluir a obra. rsrs….

  • 77 Júlio César // jun 4, 2008 at 11:46 PM

    “Eu”
    Concordo com você, mas é necessário um grupo tomar a frente disso, não adianta só ficar discutindo aqui, infelizmente a maioria das pessoas só que jogar pra cima dos políticos e se esquecem de que devem fazer também a sua parte.
    Depois de a prefeitura comprar fica mais facil, por que o instituto que cuida dos orgaos tombados poderá injetar dinheiro no projeto, poderão ser conseguidos fundos da lei de incentivo a cultura e outros, não tem que sair ainda mais dinheiro direto do bolso do povo.
    Realmente a primeira coisa seria conseguir um grupo e depois conversar com o sr. josé fernando

  • 78 Sinistro // jun 4, 2008 at 10:03 PM

    Quero só ver, quando aquela marquize enorme, que não tem manutenção, e está cheia de infiltrações, cair sobre alguem, ai o dono do imovel vai ser o Sr. Fernando Prince, vocês que fizeram força para o tombamento do cine Rio Branco, nessa hora vão correr, como o diabo corre da cruz………..SEUS BANDOS DE COVARDES.

  • 79 Eu // jun 4, 2008 at 10:03 PM

    Bom, acho que primeiro tínhamos que saber se o Fernando e sua família ainda querem vender o prédio. Depois, saber o valor, pra ver se é viável. Terceiro, o abaixo-assinado para a compra do prédio pela Prefeitura. E por último, depois de comprado, pressão para uma rápida reforma, com tudo que o bom varginhense tem direito, para abrir definitivamente o espaço para grandes eventos. Nada de graça, tudo cobrado pela Prefeitura, é claro, com um departamento próprio pra isso, pra pelo menos “pagar as despesas” do prédio. Com isso, se gera mais empregos, mais diversão e finalmente mais FELICIDADE para o povo, que está tão carente de um bom lugar pra assistir um filme, uma peça teatral, ou até mesmo uma boa palestra.

  • 80 Anonimo // jun 4, 2008 at 3:45 PM

    Vamos limpar o prédio, pintá-lo novamente e tirar aquelas poltronas velhas e colocar novas, assim teremos um lugar digno de assistir shows, colações de grau, etc. Acho meio difícil isso acontecer é mais fácil a “galinha criar dentes”. rsrsrs…..

  • 81 leão // jun 4, 2008 at 2:54 PM

    Realmente uma cena lamentável, ver esta obra prima sendo deteriorada, quantos beijinhos doces já deu nestas poltronas, quanto amor inspirei nos dias de domingo!!! uma perda lamentável para nossos filhos, que jamais irão desfrutar de tamanha grandiosidade!!! Aí eu pergunto: cadê os homesns públicos desta cidade??? Será que nada pode ser feito??? será mesmo que não existe solução??? Duvido, pois só não há solução para a morte, o resto se dá jeito!!!Olhando estas fotos, voltei ao passado, revivi cenas incríveis!!! quanta bagunça gostosa nós fazíamos, coitado do lanterninha, deixávamos ele louquinho!!!diversão total!!!hoje o que vc vê??? só o uso abusivo de álcool, drogae sintéticas e muito mais!!! Realmente lamentável!!!! POR FAVOR SE TIVER ALGUMA SOLUÇÃO NOS AJUDEM !!! GRANDE ABRAÇO CINE RIO BRANCO

  • 82 HIRAM RAMOS // jun 4, 2008 at 9:50 AM

    MADEIRA,

    É LAMENTAVEL QUE O CINE RIO BRANCO ESTEJA A TANTO TEMPO FECHADO, LEMBRO DO ULTIMO FILME QUE ASSISTI… FOI O TITANIC….. QUE HILÁRIO…. O CINE RIO BRANCO ESTÁ PARECIDO COM O NAVIO…. TÃO MAJESTOSO E BELO…. PORÉM COM TANTA NEGLIGÊNCIA PODERÁ AFUNDAR… AFUNDAR EM RUÍNAS…

    UM ABRAÇÃO…

    HIRAM RAMOS

  • 83 Júlio César // jun 3, 2008 at 11:54 PM

    “Eu”
    Foi assim que foi feita pressão para que o cinema fosse tombado, através de abaixo assinado.
    Tem que ver como funciona juridicamente a organização de um abaixo assinado e o poder disso em intereferir no poder executivo.

  • 84 Sinistro // jun 3, 2008 at 11:47 PM

    O Sr.Fernando Prince, e uma pessoa de muito respeito, o que fizeram com ele e pura covardia, que fez isso, porque não vai fazer com a mãe dele.Desculpe-me pela agressividade mas isso ainda e muito pouco , para estes covardes.

