Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – [email protected]

Holerite

fevereiro 29th, 2008 · 2 Comentários

Outro dia um amigo, também jornalista, perguntou se trabalho para o deputado estadual Dimas Fabiano (PP). O colega fez a pergunta e, antes que eu respondesse, se apressou a dizer que era uma dúvida de um terceiro –que, por algum motivo, não teve a coragem de me perguntar.Infelizmente não trabalho para o deputado. Primeiro, porque o salário deve ser bom. Segundo porque eu já trabalhei com políticos. Fui assistente de Comunicação do ex-prefeito Aloysio Ribeiro de Almeida, figura que sempre me chamou a atenção pelo dinamismo e entusiasmo.
Fui assessor de Imprensa de Antonio Silva durante os quatro anos do segundo mandato dele como prefeito (no primeiro mandato de Antonio Silva eu trabalhava no Hoje em Dia, onde publiquei matérias desfavoráveis à prefeitura, o que não o impediu de me convidar para ser seu assessor no segundo mandato). Terminado o governo, não mantive relações profissionais nem pessoais com Antonio Silva, pois não faço parte do seu círculo íntimo de amizades. Apesar disso, ele continua sendo uma pessoa por quem tenho respeito, principalmente no trato da coisa pública.
Também trabalhei com Mauro Teixeira, ainda que indiretamente. Fui chefe de Jornalismo na Rádio Melodia e editor de texto na TV Princesa. É outra pessoa por quem tenho o mais profundo respeito, sempre me tratou bem e me recebeu atenciosamente, seja como jornalista ou servidor. Fui o primeiro jornalista a conhecer a nova sede e noticiar a mudança –a convite do próprio Mauro Teixeira. O jornal onde trabalho foi o primeiro diário a recebê-lo, no dia seguinte ao resultado da reeleição. Também tive a oportunidade de conhecê-lo melhor durante a Romaria a Aparecida. Por várias vezes, Mauro Teixeira incumbiu seus assessores de me informarem de novidades, para que eu publicasse em primeira mão nesta coluna.
Portanto, trabalhar com políticos não é bem uma novidade para mim. Mas, como disse lá em cima, infelizmente não trabalho para Dimas Fabiano. Trabalho para um jornal e um colégio, além de ter uma agência de comunicação. Quem quiser contratar uma consultoria profissional, basta entrar em contato que, garanto, será bem atendido. E quem quiser fazer propaganda no blog, também. Afinal, minha esposa já está de saco cheio de chamar minha atenção, no começo da madrugada, quando atualizo o blog, sem ganhar nada por isso…

Tags: Política

2 Respostas Até Agora ↓

  • 1 charles // mar 3, 2008 at 1:41 PM

    Marcus Madeira você representa o moderno jornalismo do Sul de Minas. Não dê importância para os criticos, afinal ninguém gosta de ver o sucesso dos outros. Isso chama-se sindrome da tartaruga, gente que quando sai da casca , quer cuspir seus próprios fracassos.

  • 2 Carlos Cornwall // mar 1, 2008 at 12:08 AM

    Parabéns pelo seu Editorial Amigo Marcus Madeira. Você é o representante legitimo da ética em jornalismo e comunicação em nossa cidade.Sempre ouve os dois lados de uma questão .Sem querer ser piegas, mas lhe comparo com Marcos Coimbra do Jornal O Estado de Minas,Carlos Chagas do JB,Gilberto Dimenstei da Folha/Ancelmo Góis do Globo e ao mestre de todos Alberto Dines . Talvez muitos ainda não reconheceram seu verdadeiro valor,afinal o ditado é antigo “santo de casa não faz milagre”. Por isso perguntas feitas por “certos amigos”, são ás vezes piores do que feitas pelos inimigos.
    Conheço e admito seu trabalho desde muito tempo, inclusive quando lançamos com a Jornalista Dora Macedo o Jornal Debates em Varginha,que foi uma inovação na imprensa local,da qual você foi um grande colaborador. Através de você minhas colunas sempre foram bem orientadas no Jornal do Sul de Minas e no Jornal do Municipio. Continue com seu blog e não tenha nenhum receio de trabalhar para quem quer que for, afinal as agências de comunicação são para isso mesmo, dar visibilidade e marketing para produtos e pessoas,independente de seu ramo de atividade. A ética de seu blog será reconhecida,pois com certeza tanto empresas como outros segmentos aí anunciarão, já que as empresas modernas querem veículos também modernos, nâo no sentido da tecnologia(essa também é importante), mas no sentido ético e de responsabilidade social.
    Grande abraço
    CARLOS CORNWALL.

Deixe um Comentário