Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – marcus@blogdomadeira.com.br

Blog do Madeira - Notícias de Varginha e Sul de Minas

A música do Cine Rio Branco

23 de agosto de 2010 · Memórias de Varginha ·

 

O leitor Marco Antônio Pinto está acompanhando os comentários no blog sobre o Cine Rio Branco. E enviou link da música “Nocturne”, de Paul Mauriat. Para quem não é da época, era a música de abertura do cinema.

→ 57 Comentários

0
0
  

57 Comentários até o momento ↓

  • FRANCISCO BATISTA DE OLIVEIRA

    Para mim, duas coisas Varginha perdeu pra sempre. A lindíssima e saudosa Igreja Matriz do Divino Espírito Santo original, e o Cine Rio Branco, com tudo o que ele representava e oferecia. A abertura das sessões com a música de Paul Mauriat acompanhada do balé luminoso, a lenta e glamurosa (quase erótica) abertura de suas enormes cortinas degradé azuis, mostrando a imensa tela (na época a maior de Minas Gerais, quiçá do Brasil), é coisa maravilhosa que a geração de hoje nem sonha em ter. Até hoje não vi mais nada igual, mesmo com todo o progresso tecnológico das salas de cinema que já visitei. O cinema era perfeito, tudo funcionava, era lindo, imenso. Suas máquinas eram de primeiríssima qualidade, e a seleção de filmes (um filme diferente por dia) era de tirar o fôlego. Havia o panfleto com a programação da semana. E antes de o filme começar, era apresentado o Canal 100, com sua inesquecível música (muito tocada até hoje) com a retrospectiva da semana e o futebol. Eu adorava tudo isso. Era mágico. Na inauguração, o Cine Rio Branco levou o filme “Rapsódia”, eu acho. O Rio Branco era cartão postal da cidade e jamais sairá de minha lembrança. Foi uma época de ouro.

  • SAULO DE TARSO

    Ouvindo Nocturne -Paul Mauriat, veio as melhores lembranças do Cine Rio Branco, cinema lotado, pessoas das cidades vizinhas e lá muitas pessoas se apaixonaram.

  • Marcos Lopes - Fachi Motos

    outra musica do cine rio branco:
    http://www.youtube.com/watch?v=4IqLltUtLOU
    o nome é Suplicio de uma saudade

  • paulinho gomes

    João, fico muito satisfeito quando alguel levanta esta bandeira, pois quando vou a varginha fico triste em ver uma obra linda e se acabando com o tempo, tenho um sonho em ganhar uma mega sena e dar de presente oa povo varginhense este cinema,mas fico na esperança que um dia voltarei a entrar naquele monumento. Abraço do amigo Paulinho Gomes.

  • João Barolli

    O Cine Rio Branco ficou marcado em minha memória por vários aspectos. Beleza arquitetônica, decoração interna com fotografias dos grandes artistas de Hollywood, excelente programação dos filmes a serem exibidos, e vale lembrar que era um filme novo a cada dia da semana, repetindo apenas na segunda-feira aquele exibido no domingo, o jogo de luz acompanhando o “prefixo do cinema”, ( o primeiro era “Love is a many splendored thing” o segundo “Nocturno”)que ao final abria-se a imensa cortina em “dégradé” azul. Era um verdadeiro espetáculo de bom gosto. Além disso, os espectadores ainda eram brindados com uma ótima seleção musical à espera do início da sessão. Muita saudade daqueles tempos.

  • PAULO SERGIO ROSA

    SINTO UMA TRISTEZA ENORME QUANDO PASSO PELA AV. RIO BRANCO, SAUDADES.

  • Corinthiano

    Que saudade!

Deixe seu Comentário

Loading Facebook Comments ...