  • 85 Wander // jun 3, 2008 at 6:57 PM

    Lamentável ver hoje o Cine Rio Branco, poderia ser uma Casa de Cultura do Município de Varginha. Num local privelegiado da nossa cidade mas é duro de aguentar certas leis nesse país, que deixa uma pessoa como o Sr. Fernando e familiares que gastou seus bens, para ficarem sem nada no futuro, Tudo isso por causa de uma lei de tombamento. Lamento profundamente, e ajudo também no abaixo assinado para que este local volte a funcionar pois temos carência de um local digno de eventos em nossa cidade para 500 pessoas. Vamos a lutar !

  • 86 Eu // jun 3, 2008 at 5:42 PM

    Pouco provável, mas não impossível. Quanto ao abaixo assinado, a própria internet tem ferramenta pra isso, para os de fora daqui também ajudarem.

  • 87 Júlio César // jun 3, 2008 at 4:00 PM

    Uma vaquinha de 1,5mi é pouco provável de dar certo, mas se quiser reunir umas 10 pessoas pelo menos pra fazer um grande abaixo assinado eu ajudo. Só marcar!

  • 88 Paulo // jun 3, 2008 at 1:27 PM

    Fiquei até emocionado ao ver as fotos do Cine Rio Branco, mas espero que o prédio não continue entregue às traças.

  • 89 Antonio // jun 3, 2008 at 8:40 AM

    Gostaria muito que o prédio do Cine Rio Branco fosse reativado, pois assisti inumeros filmes na minha infância principalmente dos Trapalhões. Está na hora das autoridades competentes adquirirem o imóvel e trasformarem numa Casa de Cultura, isso com certeza e de suma importância para nossa cidade.

  • 90 Eu // jun 2, 2008 at 9:51 PM

    Quem topa fazer uma vaquinha pró-Cine?

  • 91 Cleber // jun 2, 2008 at 8:08 PM

    Uma pena que as pessoas que “tombaram” o prédio, não estão nem aí; a população está solidária ao Sr. Fernando Prince, mas já está na hora de alguém levantar uma solução para isso tudo. que tal algum político (por exemplo um vereador) colocar seu nome na história da cidade com um projeto que torne esse prédio um bem público e local de grandes atrações culturais??

  • 92 João Bosco // jun 2, 2008 at 3:13 PM

    Fala pro prefeito parar de construir naves e comprar o predio para fazer la um espaço util pra cidade porq senão eles tombaram e o tempo vai se encarregar de desmoronar.
    É facil fazer graça com patrimonio alheio, porq o Sr.Fernando tem q arcar com o prejuiso?

  • 93 PAULO // jun 1, 2008 at 11:00 PM

    continuando o POVO de Varginha tem respeito pelo SR..SIM..
    abraços a todos

  • 94 PAULO // jun 1, 2008 at 10:59 PM

    Isso que é falta de respeito com o Sr. Fernando Prince e familia cade aquelas pessoas que fizeram isso com eles , que falta de respeito por essas pessoas qeu investiram seu capital e agora nem pode mais usufruir de seu patrimonio.
    Cade a prefeitura que investi dinheiro as vezes em coisas menos importante….
    Vou lançar aqui um problema para o proximo prefeito…qual deles tem projeto para o RIO BRANCO..
    Qual deles ? fico eu e acho muito de nós esperando resposta ?
    Qual?
    A voce Sr, Fernando e familia fica aqui um agradecimento enorme as voces pelo dinamismo e coragem…Pena que muito governantes e vereadores nao tem pelo SR..o respeito devido…Mas o POVO de

  • 95 Guilherme boechat // jun 1, 2008 at 10:14 PM

    Olá Madeira, estou pensando em criar um site contando a história do cinema, o porque do fechamento, possibilidade de abertura e um local para a sociedade expôr depoimentos e dar sua opinião e protesto referentes ao fechamento e abertura do mesmo. Mais primeiro,preciso saber mais sobre a história dele, o porque do fechamento, enfim, todo o possível.

    Talvez seja esta uma forma de conseguirmos o que é ‘nosso’ de volta, aberto e funcionando.

    Guilherme boechat
    14 anos, colégio cenecista catanduvas, 8ª série.

  • 96 Antonio Adilson // jun 1, 2008 at 5:59 PM

    Essa história do Rio Branco é parecida com aquela da igreja matriz. Quem derrubou o antigo templo foi embora assim como chegou e aquelas que levaram o cinema à ruína não devem estar nem aí. Eu espero que também não estejam nem aqui.

