Shopping ou centro? Pesquisa mostra preferência do varginhense na hora de fazer compra

  

centro comercial vgashopping-varginha-b

Há cerca de 7 anos, quando anunciaram a vinda do shopping para Varginha, muito comerciante começou a perder precocemente fios de cabelo. Agora, exatamente um ano depois da abertura do Via Café, em 12 de abril de 2016, lojistas e população percebem que é perfeitamente possível a convivência entre o comércio local e as lojas no mall…

Clique no título para ler a matéria inteira.

anuncio-doce-aroma-redacao


…Em primeiro lugar, porque o shopping atrai clientes da região. Que, muitas vezes, acabam dando uma passada dentro da cidade e, eventualmente, compram algo.
Em segundo lugar, porque são públicos e objetivos distintos para quem vai ao centro comercial da cidade e ao Via Café.
E, em alguns momentos, é evidente que o papel de entretenimento do shopping é maior do que a vocação comercial.

Pesquisa feita pelo Instituto Rede, de Varginha, apontou que 715 dos entrevistados continua comprando no centro e no comércio da cidade e o shopping é uma opção a mais de compra no comércio local.

Para 25%, o shopping não se tornou uma opção a mais de compra no comércio local. Esses entrevistados continuam fazendo compras apenas no centro de Varginha.

Para 1%, o shopping se tornou o único ponto de compras.

3% não souberam responder.

Ou seja: apesar da aprovação do varginhense em relação a vinda do Shopping Via Café Garden, a maioria destes consumidores afirmaram continuar a comprar no centro comercial da cidade. Seria como pensar assim: bacana, temos um shopping na cidade e ele é mais uma alternativa de consumo.

3 P&B - CópiaA pesquisa foi feita em novembro de 2016. Possui margem de erro 4% e outras 20 questões sobre hábitos de consumo do varginhense. O diretor do Instituto Rede, o sociólogo Renato Clepf, comenta sobre o resultado: “Há uma aprovação grande pela vinda do shopping. As pessoas estão frequentando. Só entre a população jovem, entre 16 e 24 anos, 60% vão ao shopping pelo menos uma vez por mês. Mas há uma percepção crítica sobre alguns aspectos do shopping. Como a impressão de que as lojas do shopping são mais elevados. Não há nenhuma contestação quanto a isso. Há uma compreensão de que o shopping, pelos serviços prestados, por tudo que representa, possa apresentar preços mais elevados. Mas isso não é impedimento para uma frequência de compra maior. Os entrevistados acreditam que há preços melhores no centro, entretanto apresentam problemas como a falta de estacionamento”.

3 P&B - Cópia (2)

O superintendente do Via Café, Alexandre Botelho, lembra que “O Via Café Garden Shopping possui 120 operações, sendo que, algumas delas, inclusive, de comerciantes locais que também possuem lojas no Centro de Varginha. E, nesse um ano de funcionamento, os preços praticados nessas lojas são os mesmos no mall e no Centro. O shopping não é apenas um local de compras, mas um centro de convivências que tem a preocupação de oferecer ao público sulmineiro, atividades de lazer, entretenimento, gastronomia e consumo das principais marcas do mercado nacional, até então, inéditas na cidade. O empreendimento é focado na experiência de seu público, que pode desfrutar de momentos de lazer e de compras, em um ambiente climatizado, com segurança, limpeza e conforto. O mall ainda facilita o acesso de pessoas com deficiência e idosos, prezando pelo seu bem-estar em todas as suas dependências. O Via Café Garden Shopping possui aproximadamente 800 vagas no estacionamento, atendendo à legislação vigente em relação àquelas destinadas a pessoas com deficiência e idosos. E Já existem estudos para ampliação do número de vagas. O mall ainda possui equipe preparada para atender a demanda do público.

O bicho pega mesmo é em vésperas de datas comemorativas, quando a concorrência entre lojas do centro e lojas do shopping é extremamente acirrada. A Associação Comercial e Industrial de Varginha (ACIV) apresentou (foto), no começo da semana, a estratégia para este ano. Serão realizadas campanhas especiais para as datas comemorativas, com ações como desfiles a céu aberto, distribuição de brindes e flores em datas específicas, descontos e brindes nas lojas adesivadas com os selos das campanhas.

