Feira Moderna – Woodstock Mineiro será neste sábado (12 de agosto)!!!

  

FEIRA MODERNA 2017_capa2 (1)No dia 12 de agosto (sábado), Três Pontas terá a primeira edição do projeto “Feira Moderna”, que homenageará os 40 anos de realização do show do Paraíso, promovido por Milton Nascimento em 1977. A majestosa Fazenda Pedra Negra, patrimônio histórico da cidade, receberá em seus terreiros de café 12 horas de shows com apresentações de Lô Borges (relembrando o épico “Disco do Tênis”), Beto Guedes, Wagner Tiso, Francis Hime, Nelson Ângelo e o grupo instrumental Azymulth – nomes do Clube da Esquina e da rica cena do país da década de 1970 que estiveram naquele que ficou conhecido como o “Woodstock Mineiro”.

O festival também contará com show de Daniel Gonzaga, homenageando uma das grandes vozes que estiveram no show do Paraíso e que já nos deixou, Gonzaguinha. E o palco do festival ainda receberá performances dos grupos trespontanos Marginália e Compasso Lunnar – este recebendo a participação especial do lendário guitarrista Frederah, que também esteve no encontro de 1977 na mesma cidade. O encerramento do festival será com a banda Quartetto Sentinela, de Alfenas, que faz uma celebração do cancioneiro do Clube da Esquina.

O evento contará com estrutura para atender um público de até 3 mil pessoas, incluindo Food Trucks, banheiros, duas áreas de pista e camarotes – este com open food, open bar. O evento estimula o uso de transporte coletivo: vans sairão de Três Pontas e Varginha a cada meia hora, além do aeroporto de Três Pontas, próximo à fazenda, onde é possível deixar os veículos em estacionamento. O hotel-fazenda, que não fará reservas durante o evento, contará com área de camping.

Vendas pelo site: ipass.com.br ou, em Varginha, na Pré-Festa.

Festival do Paraíso – 1977
Em 30 de julho de 1977, a trajetória de Milton Nascimento foi reconhecida em Três Pontas com a instituição do nome “Travessia” para a praça localizada em frente à casa de seus pais. A homenagem acabou por motivá-lo a convidar grandes artistas e amigos com quem mantinha convívio intenso à época para uma retribuição com um show especial em sua terra. Foi assim que desembarcaram na cidade nomes como Chico Buarque, Fafá de Belém, Simone, Gonzaguinha, Clementina de Jesus, o grupo chileno Água, Francis Hime e integrantes do já consagrado Clube da Esquina, como Beto Guedes, Lô Borges, o trespontano Wagner Tiso e Nelson Ângelo, dentre outros. Realizado em plena ditadura militar, com a presença de astros da MPB com forte engajamento político e um público que respirava novos comportamentos e ideais, o show ficou lembrado como o “woodstock mineiro”.

degraus restaurante

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

No Banner to display