  • 97 Lente de aumento // jun 1, 2008 at 5:01 PM

    1- As três responsáveis pelo movimento de tombamento do cine, se chamam: Sônia Terra (advogada e mora fora de Varginha) Leila Lusso (arquiteta, mora em Varginha) e Valéria Neno(artista plástica e mora em OuroPreto). 2- O tombamento foi o primeiro ato na época, do então Secretário de Cultura, Ângelo Oswaldo (atual prefeito de Ouro Preto).3- Sr. Fernando Prince montou um contra-dossiê de tombamento e foi apresentado ao Deputado Dilson Melo. Neste dossiê, nomes de peso da cultura estadual pediam o cancelamento deste tombamento. 4- Um técnico do IEPHA, relatou que sua equipe foi de “certa forma” impelida em ajudar para que o tombamento tivesse o respaldo, já que alguns, achavam que o imóvel por ter características ecléticas e ser um imóvel particular, talvez não caberia um tombamento total (ou seja, apenas a fachada e sua história como patrimônio cultural, seria o suficiente). 5- O que será que vai acontecer com o imóvel qdo o Sr. Fernando Prince falecer e é o representante dos outros doze herdeiros do cinema? 6- A mesma importância histórica cultural tem o cine Rex e ninguem liga pra este fato. Está em ruínas por dentro. 7- Quem é dono de algo tem o direito de fazer o que for melhor para o seu bem. A interferência do estado num imóvel particular sem a concordância de seu proprietário fere aluguns principios e as vezes beira a usurpação. 8- Compramos muitas vezes com um dinheiro que não temos, coisas que não precisamos para agradar pessoas que não gostamos. Pensem nisso!!!

  • 98 Maicon // maio 31, 2008 at 6:56 PM

    Muito interessante este memorial de Varginha. Nunca tive oportunidade de ir ao Cine Rio Branco, mas quando atigir uma idade media de um adolescete o Cine fechou.

    Bem lembrado esse Cine, onde muitos dizem que o telão era o maior do Brasil.

  • 99 Júlio César // maio 31, 2008 at 3:56 PM

    É triste ver a situação do cinema, assim como a dos donos que pouca coisa podem fazer.
    A única alternativa que nos resta é exigir que o prédio seja comprado pela prefeitura. Se não esse ano, que seja incluida a verba no planejamento de 2009.
    O tempo é inimigo, a cada dia o prédio fica mais comprometido, a reforma fica mais cara, dificultando o serviço.
    Existem forma de conseguir isso? Claro, mas vai depender primeiro da compra do prédio. Depois se decide o resto.

    Por que não tentar fazer alguma coisa agora? Quem sabe um grande abaixo assinado? Recolher assinatura nas faculdades, nas lojas, nas praças, nas ruas, a fim de exigir a compra do prédio.

    Chega de ficar parado, por quê nao nos unirmos e fazer algo mais concreto que apenas especulação?

    Vou deixar abaixo algum material para quem se interessar (fotos e textos).

    Imagens: (observem principalmente o teto e marcas de agua na parede)
    http://www.turismominas.com.br/vasos.jpg
    http://www.turismominas.com.br/bomboniere.jpg
    http://www.turismominas.com.br/cortina.jpg
    http://www.turismominas.com.br/foyer1.jpg
    http://www.turismominas.com.br/
    foyer2.jpg
    http://www.turismominas.com.br/plateia1.jpg
    http://www.turismominas.com.br/plateia2.jpg
    http://www.turismominas.com.br/plateia3.jpg

    Textos:
    1- A respeito de tombamentos:
    http://www.iepha.mg.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=69&Itemid=116

    2- Cine Rio Branco no site do IEPHA:
    http://www.iepha.mg.gov.br/index.php?option=com_ponygallery&Itemid=50&func=viewcategory&catid=171

    3- Solicitação do CECOA de verba para a compra do cine (verba solicitada da lei de incentivo a cultura, mas não foi arrecadado o mínimo):
    http://www.cultura.gov.br/salic4/index.php?pronac=993052

    4- Verba solicitada para a implantação do CECOA (Situação semelhante ao de cima):
    http://www.cultura.gov.br/salic4/index.php?pronac=993075

  • 100 OS SEM TELA // maio 31, 2008 at 12:27 PM

    Vamos cobrar dos vagabundos agitadores culturais da cidade, para pagar os prejuizos. Onde anda essa corja agora.

  • 101 HUGO XAVIS // maio 31, 2008 at 12:19 PM

    FERNANDÂO PRINCE é um dsoa maiores intelectuais de Varginha , além de ter uma visão politica além de sua época.
    Lendo a matéria, vemos que ele tem sofrido prejuizos de todos os tipos com esses fatos.
    A matéria citou um exemplo que precisamos refeletir e seria bom que algum vereador lesse esse meu comentário e se posicionasse sem demagogia.
    Tanto a frente do Rio Branco como a do Rex hoje servem de ponto de ônibus com grande cobertura o que proporciona de certa forma um relativo conforto para os usuários.
    A PERGUNTA QUE NÂO QUER CALAR.
    ^JÁ NÃO PASSOU DA HORA DO MUNICIPIO OU AS EMPRESAS QUE EXPLORAM ESSE SERVIÇO REMUNERAREM SEU FERNANDO POR UTILIZAREM GRATUITAMENTE UM BEM QUE LHE PERTENCE?

    COM A RESPOSTAS AS AUTORIDADES DESSA TERRA QUE PAGA TANTA COISA A TROCA DE NADA.

Deixe um Comentário