O que fazer com o menor infrator em Varginha?

  

Menores sofrem tentativa de linchamento após assalto em farmácia; polícia investiga o casoExcelente pergunta para uma ótima audiência pública que será realizada nesta quinta-feira (20/4), na Câmara de Vereadores. Especialistas de várias áreas (assistência social, justiça, saúde, educação) vão apresentar propostas para o atendimento aos menores infratores da cidade. As sugestões serão compiladas e integrarão o Plano Decenal de Atendimento Socioeducativo de Varginha. Traduzindo: vai virar lei na cidade.

Às 19h, na Câmara Municipal de Varginha. Uma boa oportunidade para os haters de plantão, que reclamam na internet, mas não contribuem de forma positiva para resolver o problema.

degraus restaurante

Marcus Madeira

Advogado e jornalista, escreve diariamente a Coluna do Madeira desde 1999. Editor do Jornal Folha de Varginha. Integra a diretoria voluntária da Abraço (Associação Brasileira Comunitária de Prevenção ao Abuso de Drogas) de Varginha. É sócio-representante da Agência de Notícias Argumento, no Sul de Minas. Cruzeirense.

12 comentários em “O que fazer com o menor infrator em Varginha?

  • 25 de abril de 2017 em 9:54 AM
    Permalink

    Assino em baixo ai Paulo. Bolsonaro neles.

  • 24 de abril de 2017 em 12:22 PM
    Permalink

    Bem que poderia mandar TODOS menores para Brasília, de preferência lá pra casa dos criadores do maldito ECA…affff

  • 23 de abril de 2017 em 5:15 AM
    Permalink

    “Segurança é prevenção. Se você quer uma sociedade segura, você precisa olhar quais são os fatores de risco e prevenção de violência. Começa com investimento na primeira infância, no apoio às famílias uniparentais, normalmente mães que não têm os pais [da criança] e precisam trabalhar. É preciso um acompanhamento daquela criança e apoiar os núcleos familiares em áreas vulneráveis. Depois, olhar para a evasão escolar. Todas as estatísticas de quem é preso e de quem é morto mostram qual é o ano em que aquela pessoa deixou a escola. E a maior parte não completou o Ensino Fundamental. E uma parte pequenininha passou para o Médio mas não conseguiu completar. Então passa pela busca ativa da evasão escolar, ou seja, brigar por cada um deles [que estão deixando as escolas]”
    Ilona Szabó, Fundação Iguarapé, no El País Brasil.

  • 21 de abril de 2017 em 1:32 PM
    Permalink

    Os pais tambem tem que ser cobrados, fizeram, colocaram no mundo agora tem que manter.

  • 20 de abril de 2017 em 5:38 PM
    Permalink

    Ja diz o ditado, o mal a gente tem que corta pela raiz, pra mim, teria que Matar o cabloco, assim o vagabundo não iria mais roubar, e seria menos um, menos problema, menos um futuro Ladrão de Maior idade daqui alguns anos, menos despesas para nos cidadões.

    Mata, e joga em qualquer lugar.

  • 20 de abril de 2017 em 3:47 PM
    Permalink

    Sugestão: pica e dá pros cachorros, tem gente com experiencia nisso aqui em Varginha…

  • 20 de abril de 2017 em 1:22 PM
    Permalink

    Boa tarde, estão em vários jornais de hoje uma notícia que o procurador geral da republica (Janot), solicitou ao STF que cancele a liberdade provisória para o goleiro Bruno do Boa.
    Publique uma reportagem sobre o assunto e vamos acompanhar os comentários dos leitores.
    Obrigado.

  • 20 de abril de 2017 em 12:02 PM
    Permalink

    O que não pode acontecer é o menor sair sem nenhum tipo de punição. Acho que para casos menos graves em que o menor é aprendido e liberado logo em seguida, deveria haver a punição de prestar serviços a comunidade. Tipo, pichou tem que no outro dia limpar. Furtou tem que capinar uma escola ou então pintar ou qualquer coisa assim. E se não cumprir ai vai preso. Acho que os pais também deveriam ser inseridos neste contexto, afinal na hora de fazer todo mundo faz, mas na hora de criar e educar muitos pais deixam os filhos largados, ai acabam virando marginais, então os pais também são responsáveis. O menor tem que aprender que qualquer ato ilicito vai gerar uma punição, porque hoje o menor apronta, prestam depoimento e saem, muitas vezes nem dorme na cadeia. Isto não pode.

  • 20 de abril de 2017 em 11:02 AM
    Permalink

    desce a porrada nele e no pai….

  • 20 de abril de 2017 em 10:23 AM
    Permalink

    tenho uma sugestão, mas não posso coloca-la aqui. tem um tal de ”direitos humanos” que vai me perseguir, mas deixo aqui um vídeo que vai expor minha opinião..

  • 19 de abril de 2017 em 5:47 PM
    Permalink

    Coloca no educandário, bota pra trabalhar, com guarda vigiando, dá uma enxada e manda trabalhar 10 horas por dia pra ver se não resolve. isso é falta de vergonha, preguiça de trabalhar cambada de f**********

  • 19 de abril de 2017 em 5:45 PM
    Permalink

    tenho várias sugestões, mas o madeira não vai publicar nenhuma…………

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *