Blog do Madeira - Notícias de Varginha - MG

Notícias diárias de Varginha e Sul de Minas – marcus@blogdomadeira.com.br

Desestrutura familiar, drogas e álcool são principais motivos de agressão a menores

maio 21st, 2008 · 12 Comentários

  

blogagem.jpg

Mais de 2 mil ocorrências contra menores foram registradas em Varginha, no ano passado. Entre elas, casos de abuso sexual e espancamento. Mas o que leva um adulto a agredir uma criança? O blog entrevistou a psicóloga do Conselho Tutelar de Varginha, Rosana Maria Paiva Frota Vidal. Ela falou que os principais motivos são desestrutura familiar, drogas e álcool. “Muitas vezes o pai é alcoólatra, há prostituição na família, uso de drogas. As crianças são criadas na rua, sem afeto”. Ela afirma ainda que a maior parte dos casos vem de famílias pobres. “Mas esse problema também ocorre em famílias de classe média e alta”. Nesses casos, ela atendeu crianças espancadas pelo pai e orientou a família.
Doenças como psicose e depressão também desencadeiam as agressões. Há quatro anos, uma mãe feriu gravemente o filho, recém-nascido, com uma tesoura e o amarrou com o sutiã. Ela teve a criança sozinha, no quintal de sua casa. O caso foi descoberto e o menino foi levado para o CTI do Hospital Regional. Morreu no terceiro dia, pouco depois da mãe vê-lo. O detalhe: ela viu a criança pela janela do CTI e entrou escondida no hospital. “Nesse caso pode ser uma doença. Na psicose, a pessoa não tem consciência das coisas, fica fora da realidade, sem limites. A depressão pós-parto também pode causar esse comportamento”.
Em alguns casos, o comportamento dos pais pode resultar da falta de conhecimento. Como exemplo, a psicóloga lembra do casal que foi preso essa semana em varginha por deixar a filha, de sete anos, sozinha em casa. “Hoje em dia todo mundo trabalha. Devem ter feito isso por necessidade, não por intenção”. Mas ela adverte que há casos em que isso pode resultar em fatos trágicos. “Uma mãe deixou os três filhos em casa para ir a um show. O mais velho tem 9 anos. A casa pegou fogo e uma das crianças está no CTI, em Belo Horizonte. O caso aconteceu no último final de semana, em Nepomuceno”, conta.
Estupro
Um caso que chama a atenção é a quantidade de estupros registrados em Varginha. Uma menina de 10 anos foi estuprada pelo avô, ficou grávida, mas perdeu a criança. Uma menina de 13 anos teve um filho ano passado. Ela foi estuprada pelo próprio pai. Há alguns anos, uma criança de apenas dois meses foi estuprada pelo pai, preso pouco depois. Rosana diz que é difícil falar o que pode motivar estupro de pessoas da própria família. Mas lembra que álcool e drogas estão presentes em quase todos esses casos. “Dependendo do grau a pessoa nem se lembra depois do que fez, mas isso também (a embriaguez) não justifica o ato. Hoje em dia as pessoas parecem estar desesperadas, pela falta de dinheiro, brigas conjugais. O que nos conforta é que esses casos (estupro e espancamento) são a minoria nos nossos atendimentos. São aberrações da natureza”.
Denúncia
O telefone do Conselho Tutelar é o 3690-2149. Denúncias podem ser feitas também pelo 3690-2028 ou 9945-1701.
Testemunho
Amanhã, o depoimento de uma varginhense que foi espancada regularmente pelo pai e chegou a sofrer tentativa de abuso sexual aos 14 anos de idade.

Tags: Responsabilidade social

Loading Facebook Comments ...

12 Respostas Até Agora ↓

  • 1 crisiano // set 27, 2011 at 2:53 PM

    legal

  • 2 juju // out 13, 2010 at 11:48 AM

    de mais .o mundo de hoje

  • 3 IN OFF // set 25, 2010 at 4:09 PM

    Santa Madre!!!!
    Eu hein!!!

  • 4 uederson // set 24, 2010 at 10:43 AM

    eu gostei e muito do documento porque nos ajuda e muito a conhecer a realidade do Brasil que é pouco mostrada a verdade.

  • 5 karol // set 9, 2010 at 10:52 PM

    amei parabens…………..

  • 6 brunim // out 4, 2009 at 3:17 PM

    RONALDO

  • 7 fabiana // mai 28, 2009 at 2:48 PM

    alcool e drogas

  • 8 May // mai 23, 2009 at 7:29 PM

    Oi, eu adorei o documentario me ajudou em um trabahlo muito complicado.

  • 9 vincenners // mai 12, 2009 at 2:45 PM

    Gostaria que o COMDEDICA fosse mais atuante e transparente em suas ações em defesa dos direitos da criança e do adolescente.

  • 10 izabel // fev 13, 2009 at 9:35 AM

    apesar dos disturbios apresentados ,nada justifica uma crueldada cometida a uma crinça, principalmente quando a mesma tem apenas dois meses de idade.

  • 11 juliano // jun 11, 2008 at 2:37 PM

    muito bom!!!
    hashashsah passandu aqui
    para ver sua arti

  • 12 ronaldo // mai 21, 2008 at 9:04 AM

    Parabens Sr. madeira por mais uma brilhante reportagem, sobre esta mos situação que afringe todo o Brasil, e que está se estendendo com grande intensidade para a nossa querida Varginha, esta reportagem também nos alerta, para que nos possamos ficar de olho, e denunciar tais praticas imorais e de conduta reprovavel na nossa sociedade, denunciem ,falem, pois desta maneira poderemos contribuir com uma pequena parcela para melhorar está situação deprimente. Obrigado Madeira.

Deixe um Comentário