6 comentários em “Shopping ou centro? Pesquisa mostra preferência do varginhense na hora de fazer compra

  • 17 de abril de 2017 em 4:56 PM
    Permalink

    O shopping é uma ótima opção de passeio, num lugar limpo, ar fresco, pessoas bem vestidas, e uma praça de alimentação bastante diversa.
    Mas não venham dizer que alguém faz compras lá !
    Todo mundo roda, roda, roda, toma um chopinho, belisca alguma guloseima e tchauuuuuuuu.
    O centro da cidade sentiu uma queda de faturamento, devido tão somente a crise (corrupção), do País. O shopping, vai naufragar em breve.
    Não que esteja desejando mal, pelo contrário.
    Basta apenas observar o preço praticado por lá.
    Quem tem poder aquisitivo para GASTAR no shopping ?
    2 % dos Varginhenses? Acho que nem isso!

  • 13 de abril de 2017 em 12:03 PM
    Permalink

    Endosso os dizeres do “Critico” pois venho dizendo isto desde um ano atras quando o shopping estava pra ser inaugurado.Bom para muita gente, exceto para aqueles que não comercializam comidas e bebidas naquele local.Vendo desde lado, pra diversao….. excelente.Seguranca, gente bonita e empresarios (lojistas )quebrados.

  • 13 de abril de 2017 em 8:53 AM
    Permalink

    Mas faça essa pergunta pro empresariado que tem loja no mall. Tirando alguns da praça de alimentação as lojas vão de mal a pior. Simplesmente nao vendem. Faça uma pesquisa rapidinho lá. Veja a satisfação dos lojistas. E a direção do mall infelizmente não é parceira dos empresarios. E´simplesmente um socio mais rico. Veja quanto custava o valor para abrir uma loja no mall e qto custa agora.. Pesquise lá. Ouse perguntar pra direção. Vai se assustar. Outro detalhe: Os contratos com o shopping tem fidelizacao de 3 anos e pagamento de multa para rompimento , mas nada q um bom advogado consiga quebrar essa multa e transforme em 1 ano de fidelização. Opa, o shopping fez 1 ano.. Aguarde pois lojas vão fechar no mall, Infelizmente. Culpa dos empresarios tb, que nao treinam e investem em qualificacao profissional,. Muitas lojas com atendimento sofrivel, mas a direcao do mall suga o que pode e nao pode dos lojistas. Quem avisa amigo é. Sr. Madeira, visite o shopping. Mas nao como consumidor, mas como jornalista. Faça uma apuração entre os lojistas. Depois faça uma materia. Vai se assustar.

  • 13 de abril de 2017 em 8:53 AM
    Permalink

    O shopping de Varginha, o Via Café, tão apedrejado, tanto por pouso-alegrenses e até mesmo por varginhenses pessimistas, prova e mostra o contrário que tanto falaram. O Via Café é um verdadeiro sucesso, além de não ter fechados lojas, ao contrário só vem abrindo novas franquias, e inéditas na região. Um faturamento de mais de 150 milhões, e acreditem mais de 4 milhões de pessoas passaram pelo shopping neste ano. Este sucesso se deve as grandes cidades que circulam Varginha, além desta própria cidade, que tinha carência de algo assim. E o que é melhor, o centro comercial da cidade que temia a vinda deste Mall, pelo contrário, não sentiram queda nas vendas. E ainda Varginha foi uma das poucas cidades do Sul de Minas que empregou neste período. Ai vão falar, que o tempo dirá, e blá blá blá. Mas vejam que desde o início o Via Café está bombando, comparado com o Serra Sul que já abriu as portas com 12 lojas, e de lá para cá nada acontece, as poucas lojas que abriu, estão fechando, então aceitem que doí menos. Reportagem da EPTV abaixo comprova isto:
    http://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/jornal-da-eptv/videos/t/edicoes/v/shopping-de-varginha-mg-completa-um-ano-de-funcionamento/5795696/

  • 13 de abril de 2017 em 8:28 AM
    Permalink

    O Shopping atende a um público regional, acredito que 50% das pessoas são de cidades vizinhas. Já os moradores de Varginha não deixam de ir e comprar no centro, afinal o centro ainda tem as muita loja que falta no shopping, como as grades redes de eletrodomésticos, lojas esportivas, as várias lojas de calçados, e as várias de roupas que tem no centro e não tem no shopping. O grande problema da falta de vagas do centro também não foi resolvido com o shopping, que fica lotado no fim de semana. Emfim dá para os 2 conviver harmoniosamente, o que tem que sair do papel é a revitalização do centro e a ACIV trabalhar para atrair os consumidores de outras cidades que vem passear no shopping a também vir até o centro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *